O drama dos simuladores

By: Author Raul MarinhoPosted on
587Views9

No final de 2010, a ANAC “desomologou” (cancelou a homologação) de todos os simuladores de voo básicos – aqueles utilizados na instrução de IFR em aeroclubes e escolas, principalmnte para PCs – do Brasil. De fato, a instrução em simuladores estava uma baderna. Qualquer aeroclube colocava um computador comum com o MS-Flight Simulator instalado e um joystick, chamava aquilo de simulador de voo, e saía dando instrução. Mas a “desomologação” simultânea de todos os simuladores, por sua vez, causou enormes problemas para quem estava em instrução IFR.

De acordo com o RBHA-61, a instrução IFR requer “pelo menos 40 horas de vôo por instrumentos em avião ou helicóptero, das quais: 20 horas de vôo podem ser substituídas por 25 horas de instrução em simulador de vôo ou dispositivo de treinamento de vôo; ou 30 horas de vôo podem ser substituídas por 30 horas de instrução em simulador”. Na prática, a ANAC entendia que todo simulador de aeroclube era considerado “dispositivo de treinamento de voo”, e abatia 20 horas de voo IFR; enquanto que o “simulador de voo” seriam os simuladores sofisticados, utilizados pelas companhias aéreas no treinamento de pilotos de Boeing, Airbus, etc. , e não são utilizados em aeroclubes e escolas para formação de PCs, na prática.

Ocorre que quando a ANAC “desomologou” os simuladores, ela criou novas regras para abater as horas de voo IFR, subdividindo os “dispositivos de treinamento de voo” em 2 categorias:

-AATD ( Advanced Aviation Training Device), simuladores com a capacidade de projetar cenários do terreno: 25 horas de treinamento neste tipo de simulador abate 20 horas de voo IFR; e

-BATD ( Basic Aviation Training Device), simuladores somente com instrumentação de cabine: 25 horas de treinamento neste tipo de simulador abate 10 horas de voo IFR.

Essas mudanças até que tinham uma certa lógica, mas a coisa começou a complicar na execução. Por meses, não havia nenhum simulador homologado no Brasil, e hoje, de acordo com esta planilha da ANAC, somente 4 simuladores estão homologados como AATD ou BATD. E mesmo efetuando instrução nestes simuladores homologados, é possível encontrar dificuldades. Vejam só o que ocorreu comigo.

No meu processo de cheque de PC, incluí minha instrução de voo em simulador AATD (no caso, o da EJ), homologado pela ANAC, e tive meu cheque recusado. A resposta do INSPAC foi que “Na declaração de instrução referente a dispositivo de treinamento a matrícula da aeronave não corresponde aos códigos de dispositivo qualificados pela ANAC, sendo assim, não foram atendidos os itens 61.95 (a) (1) , 61.95 (2) (iii) do RBHA 61”. Ele quis dizer o seguinte: “a matrícula do simulador que você usou não corresponde à lista que eu tenho de simuladores homologados, logo o simulador que você usou não é homologado e seu cheque foi recusado”. Estou recorrendo da decisão, provando que o simulador que usei era homolgado, etc. Não sei no que isso vai dar, só sei que isso está atrasando em mais de 2 meses na concessão de minha licença…

9 comments

  1. marcelo de oliveira feitosa
    6 anos ago

    Amigo, e com grande apreensão que tomo ciência desse fato ocorrido com você, pois estou me planejando a meses para iniciar meu curso prático PC/IFR, e decidi começar pelo simulador do vôo. Escolhi o AATD do aeroclube de Uberlandia – MG. Que segundo eles, está aguardando somente a homologação. Tanto eles, como eu, estamos esperando pela iniciativa da ANAC, visto que moro em Fortaleza – CE, e terei de meu deslocar até lá. O bom para mim, foi descobrir no seu reporte, a lista dos simuladores já em situação regularizada, o que me permite uma consulta antes da decisão. Fico na torcida por você também camarada, pois sei bem das dificuldades de se conseguir nossa CHT.

    • Raul Marinho
      6 anos ago

      Marcelo,

      A ANAC acabou aceitando meu simulador, e já estou com minha CHT de PC há 2 meses. Obrigado pela torcida, de qualquer forma.

      No seu caso, eu recomendo que vc só inicie suas sessões no simulador após a homologação. Peça uma cópia da documentação de homologação do simulador ao aeroclube e guarde uma cópia (no meu caso, foi isso que me salvou). E confira as DI’s do simulador para ver se as datas das sessões são posteriores às data de homologação, e se não há nenhum erro de preenchimento. E boa sorte!

      • André
        6 anos ago

        Olá Raul,

        fiz 30 horas no ATC 810 há mais de 2 anos! Só agora estou pronto para checar o IFR. Será que a regra de abater 20 horas de voo real vale para mim?

        Eu entendo que na época que fiz, este simulador era válido!

        Obrigado!

        • Raul Marinho
          6 anos ago

          André,

          Na melhor das hipóteses, vc vai conseguir abater 10h com esse simulador, já que ele e BATD. Mas vai te dar trabalho: a ANAC nao vai aceitar inicialmente, vc vai ter que argumentar, vai perder tempo e pode ser que nao de em nada. Eu te aconselho a fazer o simulador de novo, de preferencia AATD, ate por que, na pratica, vc já perdeu a proficiência nesses 2 anos sem praticar.

    • hugo
      6 anos ago

      Amigo, o simulador de Uberlandia foi liberado pela anac essa semana e está operando!
      Estou fazendo já!
      Recomendo!
      Abraços
      Hugo

Deixe uma resposta