Assim não, comandante!

By: Author Raul MarinhoPosted on
558Views7

Segue abaixo, um vídeo com a entrevista do Cmte Dalto de Oliveira, no “Programa do Jô”. Assistam ao programa, que eu volto em seguida.

 

.

Muito simpático o comandante, não? Eu também achei. E corajoso, né? Vocês viram a cena do helicóptero no túnel? Quanta habilidade, hein comandante!?

O problema é que essa manobra foi de uma ilegalidade gritante. Sem contar que o comandante arriscou a vida de mais três pessoas dentro do helicóptero, além dos eventuais passantes pelo local, o que torna o ato não só ilegal, mas criminoso. E se o helicóptero bate uma pá do rotor na parede do túnel, se descontrola, e mata um dos seus acompanhantes, o que o senhor iria dizer para a viúva? E se tem um rapaz numa moto passando pelo túnel que o senhor não viu, e o seu helicóptero o decapita, o que o senhor iria dizer para a mãe do morto? Mas, até aí, nada de mais aconteceu; e a ilegalidade e o crime já devem estar prescritos, e não é minha intenção entrar nesse mérito. O que quero falar é sobre a questão ética envolvida na entrevista em si.

Tivesse o comandante mostrado a cena do túnel para seus amigos, no videocassete/DVD de sua casa, eu nem falaria nada. Mas ir a um programa de televisão, na TV aberta ainda por cima, e mostrar a cena vangloriando-se da sua habilidade… Pôxa, comandante, o senhor não pensou na conseqüência que isto pode trazer? Um rapazote apaixonado pela aviação, vendo isso, o que o senhor acha que ele poderá fazer na primeira oportunidade voando solo com seu Paulistinha? “Se o comandante, que é meu ídolo, voa dentro de túnel, por que eu não posso passar embaixo da ponte sobre o rio ali no trajeto da minha navegação?” E aí, se um moleque desses se mata tentando te imitar, o que o senhor vai dizer? Que é problema dele, que o senhor não falou para ninguém fazer uma manobra dessas? O senhor já pensou na importância que um aviador de sucesso como o senhor tem no imaginário das pessoas, especialmente dos mais jovens?

Para piorar, o senhor ainda desdenha do piloto que realizou manobra semelhante no Rio de Janeiro, na gravação do filme do Roberto Carlos. Afinal de contas, naquela oportunidade, o piloto havia obtido a interdição do túnel, o que facilitava as coisas para ele… Ora, comandante, aquela era a sua oportunidade para dizer que o que o senhor fez foi um grave erro, que estava arrependido de ter cometido uma imprudência daquelas, e que se fosse o caso, deveria ter agido como o piloto do filme do RC, que obteve autorização previa das autoridades, e não arriscou a vida de mais ninguém além dele mesmo. Pronto, seria uma saída elegante para o senhor. Mas, não, o seu ego falou mais alto, e o senhor fez exatamente o contrário: desmereceu a manobra do seu colega justamente porque ele a realizou dentro da lei, e sem colocar em risco a vida de mais ninguém.

Assim não, comandante!

– x –

Atualização de 07/12/2011:

Ontem, no mesmo programa, houve a entrevista com o piloto do helicóptero do filme do RC, o Cmte Nascimento – o que foi desdenhado pelo Cmte Dato. O vídeo está abaixo. Vejam que  o Cmte Nascimento, além de ter realizado a manobra dentro da legalidade, passou CINCO VEZES pelo túnel durante as filmagens. Acho que não precisa falar mais nada…

 

.

7 comments

  1. Guilherme Santana Fernando
    6 anos ago

    Este cara não merece ser chamado de comandante e sim , “chofer de helicoptero” !

  2. João
    6 anos ago

    Você tem toda razão Raul. Esse é o famoso piloto metido a “top gun”.
    Totalmente sem noção!!!

  3. Diego
    6 anos ago

    Respeita um monte de coisa menos as leis de regulamentos, tráfego não sei.. =)

  4. Valmor
    6 anos ago

    É isso aí Raul, também comentei isso no canal Piloto. Não dá pra recriminar um PPzinho (eu) sendo que o comandante não está dando exemplo.

  5. Fred Mesquita
    6 anos ago

    Ele já voou um Jet aqui em Recife, pela mesma empresa que hoje trabalha, a Rede Globo. Muito boa pessoa. Todos por aqui gostam dele.

    • Raul Marinho
      6 anos ago

      Pois é Fred… Pela entrevista, dá para ver que ele deve ser, mesmo, uma excelente pessoa. E justamente por isso, eu fiquei dias pensando se escrevia esse post ou não. Até que cheguei à conclusão de que, se a gente quer uma aviação mais ética, não seria correto deixar de criticar um colega só por corporativismo, ou por achar que o cara é bacana, ou coisa assim. O cara é gente fina, isso transparece no vídeo. Mas pisou na bola, e pisou feio, na entrevista. Deixou-se levar pelo ego… E não seria ético de minha parte deixar de escrever esse post, entende?

      • ernesto
        6 anos ago

        Cade a famosa ANAC? Ser louco, divulgar isto em livro em TV…. Apenas por sorte ele não pegou um motoqueiro, no tunel da Imigrantes em pleno horário de funcionamento….Quem fez o exame médico neste sujeito?

        Ele não conhece o teto mínimo de voo? E, como já dito se alguem repetir isto e se dar mal?

        ANAC, boa tarde!!! C@de voce?

Deixe uma resposta