Reprovação no ICAO-test

By: Author Raul MarinhoPosted on
300Views10

 

Na foto, o momento em que o Cmte. Joel recebe o resultado de seu ICAO-test (parece que não foi muito bom…)

A Folha de São Paulo publicou uma matéria ontem informando que, desde que o teste de proficiência em inglês (o popular “ICAO-test”) foi lançado até hoje, cerca de 25% dos candidatos foram reprovados. Neste ano, em janeiro e fevereiro, a situação foi muito pior: quase 60% dos pilotos tomaram pau! Vale a pena acessar o link acima e dar uma lida na reportagem.

Dentro de 2 anos, os céus brasileiros estarão abarrotados de aviões estrangeiros comandados por pilotos idem, no período da Copa do Mundo. Como ficará a segurança aérea neste período? “Ah, mas não é obrigação do piloto brasileiro saber inglês para voar em território brasileiro”. Não é mesmo! Mas o problema é que tampouco pode-se exigir do tripulante estrangeiro proficiência em português, e o fato é que haverá uma quantidade incrível de pilotos no ar sem condições de se comunicarem mutuamente.

Na Copa da África do Sul, este problema não existiu porque os pilotos que lá entraram falavam inglês, assim como os tripulantes sul-africanos. Não será este o caso agora, no Brasil.  Não quero parecer o profeta do apocalipse, mas não é difícil prever um período de aumento considerável do risco de acidentes no período da Copa.

 

10 comments

  1. Alecsandro Calegari
    5 anos ago

    Estou finalizando meu PCH, e por mais que eu saiba que dificílmente terei necessidade de me comunicar em inglês em uma fonia, tenho estudado a lingua inglesa para tirar ICAO. Saber inglês no contexto atual de mundo globalizado deixou de ser um “extra” no currículo, pelo menos a meu ver, independente da profissão que se pretenda seguir. Há muito material informativo na internet em inglês, principalmente no que se refere à aviação. Enfim, mesmo voando meu “aviãozinho de rosca” nos céus brasileiros, saberei o que acontece ao meu redor, pois nada impede que um piloto estrangeiro possa estar por engano em um lugar que não deveria, tentando se comunicar e ser coordenado pelo controle, e nessa hora, se meu inglês estiver afinado, eu saberei o que está acontecendo no espaço aéreo ao meu redor, evitando assim qualquer acidente ou incidente que possa colocar em risco tanto a minha vida, como a vida de meus passageiros.

  2. Eduardo Ruscalleda
    5 anos ago

    E assim aumentam as chances e possibilidades para os pilotos que já estiverem se preparando para este momento.
    A “sorte” na vida aparece para aqueles que se preparam para os momentos oportunos!

    Abraço a todos e bons vôos

  3. Fred Mesquita
    5 anos ago

    Verdadeiramente acho que nunca vamos chegar a ter 10% de todos os pilotos voando no Brasil que tenham o ICAO 4 pois se resolverem fechar o cerco a quem ainda não tem, a aviação irá parar de vez. Quantos e quantos aviões voam no Brasil, com pilotos que nem o correto português sabem, imagine precisar de inglês… A verdade é que para voar no Brasil não é mesmo necessário ter o ICAO, essa exigência só se deve a algumas empresas aéreas e poucos donos de jatinhos, o resto é o trivial da aviação, no português mesmo. Só quero ver os donos dos aviões experimentais, os da aviação em geral terem que falar inglês… a aviação para geral. Imagina ter que estudar e aprender o inglês para receber os salários baixos de hoje em dia. Só um tolo entra nessa.

    • Fred Mesquita
      5 anos ago

      A matéria da Folha de São Paulo é clara…”Provar o conhecimento na língua inglesa se tornou um problema para pilotos brasileiros que procuram atuar em rotas internacionais.”. – diga-se, ROTAS INTERNACIONAIS. Não sei se para voar um simples Cessna Skylane ou um avião experimental nos fins de semana, para passeios perto de casa, vou precisar mesmo desse inglês…

  4. Alex Rodrigues
    5 anos ago

    Raul, você sabe algo sobre a convalidação de um ICAO4 feito nos Estados Unidos por uma empresa homologada para aplicação deste teste? Estou me programando para fazer um curso e a prova em uma empresa dedicada a isso: http://www.aviationenglishinstitute.com
    Depois darei um retorno aqui para que possa ajudar outros pilotos…
    Abs

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Desconheço, Alex. Qdo vc tiver mais informações, poste-as aqui, por favor.

    • Será que precisaria convalidar? Uma CIA em qqer lugar do mundo deveria reconhecer um título oficial ICAO emitido por instituição devidamente credenciada.

      Nesse caso a convalidação seria útil só pra sair impresso na sua CHT na parte referente a idiomas.

      • Raul Marinho
        5 anos ago

        Pois é… Precisa, sim. Independente da cia, o problema é a agência reguladora – no caso nosso, a ANAC.

        • Entendi.
          Então, se bem conheço a ANAC, aposto que a convalidação nada mais vai ser do que você ter que tirar o ICAO aqui no Brasil mesmo hehehe.

Deixe uma resposta