Nova coluna no Canal Piloto: “Orientações profissionais sobre o RBAC-61”

By: Author Raul MarinhoPosted on
389Views16

O Canal Piloto publicou hoje um artigo meu na coluna mensal que eu lá mantenho com “orientações profissionais sobre o RBAC-61”. Tratam-se de 6 análises quanto ao que representam as mudanças do novo regulamento para a formação e carreira profissional de pilotos de avião e helicóptero (algumas já abordadas aqui, outras serão realizadas em breve), a saber:

1) Licença de PTM-Piloto de Tripulação Múltipla: por enquanto, isso não passa de uma mera possibilidade para o futuro

2) Instrutor de voo deixará de ser uma boa opção para “fazer horas”, e passará a ser uma alternativa de carreira profissional

3) O caminho até a licença de PLA-Piloto de Linha Aérea ficou mais curto, e os copilotos da aviação executiva ganham nova vida: o que isso significa?

4) Ficou mais vantajoso realizar a formação no exterior

5) Ficou mais barato obter a habilitação multimotor

6) O curso de Piloto Comercial de Helicóptero passará por uma mudança profunda que talvez inviabilize a formação no país

Recomendo que os leitores daqui dêem uma lida neste texto.

16 comments

  1. eduardo S.
    5 anos ago

    Raul, atualmente é necessário ser maior de 18 anos para fazer a banca da anac?

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      De acordo com o regulamento, é necessário ter 16 anos completos.

      • eduardo S.
        5 anos ago

        OK, obrigado pela ajuda. Eu fiz essa pergunta pois li em um site de um aeroclube que é preciso ter 18 anos para fazer a banca da anac. Acho que interpretei errado a informação. Obrigado :)

  2. Arnaldo
    5 anos ago

    Olá Raul,

    Estou com algumas dúvidas sobre o artigo 61.101 “Requisitos de experiência para a concessão da licença de piloto comercial”.

    De acordo com o artigo o PC deve fazer 150 horas ininterruptas em um curso aprovado pela ANAC (o que ele quer dizer com ininterruptas?)

    Posso Fazer todas as horas VFR necessárias após checar PP e deixar para fazer as horas de IFR depois de passar no PC teórico? Seria bastante vantajoso pois aproveitaria o multi para fazer as horas de IFR.

    Desde já obrigado.

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Ininterrupto=sem interrupção. Vc não pode fazer parte do curso, parar, e depois retomar.

      Sobre sua estratégia de curso, é isso mesmo que se faz.

  3. Righetti
    5 anos ago

    Não entendi pq vai inviabilizar o curso de pch no Brasil… Pelo que eu entendi, serão as mesmas 100 horas, porém algumas delas terão que ser em aeronave com equipamento IFR, como já falamos, existem escolas que têm e as que não tem, terão 2 anos para se adequar…

    Se a norma falasse que tem que ser IFRH checado, o buraco era MUITO MAIS embaixo. Porém pelo que eu entendi (me avisem se entendi errado), é necessário somente as horas de treinamento, mas o check é com aeronave monomotora…

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      O problema é que a atual oferta de eqptos IFRH é muito menor que a demanda… Se as escolas não se prepararem, vai travar a instrução. E isso tem que acontecer em um ano, somente, não dois.

  4. Paulo Sales
    5 anos ago

    Olá;

    Já terminei as 35h do meu pp pratico, estou aguardando so o voo check, terei que fazer as 3h de voo noturno antes do check?

    Abrs

  5. Vinícius
    5 anos ago

    Olá Raul,

    A EJ soltou um comunicado hoje dizendo que já vai começar a operar sob as regras do novo RBAC, inclusive para instrutores.

    Veja aqui http://www.ej.com.br/show-informativo/77/a-ej-comea-operar-sob-regras-do-rbac-61

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      É, eu já tinha visto. Mas me diga uma coisa: qual aeroclube/escola não está operando de acordo com o novo regulamento? Não existe a opção de operar com o regulamento antigo, concorda? Ou seja: o comunicado é puro marketing, e serviu para eles justificarem que agora o curso prático de PP deles passa a ter 48h (que é um direito da escola, mas eu acho que está mais para uma estratégia de tirar mais dinheiro dos alunos).

      • Vinícius
        5 anos ago

        Mas o que me chamou a atenção mesmo é que a Ej vai exigir as 200 horas em comando para o curso de INVA já a partir de 2013.

        Os candidatos a instrutores de voos a partir do dia 22/06/2014, deverão ter no mínimo 200 horas em comando para participar do curso. A EJ Escola de Aviação, a partir do dia 01/01/2013 já exigirá esta experiência para os cursos de instrutores, apesar da exigência parecer absurda, concordamos que o instrutor é a peça fundamental na formação básica e avançada de pilotos. Estamos estudando uma forma de atender as exigências publicadas, com programas de baixo custo e valorização do profissional no mercado de trabalho.

        • Raul Marinho
          5 anos ago

          Isto eu não havia notado. Obrigado pela informação! Vou dar destaque a ela, é realmente importante.

  6. Fred Mesquita
    5 anos ago

    Anteriormente para se obter uma licença de PLA era necessário ao menor ter voado (e anotado na CIV) algum tipo de aeronave de categoria “TIPO”, mas agora pode checar quem só voou aeronave de categoria “CLASSE” – bom d+….

    Ser PLA e ter INVA válidos será o grande trunfo dos instrutores, pois só estes poderão fazer o cheque dos novatos na habilitação de PLA (assim já era no passado mas agora com menos dificuldade emais barato).

    O que ficou injusto, e porque não de deplo sentido foi… como serão feitos os novos cheques e re-cheques de habilitação pois no modelo anterior as habilitações davam o livre direito do piloto poder aqualquer tepo fazer seus voos em comando, e hoje, só até 90 dias. Após isso, não mais. Então a validade de uma CHT deixará de ser de 12 ou 24 meses para o piloto em comando ???

Deixe uma resposta