[RBAC-61] “Posso fazer o meu PC voando de RV-10?” R: Lamento, mas não pode.

By: Author Raul MarinhoPosted on
733Views5

É um baita avião: moderno, veloz, e tudo o mais. Só que ele não faz o que um Cessninha ou um Paulistinha fazem: as horas voadas em RV-10 não contam para o cheque de PC, infelizmente.

Fora a galera da aviation school (vide post anterior), o “clube do RV-10” é outro grupo que não gosta de mim. Consideram-me um “traidor da causa” porque eu sempre aconselhei meus leitores a não voar em aeronaves experimentais como uma forma de adquirir as horas para a obtenção da licença de PC. “Ah, mas eu tenho um primo/amigo/vizinho que conseguiu a carteira de PC dele voando de RV-10!”, dizem alguns. Outros dão receitas mirabolantes de como obter a licença, recorrendo de determinada maneira junto à ANAC na primeira negativa… O fato é que isso nunca me convenceu, e sempre achei que voar de experimental era roubada, se o intuito fosse adquirir experiência para obter uma carteira de PC. Não havia, porém, algo no texto legal do RBHA-61 que dissesse taxativamente que podia ou que não podia adquirir experiência em avião experimental para checar o PC. Agora, no novo RBAC-61, não há mais dúvidas. Veja abaixo o trecho do regulamento que disciplina este assunto com a maior clareza possível. Comento depois.

SUBPARTE A

DISPOSIÇÕES GERAIS

(…)

61.29 Contagem e registro de horas de voo

(…)

(i) As horas de voo realizadas em aeronaves experimentais, quando registradas na CIV ou no Sistema Eletrônico de Registro de Voo, devem ser identificadas com anotações no campo “Observações”. Tais horas podem ser consideradas para cumprimento de requisitos de experiência recente, conforme estabelecido na seção 61.21 deste Regulamento; não podendo ser consideradas para concessão de licença de piloto ou elevação de graduação de licença de piloto.

(…)

Comento

Agora que não é mais uma questão de interpretação ou opinião, e sim de simples leitura do regulamento, será que podemos fazer as pazes, pessoal da aviação experimental? Se quiserem me convidar para voar em seus fantásticos RV-10, o convite já está previamente aceito!

5 comments

  1. miguel gustavo miana
    4 anos ago

    olá amigos sou piloto de rv10, lanço horas na civ digital, porém pelo que entendi para obtenção de carteira não conta mas para acumulo de horas conta sim o que ao meu ver já ajuda muito. Abraços.

  2. Pelo que entendo, é possivel homologar um RV-10 como avião. Não sei direito como isso se dá, mas sei que passa por um crivo da ANAC que certifica aquela aeronave especifica como avião, e está passa a ter um certificado que determina que ela agora pode ser considerada como avião pois atende a todos os requisitos para tal.

    Dessa forma se poderia fazer as horas de PC num RV-10 que tenha sido homologado como avião. Mas creio que são poucos os experimentais por ai cujo os donos fizeram questão de homologar como avião.

    Me corrijam se estiver errado, mas já ouvi mais de uma pessoa me contar a respeito desse processo de homologação de experimental como avião. (Assim como avião ser “convertido” para experimental).

    • Fred Mesquita
      5 anos ago

      Dubido muito que um dono de um RV-10 queira homologar seu “avião” para simplesmente dar horas de voo ao piloto. As consequencias dessa homologação lhes traráo aumento financeiro das taxas aeroportuárias.

Deixe uma resposta