Novo lote de RFs do CENIPA

By: Author Raul MarinhoPosted on
327Views5

Recebi dos meus amigos do SERIPA-IV na semana passada um novo lote de Relatórios Finais de três acidentes aeronáuticos concluídos pelo CENIPA, que compartilho abaixo. Em todos os casos, não houve vítimas fatais, mas dois deles são relacionados ao voo visumento – acredito que os primeiros RFs que tratam deste assunto. Então, vamos lá:

PT-OJU: Este é o caso de um King Air C-90 que sofreu uma pane mecânica após decolar do Campo de Marte (São Paulo-SP) em direção a Ribeirão Preto-SP. Declarando emergência, decidiu pousar em Bragança Paulista-SP mas, por aproximar mais alto e veloz que o recomendado, varou a pista, e a aeronave foi parara num barranco. O maior interesse neste acidente é confirmar o fato de que 99% dos pilotos em emergência monomotora em bimotores tendem a aproximar mais alto e veloz que o normal, para garantir o pouso, e é justamente isto o que acaba gerando o acidente.

PT-RDE: Se você não sabe o que significa o termo “pelada” na aviação, leia este RF que você entenderá. Trata-se de um EMB-Minuano que realizou um pouso forçado em Fartura-SP após o piloto enfrentar condições meteorológicas adversas. Além de ser um voo visumento baseado em GPS de mão (o piloto nem tinha a WAC a bordo), era um PP realizando trabalho remunerado em uma aeronave com IAM vencida, e documentação completamente irregular. Para quem não acha que documento derruba avião, está aí a prova.

PT-RMG: Este é o RF mais interessante de se ler. Trata-se de um típico voo visumento com o clássico desfecho de CFIT. Tratava-se de um Seneca que colidiu com o terreno numa região montanhosa após uma confusão com o uso do piloto automático num voo em condições IMC. Novamente, era um voo baseado em GPS sem a presença de carta WAC à bordo.

Como sempre, recomendo a todo mundo a leitura dos RFs do CENIPA, talvez um dos melhores hábitos para aprimorar a segurança de voo que existem.

Boa leitura a todos!

 

5 comments

  1. Charlie Charlie
    5 anos ago

    Segurança em primeiro lugar!! Este é o tema…na dúvida não vá, não faça, não execute, não obeça as pressões,
    isto pode custar uma ou várias vidas… REGULAMENTOS sempre atualizados! abs.

  2. Fred Mesquita
    5 anos ago

    A prática de voar com a documentação irregular parace que, hoje em dia, está se tornando mais corriqueira do que imaginamos. O primeiro relato, a do King C90 de não possuir uma das cardenetas obrigatórias a bordo e a do Minuano com IAM vencida desde 2006 me deixa perplexo com tamanha desmoralização que hoje temos no meio aeronáutico. Por isso mesmo vemos um agravamento e baixa qualidade do sistema aéreo brasileiro, e por aí a tendência é piorar muito, pois nós “Profissionais Aeronáutas” é que temos o dever de denunciar essas mazelas, mas deixamos de lado tudo isso acontecer. É uma pena que saber que nossa aviação está entregue às baratas e ninguém faz nada. É lamentável tudo isso.

  3. RodFigueiroa
    5 anos ago

    RDE, fiquei impressionado com tanta coisa errada…
    A cada irregularidade que eu lia, falava: – Não acredito!

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Pois é… E de pensar que esse tipo de voo acontece todo dia, varias vezes, por todo o país.

  4. Carlos César
    5 anos ago

    Excelente leitura. Admito que não tenho o hábito de ler os RFs do CENIPA. Porém, após a leitura dos 3 Rfs, fica muito clara a valiosa ajuda que essa leitura nos proporciona! Podemos aprender com os “erros” dos outros companheiros e com isso aprimorar a segurança de voo. Obrigado Raul.
    Bons voos!

Deixe uma resposta