A nota incorreta da ANAC

By: Author Raul MarinhoPosted on
239Views6

A ANAC publicou hoje em seu site uma nota sobre a habilitação de INSPAC, rebatendo alguma informação veiculada pela imprensa (que não sei qual foi, mas gostaria de saber: se alguém souber, por favor informe nos comentários). Poi muito bem, vejam como ela termina:

Finalmente, esclarecemos que existem dois certificados diferentes para pilotos: a licença e a habilitação. Enquanto a licença é concedida para que o piloto atue como piloto privado, comercial ou de linha aérea, a habilitação varia de acordo com o modelo de aeronave. Essa diferença permite que um piloto privado possa ter habilitação para pilotar um modelo de aeronave a jato e, da mesma forma, que um piloto comercial possa ter habilitação para pilotar apenas monomotor.

Lamento, mas isto está incorreto. A habilitação de tipo “varia de acordo com o modelo de aeronave”, mas existem muitas outras habilitações – ex.: IFR, INVA, LPQD, PAGR, etc. – que nada têm a ver com o modelo da aeronave. E também está mal explicada essa mistura de jatos (que são tipos) com monomotores (que é uma classe.

Enfim, a nota da ANAC sobre a regulamentação… da ANAC (!!!) está incorreta.

6 comments

  1. Fred Mesquita
    5 anos ago

    Certa vez, em Goiânia, numa oficina aeronáutico, me espantei ao ver que lá havia um piloto de um Phenom 100 (em comando) que era PP/IFR, mas chegou sozinho na esquerda.

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Mas não há problema algum em comandar um Phenom-100 sendo PP-IFR. Se o cara possui a habilitação para o tipo… 

  2. ANAC fazendo “ANACAQUICES”

  3. Fábio Otero Gonçalves
    5 anos ago

    É. Ficou mais do que evidente que o “kid with badge” que digitou a contestação fê-lo com o livro aberto e baixíssimo conhecimento de causa.

    • Chumbrega
      5 anos ago

      Exatamente, comandante!

      A ANAC acredita que, o Povo Brasileiro, em especial os entes regulados são tão burros quanto a própria ANAC. Note que a ANAC menciona em seu site (http://www.anac.gov.br/Noticia.aspx?ttCD_CHAVE=701), que “A Agência cumpre os preceitos da Organização Internacional de Aviação Civil (OACI)…”.

      Sugiro que seja feita uma auditoria na ANAC para ver quantos de seus inspetores (sejam eles especialistas, técnicos ou militares) cumprem os requisitos constantes do item 6.2.4, da parte 1 do DOC 8335 da ICAO. Acho que nem uns 25%. Acho que os legisladores da ANAC ainda não foram apresentados a este documento, talvez nem mesmo à ICAO.

      Again, Kids with badges…

  4. Chumbrega
    5 anos ago

    Muito bem observado, sr. Raul!

    Eu tinha uma tendência de pessoal de aliviar o lado da ANAC, mas tô começando a repensar isso…

Deixe uma resposta