Deficiências da ANAC/GPEL na Veja

By: Author Raul MarinhoPosted on
402Views40

Acabo de ler duas notas – absolutamente procedentes e corretas, diga-se de passagem – na edição da revista Veja desta semana esculhambando a ANAC, mais precisamente a GPEL, que cuida da emissão de licenças e habilitações (e suas respectivas renovações, evidentemente). Devem estar aí as razões para a exoneração do gerente da área nesta semana, conforme noticiei aqui. A seguir as notas, publicadas originalmente na coluna Radar, do Lauro Jardim:

Apertem os cintos 1

Um bom contingente de pilotos da aviação executiva, agrícola e de táxi-aéreo está voando com sua carteira de habilitação em situação irregular. Eles embarcam, até para viagens internacionais, com liminares conseguidas na Justiça. A gambiarra nasce da ineficiência da Anac. O órgão não consegue atender à demanda de solicitações de exames práticos. Quem reclama ouve na própria Anac que o outro caminho é a Justiça.

.

Apertem os cintos 2

A distorção não aterrissa aí: boa parte dos inspetores encarregados de avaliar os pilotos jamais fez sequer um monomotor levantar voo. Aprovado no concurso, o servidor recebe treinamento teórico e em simuladores antes de dizer quem pode ou não voar.

Comento

Agora que a… “coisa” foi jogada no ventilador da grande imprensa, vamos ver se a ANAC finalmente se mexe para resolver esse assunto, que já está tomando forma de calamidade no Brasil.

 

 

40 comments

  1. Paulo
    5 anos ago

    Cade o pessoal pra denunciar pro MPF, se todo mundo que tivesse sofrendo desse problema denunciasse alguma coisa iria acontecer, eu to achando que eu fui um dos poucos que denunciei pro MPF, em outro fórum de aviação pedi e ninguém teve a cara pra bater e denunciar.
    Obs: Nome fake, Raul qualquer informaçao que necessitar ta meu e mail disponivel

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Mande um resumo do que vc denunciou, e as respectivas consequências da suia denúncia para o meu e-mail, para eu analisar: raulmarinho@yahoo.com. O que vi até agora de denúncia para o MPF não foi satisfatório, não – mas gostaria de conhecer mais sobre o assunto. Se for publicar, pode deixar que eu omito seu nome e dados pessoais.

  2. skyhawk
    5 anos ago

    Bom, não sei se a eliminação do cara da Gpel teve reflexo, porém o meu processo foi analisado em 30 minutos após quase 4 meses de espera. Espero que estejam acertando e melhorando aquele departamento.

    • Yankee Tango
      5 anos ago

      4 meses? então venceu a provisória? o meu processo já tm 80 dias de aguardo.

      • skyhawk
        5 anos ago

        Sim, venceu a provisória, liguei para o Camilo na Gpel após inúmeras tentativas e disse-me que a única coisa a fazer era esperar. Acho que era pra esperar a sua exoneração!

        • Yankee Tango
          5 anos ago

          Ta louco, é eu estou a miseros 80 dias,ainda deve ter bastante tempo pela frente, sua carteira era de PC ou PP que estava esperando?

          • skyhawk
            5 anos ago

            É CHT de PC. Foram 110 dias de espera para analise. Agora quero ver qual o tempo na casa da moeda, mas pelo menos agora voltei a voar. Boa sorte.

  3. Douglas
    5 anos ago

    Existem tragédias súbitas e tragédias lentas, anunciadas. Por isso faz-se necessário num tempo emergencial a movimentação de diretores e cargos de chefia, aonde encontram-se pessoas incompetentes!
    Dá pra ver claramente a falta de comando, sem um plano de ação que estabeleçam diretrizes, no que se refere á segurança.
    Cmte. Douglas Antunes

  4. Raul Marinho
    5 anos ago

    Não acho produtivo generalizarmos que “todo servidor da ANAC é vagabundo” (e eu conheço vários servidores absolutamente comprometidos com a aviação, conforme já noticiei aqui mais de uma vez), ou que “todo piloto é desonesto” (e eu desafio quem quer que seja a encontrar 1seg de “hora Bic” na minha CIV: se alguém achar, eu renuncio à minha CHT e encerro o meu blog no mesmo instante), isso só vai levar a conflitos desnecessários, O ponto é que um servidor da ANAC, como era o gerente da GPEL, tinha o seu salário de quase R$17mil garantido todos os meses, faça chuva ou faça sol (vide o Portal da Transparência do Governo Federal). Já um piloto pode ser demitido a qualquer instante por um capricho deste mesmo servidor, que por não conseguir ler um documento enviado por e-mail, suspende a carteira de um profissional que precisa dela para sustentar sua família, como citaram aqui. É isso o que irrita realmente a nós, “clientes” da ANAC: o fato de que, no fim das contas, só a gente se ferra de verdade.

    Mas o levantado no post mesmo ninguém comentou ainda:
    -Tem servidor recomendando ao piloto entrar na Justiça porque ele mesmo não consegue analisar um processo?
    -Tem servidor checando piloto sem saber voar?

    Se tiver (e eu acho que tem mesmo, mas gostaria de conhecer confirmações sobre isso), então estamos realmente muito mal em termos de agência regulatória de aviação, né? Aí já é caso de solicitar ajuda ao Ministério Público Federal para ver se é possível por ordem na casa, e responsabilizar quem de direito, pois isso são denúncias extremamente graves. Pelo menos, é assim que eu penso…

    • Cassio
      5 anos ago

      Raul,
      Respondendo as suas duas perguntas, eu diria que:
      1) imagino que o servidor esteja mesmo em certos casos indicando uma possível saída jurídica. Penso que a justiça eh mesmo o caminho natural para aqueles que sentem-se prejudicados em seu direito. Porém antes da via judicial, há outras vias que devem ser buscadas como solução. No caso da gpel. Por exemplo, pode-se mandar email para a gerência, tentar falar com o 0800, com a ouvidoria. Esgotados estes caminhos, realmente a via judicial eh a ultima chance.
      2) checador examinando piloto sem saber voar? Caramba, esta eh pergunta complicada…normalmente eu nao poderia responde-la a nao ser que quisesse ter um belo processo na corregedoria da Anac, porém, como a própria Anac divulgou nota a imprensa recentemente atestando que os Inspacs nao recebem capacitação e qualificação porque a lei que exige isso estaria obsoleta, entao acho que posso falar alguma coisa. Estamos (alguns Inspacs, nao todos porque muitos tem medo, outros nao querem se aborrecer,etc) lutando há tempos para conseguir qualificação e capacitação conforme preconiza a ICAO, mas nao obtivemos sucesso até o momento. A tal “nota a imprensa” confirma isso. Por isso eu diria que eh exagerada a nota da revista Veja, porque sabemos sim decolar um mnte ou outras maquinas, mas infelizmente estamos defasados em muitas outras coisas, como por exemplo, na operação do garmim 1000, dentre outros.
      No entanto o novo superintendente da SSO, que assumiu há cerca de um mês e que é servidor da casa, já nos deu mostras que pretende interferir para mudar este quadro. É o que esperamos, e é no que confiamos, porque acreditamos em suas propostas e em sua capacidade.
      Abs,
      Cássio

      • Raul Marinho
        5 anos ago

        Pôxa, Cássio, que desânimo que dá ler isso… Sobre o servidor recomendar que se entre na Justiça, eu acho o fim da picada. Ou bem o servidor acredita no que está fazendo, e se o piloto tiver opinião contrária, ele que tente convencê-lo de que está certo; ou ele reconhece o erro e acata o que o piloto solicita. Agora, dizer que o piloto está certo, mas que mesmo assim seu pedido será indeferido, e ele (o piloto) que entre na Justiça para garantir o seu direito é o fim do mundo, você me perdoe. Já quanto ao despreparo do checador para voar equipamento em que o piloto será checado, então, é mais que o fim do mundo…. Tenho dificuldades até para comentar isso.

        • amgarten
          5 anos ago

          Raul,
          Claro que o ideal deve ser sempre o de resolver todas as questões da maneira mais rápida possível. Ocorre que a última gestão da GPEl deixou a casa literalmente “desmoronada”, em ruínas. Com isso, todos os demais canais à disposição dos usuários ficaram entupidos, emails, 0800, Ouvidoria, etc.
          Por isso quando a gente fala que o cidadão pode e deve procurar seus direitos na justiça, é simplesmente porque este é o direito do cidadão, em qualquer esfera da sociedade, de pleitear aquilo que pensa ser o justo. E muitas vezes os servidores concordam com o piloto, porém não podem tomar qualquer atitude porque corre o sério risco de ser “mandado para a Corregedoria”, ser perseguido pelos superiores, etc.
          Em apenas uma semana com o novo gerente GPEL já percebemos mudanças positivas e vislumbramos um futuro melhor para todos, afinal é uma pessoa experiente, com larga vivência no mercado de trabalho (tendo sido Diretor de multinacional), e, principalmente, sabe ouvir tanto aos servidores como ao público em geral.
          Abs,
          Cassio

          • Yankee Tango
            5 anos ago

            Ufa que beleza, só por curiosidade quem seria ele, o novo diretor?

    • Fabio
      5 anos ago

      Vcs querem uma pior da GPEL??? Sou piloto de Lear35 e 45. Entrei com meu processo de RXQ de LR35. Em 1 dia saiu o “checador”. Marcamos o cheque com o checador escalado pela ANAC, realizamos as manobras solicitadas e fomos aprovados. Enviamos as FAPs para serem analisadas e apos 15 dias tivemos nosso cheque CANCELADO… Isso mesmo CANCELADO. Alguem sabe o motivo?? Então leiam bem… “AS FAPS NAO FORAM ACEITAS POIS O CHECADOR NAO ESTAVA HABILITADO NO TIPO DA AERONAVE”….. Agora eu pergunto, QUEM ESCALOU O CHECADOR?? EU??? CLARO QUE NÃO… NOSSA QUERIDA ANAC. JA IMAGINARAM O GASTO DA MINHA EMPRESA?? Realizei uma reclamação da ouvidoria da ANAC e até agora NAO recebi nenhuma resposta. Então para não ficar sem voar, solicitamos um novo pedido de RXQ….

      • Raul Marinho
        5 anos ago

        QUE BARBARIDADE!!!

        E depois eles vem com essa conversa mole de “carte de Serviços ao Cidadão”…

      • Isso que é osso. Pq já que existe uma falta de competência da agencia pra tocar os tramites, então que nesses casos de falha, aquele que pleiteia o serviço deveria ser beneficiado quando há falhar, e não prejudicado.

        Parece absurdo o que to dizendo, mas num universo com tantas coisas erradas, que o erro seja em favor do profissional da aviação, e não da agência, que há muito vem deixando a desejar no quesito analisar e emitir licenças.

        • Yankee Tango
          5 anos ago

          Essa Gpel é o pior de todos os setores da Anac, e isso que a Anac já é ruim.

          • amgarten
            5 anos ago

            Fabio,
            Apesar da má (eu diria péssima) gestão praticada especialmente na GPEL, esta falha acontecida no seu caso precisaria ser melhor averiguada. Você já tentou falar diretamente com o INSPAC que fez seu exame? Se sim, o que ele disse? Pena que estou de férias (pessoal, férias de servidor público é igual aos trabalhadores da iniciativa privada), senão iria verificar este caso mais de perto para saber o que houve e tentar ajudar.
            Abs,
            Cassio

  5. Alexandre
    5 anos ago

    Concordo com vc, piloto como a maioria da população não faz nada,só fica na porta do hamgar reclamando. Eu tive um processo injustiçado pela Anac e escrevi p o maior jornal de Brasilia , na mesma semana resolveu, e todo mundo ficou falando que era doido de fazer aquilo. Depois chamei todos aqui a se filiarem a Abrapac pu Appa Brasil, pergunta quem associou ??? Então é isso sem união vamos viver a mercê disso.

    • Romário-11
      5 anos ago

      Alexandre,parte de um comentário q fiz mais cedo,sobre as pessoas limitarem-se a reclamar,foi motivado por um entendimento em comum ao seu,de que a categoria e desunida e tem q fazer algo diferente.acho louvável a sua sugestão,e Eu mesmo conheço e pensei nas duas instituições q vc falou,bem como no sindicato,mas vejo alguns poréns:
      APPA – a appa acha q a nossa preocupação e se vamos comprar um cirrus ou um seneca,ou brigar pela homologaçãoda pista de pouso de nosso resort.minha impressão pessoal e de que a Appa esta muito afastada da nossa realidade.
      Abrapac – tenho simpatia e crença de q eles podem fazer alguma diferença,mas ainda não vi nenhuma ação efetiva q justifique a minha filiação.
      Sind aeronautas – instituição arcaica,porém necessária,e q se limita a fazer o q faz a 30 anos:discutir salários,dissídios e etc. Trabalho necessário,mas acho q não farão nada alem disso…

      • Alexandre
        5 anos ago

        Concordo com tudo o que disse Romário e vou até tentar encaminhar esta para a Abrapac, creio que realmente eles não tem uma proposta definida ou estão esperando reunir gente para definir as propostas, o que eu acho errado. Mas temos que nos apegar em algo então creio que devemos nos associar (custa R$ 90,00 por mês) já que não temos algo melhor e com o tempo criamos as propostas.

        • Cassio
          5 anos ago

          Amigos aviadores,
          Lendo todos os comentários aqui, chego a conclusão que todos estão corretos, com uma ou outra ressalva, mas de modo geral eh isso mesmo que escreveram. Um pouco de tudo, talvez.
          O mais legal que li aqui foi sobre a importância das associações. Por que nos EUA as coisas funcionam tão bem? Muito por causa das inúmeras e fortes associações de tudo quanto eh jeito que existem por lá. Na aviacao nao eh diferente. Numa democracia as associações sao as vozes dos cidadãos. Fazem pressão, fazem lobby, fazem valer sua posição, sao respeitadas.
          Conheço pessoalmente o pessoal da atual diretoria da ABRAPAC, estive presente como convidado, num evento organizado por eles em Sao Paulo, e posso afirmar que sao profissionais e estão fazendo um belo trabalho, tendo obtido algum resultado. Ainda eh cedo para exigir mais deles, afinal estão com menos de 2 anos de vida. Porém quanto mais união eles tiverem, com mais associados, mais fortes eles serão e mais e melhores resultados eles conseguirão. Isto eh fato!
          Ficar apenas reclamando pelos hangares nao vai resolver, pode ajudar a pessoa a desabafar mas nao resolve o problema de fato. Eh preciso agir! Mas agir com inteligência, por meio de associações. Da trabalho? Muito!! Demora? Simmm! Mas nao conheço outro caminho.
          Pessoal, a Anac eh reflexo da sociedade. Se a sociedade reclamar e quanto mais ela reclamar, mais a Anac vai se esforçar para atender a estas demandas. E assim que funciona. As coisas estão mudando na Anac, apesar de lentamente, mas estão.
          A mudança de gestão, ou melhor, agora parece que haverá gestão, na gpel, mostra que a situação tende a melhorar, pelo menos sentimos isso esta semana ali na Agência. Só que os possiveis bons resultados podem levar algum tempo para aparecer.
          Bons vôos a todos!
          Abs,
          Cássio

    • Chico
      5 anos ago

      Alexandre, você já é membro da Abrapac?

      Ouvi dizer q a contribuição mensal é de R$ 100,00, é isso mesmo? Tô perguntando numa boa mesmo, tô achando um pouco caro (é superior, inclusive, à contribuição ao “Aeronautas”). Vale a pena? Quero dizer, os caras tão se mobilizando, botando a mão na massa?

  6. Bruno
    5 anos ago

    Creio não ser uma atitude inteligente generalizar a situação da ANAC e dizer que falta “gente comprometida” com a aviação. Não coloquem a culpa da deficiência da ANAC não pessoas em que lá trabalham. O problema é estrutural. Na ANAC estão pessoas extremamente capazes, inteligentes e honestas, muito mais honestas do que parte dos “usuários” do sistema de aviação civil no Brasil, que tentam se aproveitar das deficiências do sistema para se beneficiar, ou vocês nunca ouviram falar em “hora bic”? Como vocês se sentiriam se recebessem todos os dias dezenas de processos para analisar, sem ter a capacitação (jurídica e administrativa) para isso, tendo uma responsabilidade civil e criminal enorme, sem nenhum tipo de proteção ou incentivo da agência. Por exemplo, caso algum piloto ou empresa falsifique documentação pra se beneficiar e cause um acidente, é capaz de ainda saírem ilesos, mas o servidor que analisou o processo pode ser preso. Infelizmente, como qq coisa no Brasil, os processos são burocratizados para impedir que uma minoria suja se aproveite do sistema… O que vocês iriam preferir, atrasar o processo ou assumir a responsabilidade por um acidente aéreo? Além disso, pode parecer o “mantra clássico” reclamar por falta de pessoas, mas é a pura realidade. Os EUA tem uma aviação 10x maior do q o Brasil mas o FAA, em termos de funcionários e infra estrutura, 20 ou 30x maior… Bom de qq maneira, só não concordo com a generalização e com a condenação dos servidores, inspetores e analistas q estão dando a cara a tapa… se exitem culpados, são os gerentes, superintendentes, diretores e presidentes…. além dos nossos governantes é claro…

    • Romário-11
      5 anos ago

      Concordo em parte,Bruno. Como vc escreveu em primeira pessoa,presumo q seja servidor da ANAC. Isso q vc mencionou existe e e desonestidade. Entratanto,os honestos tb são punidos pela arbitrariedade da Agencia e por seus inspetores,PRINCIPALMENTE pela arbitrariedade na interpretação das regras, q são escritas de uma forma dúbia!
      Apenas para ilustrar,onde no rbac 61 esta escrito que a LICENCA de PLA e só p quem voa em 121?!? Isso e invenção de vcs e e um retrocesso em relação ao regulamento anterior,e uma diferença em relação ao preconizado pela icao (com certeza não foi tratada como tal pela ANAc), e e uma restrição injustificada aos direitos do cidadão,o q e proibido pela lei do processo administrativo,q presumo q vcs (não) conheçam.
      E o q dizer dos PPs q já tinham checado,Pu q cumpriram os requisitos do rbha qdo da mudana pro rbac,e ate hj estão com o processo em analise?!?
      Os justos estão sendo punidos pelos pecadores,então eu entendo a sua frustração qdo falamos q a Anac toda e incompetente (o q não e verdade),mas então vc tem q entender a nossa ao sermos tratados como bandidos.
      Aguardamos respostas…

      • Bruno
        5 anos ago

        Romário, você está certo, sou sim servidor da ANAC, mas não sou piloto e não trabalho na GPEL, que é o setor com maior número de reclamações por parte dos usuários do sistema. Como disse antes não nego que a ANAC tem diversos problemas, mas meu ponto é que não adianta colocar a culpa nos inspetores. E tenho certeza que ninguém na ANAC quer tratar pilotos ou empresas como bandidos. Não são os inspetores que “invetam” as interpretações ou os regulamentos. A função dos inspetores é aplicar o regulamento, seja ele qual for. Os inspetores não tem autonomia para interpretar, amenizar ou endurecer os regulamentos, eles podem apenas aplicá-lo. E se não o fizerem, estarão descumprindo a lei e podem responder por isso. Existem gerências específicas na ANAC para elaboração, revisão de regulamento. Essas gerências que devem ser cobradas. Antes de serem publicados, os regulamentos ficam em consulta pública para receberem sugestões de qualquer cidadão. É impressionante o quão baixo é o número de contribuições recebidas. Existe o RBAC 11 que define o processo formal para que qualquer pessoa possa solicitar revisão ou alteração de regulamento, desde que devidamente embasado. Eu nunca soube de alguém que fez isso. Grande parte das reclamações contra a ANAC vem acompanhada da frase “qdo era o DAC isso não acontecia”. O DAC sim era cheio de “esquemas” e vocês sabem disso. Os regulamentos da época eram praticamente os mesmos de hoje, mas simplesmente não eram cobrados. Assim os usuários do sistema fingiam que cumpriam o regulamento e o DAC fingia q fiscalizava. Esse também não é o caminho correto. Resumindo, você reclamou que os pilotos são tratados como bandidos injustamente, mas também não se pode tratar todos os servidores da ANAC como corruptos, preguiçosos, etc. Todos tem de trabalhar juntos para mudar a situação, cada um fazendo a sua parte. E não tiro a razão de vocês reclamarem, eu ate incentivo. Sou o primeiro a querer mudanças. Os verdadeiros culpados são os que possuem cargos gerenciais na ANAC, puramente políticos, sem serem capazes de gerenciar equipes e priorizar ações. São escolhidos para chefes quem for dar menos “trabalho”. Desculpe se ofendi alguém, essa não foi minha intenção, eu só queria dar uma visão um pouco mais abrangente “do outro lado” da história.

        • Romário-11
          5 anos ago

          Bruno,elogio a sua resposta,sobretudo ao esclarecer alguns pontos,como o rbac 11 q confesso q desconhecia.
          Ah,e muitos de nos conhece a GPNO sim,mas ate onde sei,ela ainda e chefiada por uma certa pessoa de uma certa empresa publica de administração aeroportuária e q também só quer F… A vida dos pilotos?!?
          Se ainda for ela,comprova q vc esta certo ao criticar os cargos na Anac…

    • Nelson Oro
      5 anos ago

      Você é funcionário/servidor da ANAC?
      Tem algum parente lá?
      Sua colocação me pareceu apressada em defender entidades, indivíduos e situações que vc mesmo parece desconhecer!
      Sem nenhuma crítica à sua posição, devemos ter critério, bom senso e equilíbrio para analisar com cautela e realismo o que estamos testemunhando.
      Grande abraço e boa sorte!
      Nelson.

  7. Fred Mesquita
    5 anos ago

    O problema maior hoje na ANAC é a falta de pessoal. Atualmente estão com uma deficiência de mais de 1.000 profissionais, no qual a culpa maior é mesmo do Governo Federal, que não cria nenhum mecanismo para essa deficiência acabar.

    Devemos sim, reclamar da ANAC, mas muito mais do nosso Governo, que só se preocupa com recebimento de propinas…

    • betoarcaro
      5 anos ago

      Gente “Errada”, nos lugares errados!!
      Esse é o problema da ANAC!!
      Não falta pessoal.
      Falta gente competente, menos “Acadêmica”, menos “Política”!
      A ANAC precisa de gente inteligente!!
      Vocês conhecem alguma regra, que a ANAC tenha “Inventado”(pra não dizer outra coisa) que tenha melhorado “diretamente”, a Segurança de Vôo, por exemplo??
      Nunca vi nenhuma!!
      Profissionais de Aviação de Verdade, na ANAC, são rarissimos e são os menos valorizados.

      • Raul Marinho
        5 anos ago

        O discurso do “falta gente, falta equipamentos, é tudo goela abaixo” é o mantra clássico do servidor público. Sempre, em qualquer situação, você vai ouvir essa justificativa para a má qualidade do serviço público. No caso da ANAC, falta gente mesmo, tanto é que eles estão fazendo um concurso neste momento. Mas o que falta mesmo é isso que o Beto falou: gente séria e comprometida com a aviação. Isso é realmente escasso na ANAC, especialmente nos cargos de chefia e direção.

    • Romário-11
      5 anos ago

      Mas este e o problema da sociedade brasileira e também de nos,usuários dos serviços da ANAC: reclamar. Todo mundo reclama,mas alguém age?
      Qdo precisei,escrevi p a ouvidoria,e eles ate q se moveram e me ajudaram!qtos aqui já escreveram cartas bem escritas e bem embasadas p a ouvidoria,para a GPEL,para a SSO? Quem já escreveu p a imprensa,expondo motivos e embasamento legal?ou pra comissão da Aviacao civil no senado?
      Já sabemos a resposta de quem escreveu:muito poucos,ninguém praticamente.sob a justificativa de “que nada no Brasil funciona”,”que a Anac e uma merda”,”que o PT e corrupto”, e demais justificativas comodistas,a maioria das pessoas se limita a isso:reclamar!
      Acho q este excelente site,em conjunto q alguns poucos outros bons sites,nos da espaço para discussão,mas + q isso, para fazer alguma coisa.
      Agora:se todo mundo só tiver a atitude de q ta tudo ruim,aí realmente a omissão e a reclamação e o único alivio p nossa frustração.

      • Alexandre
        5 anos ago

        Concordo com vc, piloto como a maioria da população não faz nada,só fica na porta do hamgar reclamando. Eu tive um processo injustiçado pela Anac e escrevi p o maior jornal de Brasilia , na mesma semana resolveu, e todo mundo ficou falando que era doido de fazer aquilo. Depois chamei todos aqui a se filiarem a Abrapac pu Appa Brasil, pergunta quem associou ??? Então é isso sem união vamos viver a mercê disso.

  8. betoarcaro
    5 anos ago

    Se mexe, pra melhor, ou pra “Pior”??
    Difícil né ??

    • Magno J C Ferreira
      5 anos ago

      Hi Beto ! Tomou Doril ?Rsssss Abs. Magno

  9. Humberto
    5 anos ago

    Braziu! Ziu! Ziu! Não há Joaquim Barbosa suficiente para consertar isso aí!

  10. Sei não. Acho que a ANAC já perdeu a vergonha na cara. Infelizmente. O que já aconteceu de coisa errada e coisa não mudou.

  11. Yankee Tango
    5 anos ago

    Tomara que tomem vergonha na cara e prestem um serviço descente e condizente com o valor das GRUs pagar, para checar o PC/MLTE/IFR gastei mais de R$ 400,00 e té agora nada quase 80 dias.

    Raul terias como colocar o link da matéria completa da Veja?

    sds

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Não é uma matéria completa, são só essas duas notas mesmo. E não há link disponível, eu digitei o que li na revista.

Deixe uma resposta