Caso real sobre como está o mercado de trabalho para INVAs atualmente

By: Author Raul MarinhoPosted on
956Views42

Abaixo, está reproduzido o anúncio de uma vaga para INVA, recentemente ofertada por um aeroclube paulista. Não vou citar o nome da instituição porque não é objetivo deste post “fulanizar” a discussão – mesmo porque esta situação não acontece só lá. Mas vejam o anúncio, que depois eu comento.

Processo Seletivo para Instrutor de Voo de Avião – Entrevista em 16/11/2012.

Características da Vaga:

Equipamentos operados pela Escola : AB11, C150, ou C172.

Valor pago por hora voada : R$ 15,00.

Situação do vínculo para com a Escola: Profissional Autônomo.

Número de Horas em média voadas por mês por Instrutor : 80 horas.

Período de Trabalho: Segunda a Sexta Feira das 0600 as 1230hs ou Segunda a Sexta Feira das 1200 as 18:30hs

Semana de 05 dias com jornada diária de 04 horas de voo.

Inicio : Imediato

Caso o Sr tenha interesse em realizar uma entrevista e uma possível avaliação técnica no próximo dia 16/11, pedimos responder a esta mensagem.

Observação:
A Escola oferece, sem qualquer compromisso, a possibilidade de alojamento ao custo de R$ 150,00/Mês.

Sem mais pelo o momento,

Fulano de Tal
Diretor de Instrução
Aeroclube de Xinxerê da Serra

Comento

Viram? Bem, em primeiro lugar, é praticamente impossível que um INVA que trabalhe em meio período, e somente de 2ª a 6aª feira (este aeroclube não abre aos finais de semana), consiga voar 4h/dia, todos os dias. Há que se contar com biefing/debriefing, problemas meteorológicos, avião quebrado, aluno faltando (ou atrasado), etc. Mas sejamos otimistas, e vamos contar com uma média de 60h/mês. 60 x R$15 = R$900. Supondo que o aeroclube ofereça mesmo o alojamento prometido a R$150/mês, sobram R$750 . Mais uns R$15/dia para o sujeito tomar café, almoçar e jantar, lá se vão mais R$450 – sobram R$300. Se for necessário renovar o CMA, já deu para pagar a taxa… “Num tá bão?” (Estou sendo irônico, pelo amor de Santos Dumont!).

Eu tenho muito a dizer sobre esse fato, mas não gostaria de influenciar o julgamento dos leitores antecipadamente. Por isso, vou parar por aqui, e deixar que vocês comentem o assunto com total liberdade, e não vou nem retrucar o que for dito. Depois eu publico um novo post com meu ponto de vista sobre o assunto.

42 comments

  1. vinicius
    2 anos ago

    AMIGOS QUERIA SABER INFORMAÇÕES SOBRE A ESCOLA FRISONFLY, ALGUEM FEZ O CURSO LÁ? OU TEM INFORMAÇÕES QUE PODEM ME PASSAR DO QUE OLHAR, ONDE OLHAR?

  2. E helicóptero? Aqui em MG é R$ 800,00/hora (para o Aluno), alguém faz idéia de quanto ganhar um instrutor?

  3. José
    5 anos ago

    alguem sabe onde fica esse aero to precisando!!!!!!!!!!!!

  4. Lopes
    5 anos ago

    Agora vocês entende o por que do novo RBAC para INVA, e para poder acabar com esta pratica.

    No caso agora, esta pratica não vai ser mais possível, pois nem todos vão querer ser INVA.

    E fazendo com que o INVA seja mais valorizado.

    E so esperar entrar em vigor pra esta pratica acabar…

    Chega logo 2013!

  5. Fred Mesquita
    5 anos ago

    Nãp adianta perguntar que não vou falar onde é, mas aqui no Nordeste um INVA recebe, no mínimo R$ 40,00 por hora de instrução, fora o salário fixo em carteira, que é de R$ 2.000

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Mas estão contratando? Inclusive recém-formados? E pegam forasteiros, ou só os formados no próprio aeroclube?

    • Fredera, posso dar o meu palpite de qual escola vc esta falando?

      • Fred Mesquita
        5 anos ago

        Raul, são contratados com carteira assinada e todos os demais direitos; não são recém formados, são formados ha mais de 10 anos, com no mínimo 2.000 horas de INVA; pegam forasteiros sim (já pegaram alguns) mas tem que ter a experiência que acabei de falar; os recém formados não têm chance nenhuma pois o dono da escola prima pela segurança de voo e escolhe o INVA com muita experiência de voo e boa capacidade de tomada de decisões.

        Alisson Santana, nem precisa falar… kkkk… é essa escola mesmo… kkkk… e falando aos demais, esta está bem próxima de ser a maior e mais bem equipada do Nordeste (se já não for…).

        • Raul Marinho
          5 anos ago

          Bem, mas aí nem dá para comparar, né? E R$40/h, nesse caso, é ate pouco.

          • Fred Mesquita
            5 anos ago

            Nessa escola, o mínimo que um INVA tira por mês é R$ 4.000 . Alguns chegam a receber R$ 6.000 normalmente… é pouco ????

            • Raul Marinho
              5 anos ago

              Para quem tem mais de 2.000h e 10 anos de formado, que poderia estar voando na aviação comercial ganhando R$16mil como comandante (ou mesmo em relação a um copila da comercial ou a um comandante da geral, que vai estar na faixa de R$8mil a R$12mil), é pouco, sim.

              • Fred Mesquita
                5 anos ago

                É Raul, mas onde estão os empregos ????…. nessa escola já saiu uns 4 INVAs por que conseguiram emprego de comandante… é a velha e conhecida história: “Tem que estar na vitrine”…

                • Raul Marinho
                  5 anos ago

                  E essa mega-escola do NE, está contratando?

                  • Fred Mesquita
                    5 anos ago

                    Raul, devido à grande quantidade de INVAs espalhados no Brasil e também devido à grande procura de profissionais em busca de trabalhar nessa escola de voo, o proprietário hoje faz uma seleção muito rígida nas novas contratações, mesmo porque o propósito dele é mesmo o de contratar os pilotos mais antigo e os já aposentados. aqueles com dezenas de milhares de horas voadas; filhos já criados; com poucos ou quase nenhum problema financeiro ou de ordem trabalhista; pilotos que têm o prazer de voar e de ajudar aos novatos e principalmente, pilotos que já não aguentam mais ficar longe de casa, voar à noite e voar fora de hora. Por isso é que o salários desses INVAs na escola são um complemento salarial, já que alguns já estão aposentados.

        • Tb acho que já deva ser uma das melhores do NE

  6. André Pavin
    5 anos ago

    Uma pena que pessoas que vão colocar futuros pilotos no mercado estão sendo tão mal tratadas, logo eles (com suas exceções é claro), que deveriam ser tão bem remunerados e com bons benefícios.

  7. Daniel Andrade
    5 anos ago

    Sem levar em conta a qualidade, do ponto de vista da Oferta X Procura, penso que vai reduzir muito a quantidade de INVAs no mercado se esse valor for utilizado como referencia… Mas também penso que a qualidade pode “sustentar” por algum tempo essa oferta, o que fará com que bons pilotos ou pessoas realmente interessadas em instruir saia do mercado, e só reste aquelas que apenas querem horas de vôo…

    Tenho medo de imaginar o comprometimento desse profissional.

  8. Renato
    5 anos ago

    É complicado…mas ou ficamos parados, ou nos entregamos a esse absurdo…o que fazer?

  9. Fornasier
    5 anos ago

    A discussão não é o aeroclube e sim regulamentar através do sindicato a função de instrutor de voo, assim como taxis e linhas tem um salário mínimo a ser pago aos tripulantes assim como diarias tudo prescrito na lei o mesmo deveria acontecer com a função de instrutor de voo, com isso e a Anac obrigaria os aeroclubes e escolas a conceder carteira assinada a estes tripulantes. Precisamos de uma vez por todas pensar em aviação como algo extremamente profissional e se não cuidarmos bem de nossa base ser piloto ficara cada dia mais dificil. Estamos vivendo um momento que a iniciativa privada esta começando a investir mais fortemente em escolas e estas medidas tendem a assegurar os direitos daqueles que voam. O aeroclube que fez a pratica acima é apenas mais um exemplo, conheci ja propostas piores e cabe a nós criarmos movimentos para que o sindicato e a Anac atuem mais fortemente e criem leis e normas que protejam os intrutores de voo.

  10. E eu penso que muitos INVAs recem checados irão enxergar essa vaga como um “estágio” e aceitar essa oportunidade de trabalho no estilo “I will fly for food”, e vão justificar essa troca de seis por meia dúzia com o jargão: “Ah! Tá bão. Pelo menos to somando horas e não tô parado?”.

    Se isso é errado? Não me julgo apto a julgar a situação ehehe… mas pra mim, não daria. Nem pra começo nem em fim de carreira. Não dá pra sair coisa boa de onde se recebe 15 mangos por hora de voo de instrução. É uma coisa séria de mais pra custar tão pouco.

  11. Skyhawk
    5 anos ago

    Eu fiquei muito curioso em saber qual seria esse Aeroclube. Pelas aeronaves citadas e valores de hora de vôo baixos como foi citado, seria aquela localizada em SBAQ ? Grato.

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Vc está certo, e vários outros leitores já adivinharam que aeroclube é. Estou entregando o ouro logo de uma vez porque não é minha intenção fazer mistério só para apimentar a discussão. Mas, de qualquer maneira, não gostaria que os comentários descambassem para as criticas e defesas deste aeroclube em especial. A idéia é debater o caso em tese, mesmo porque, como disse, a situação não é exclusiva deste aeroclube.

  12. Skyhawk
    5 anos ago

    Meu.. R$15,00/hora??? Isso não pode ou deve acontecer. Esse Aeroclube está nivelando por baixo a capacitação de qualquer INVA. Até pedreiro ganha muito mais que isso! Eu morreria de fome mas jamais me sujeitaria a receber um valor como esse. Acho que todos deveriam se recusar e esse aeroclube ficar sem nenhum INVA. O exemplo de valorização do profissional deveria partir dessa entidade e não mostrar que o início de carreira é menos valorizado que um recepcionista. Ainda bem que existem aeroclubes concientes que remuneram o justo pelo menos. Que abusurdo… fiquei revoltado com isso!

  13. Leandro
    5 anos ago

    Pois é, eu sei qual Aeroclube se trata e posso garantir que se pagassem R$ 100,00 a hora eu não voaria como INVA. Digo isso pois fui até lá voar e as condições encontradas são péssimas (desde estrutura até manutenção).

    Concordo totalmente com o André. Enquanto houver INVA que se disponha a voar nesta condições, infelizmente veremos casos e mais casos como este.

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Eu tbem estive lá, e concordo que as instalações são péssimas. Mas, segundo dizem, a manutenção deles é boa – e, convenhamos, se não fosse, estaria havendo uma carnificina por lá, dado o tanto que eles voam…

      • Leandro
        5 anos ago

        Pois é, nem vou comentar o que vi por lá para não gerar mais polêmica, porém até pensei em denunciar junto à ANAC.

        • Raul Marinho
          5 anos ago

          Se vc viu alguma coisa lá que comprometa a segurança, é sua obrigação denunciar.

          • Leandro
            5 anos ago

            Pois é Raul, concordo com você, mas recorda-se quem é o chefe de manutenção por lá? Acredita que minha denuncia traria alguma punição ou melhoria para o Aeroclube?

            • Raul Marinho
              5 anos ago

              Não sei quem é o chefe de manutenção de lá, vc poderia dizer?

              • Leandro
                5 anos ago

                O esposo da presidente…

                • Raul Marinho
                  5 anos ago

                  E que influência isso teria numa denuncia à ANAC ou CENIPA?

                  • Leandro
                    5 anos ago

                    Que todas as cadernetas de inspeção devem estar rigorosamente em dia e que é isso que conta para a ANAC e CENIPA. Ou seja, seria uma denuncia vazia, nula.

                    • Raul Marinho
                      5 anos ago

                      Não necessariamente. Se vc tem alguma evidência de risco à segurança, mesmo com a documentação ok, vc pode enviar um RELPREV ao CENIPA, denunciando. Se estiver bem fundamentado, surtirá efeito, pode ter certeza.

  14. Infelizmente, enquanto houver INVA fazendo fila na porta, o cara não tem porque mudar a remuneração.
    É aquela velha briga entre oferta e procura.
    Não estou dizendo que é correto, ou muito menos ético.

  15. Gustavo
    5 anos ago

    Raul, pelos números que vc apresentou já até imagino qual aeroclube é…é um tal aeroclube que vende as horas de voo com valores muito abaixo da média, não é mesmo? Eu realmente nunca quis ser INVA, porém hoje depois de tomar “fora” até de táxi aéreo de MANAUS, to pensando diferente e vou fazer o INVA.

Deixe uma resposta