Ainda os “800 para mais” novos aeroportos brasileiros

By: Author Raul MarinhoPosted on
301Views12

Pois é, né? Parece que nem no próprio governo essa história dos “800 para mais” novos aeroportos brasileiros caiu bem. Vejam abaixo o que saiu na coluna da Sonia Racy, publicada no Estadão de 15/12:

Mistério no céu

Poucos entenderam a lógica do plano de Dilma em construir 860 aeroportos (um para cada seis cidades no Brasil) – baseado no modelo europeu –, em 30 anos.

Esta coluna procurou investidores, empreiteiros e empresas aéreas e ninguém se arriscou a comentar publicamente a ideia. A Anac avisou que não era com ela. E Wagner Bittencourt passou o dia de ontem na Casa Civil.

Nas internas, as críticas são fortes.

…E se os especialistas em aviação estão atônitos, imaginem o público leigo!? Vejam abaixo o que comenta um leitor de O Globo, na edição de hoje (fonte: Aeroclipping do SNA):

Aeroportos

A presidente Dilma falou em Paris do plano de construir 800 aeroportos. Conseguiu manter em segredo, longe da imprensa, Só faltou dizer para quando: 2014, junto com a Copa; 2016 junto com as Olimpiadas ou 2302 junto com mais uma eleição ganha pelo PT e para comemorar os 300 anos de administração bem sucedida com o país crescendo a astronômica taxa de 0,0001% ao ano.
SAMUEL PUSTILNIC
RIO

Estou ansioso para a Soberana retornar ao país, e detalhar aos nativos como será essa história de construir “800 para mais” novos aeroportos no Brasil… E, principalmente, saber como ela vai fazer para adequar a necessidade extra que essa aeroportaiada vai gerar em termos de controle de tráfego aéreo, de capacidade de fiscalização da ANAC, de formação aeronáutica, etc.

12 comments

  1. Fred Mesquita
    5 anos ago

    Uma das maiores obras do antigo Presidente Molusco e atual da Dilma é a “Transposição do Rio São Francisco”, no interior Nordestino, no qual já foram gastos bilhões e se encontra totalmente abandonada e inacabada. Prometer é fácil. Mentir também….

  2. Dr. Traffic Calming
    5 anos ago

    Depois das 6 mil creches que são só sete, Dilma vai deixar de construir 800 aeroportos

    (trecho)

    O comício em Fortaleza confirmou que o espetáculo da tapeação não pode parar. O Brasil que Lula inventou e Dilma aperfeiçoa é tão deslumbrante que, se melhorar, estraga. Nada a ver com o país infestado de governantes ineptos, ministros corruptos, parlamentares vigaristas e quadrilheiros de estimação. Esse Brasil de verdade castiga o bolso e a paciência dos habitantes com licitações fraudadas, roubalheiras espantosas, colossos que nunca ficam prontos, canteiros de obras desertos, maluquices em ruínas emonumentos ao desperdício. O governo não cuida do que existe nem executa o que planeja, mas é muito inventivo.

    Os programas ou projetos federais, por exemplo, já não são enterrados quando morreram. Por falta do atestado de óbito, continuam oficialmente vivos. O Fome Zero, o Primeiro Emprego, o PAC da Copa, o PAC da Olimpíada ou o Segundo Tempo, por exemplo, morreram de inépcia, de ladroagem, de inoperância, de politicagem ─ ou da soma dessas pragas tropicais. Permanecem no porão dos fracassos insepultos,para que os brasileiros que pagam todas as contas não enxerguem os naufrágios que financiaram nem os embustes eleitoreiros em que embarcaram.

    É o caso do terceiro aeroporto de São Paulo, que começou a tomar forma em 20 de julho de 2007, na entrevista coletiva concedida por Dilma Rousseff em Congonhas. “Determinamos a construção de um novo aeroporto e a expansão dos já existentes. Os estudos ficarão prontos em 90 dias”, acelerou a Mãe do PAC já na largada do falatório. Onde seria construído?, excitaram-se os jornalistas. “Não sabemos onde será e, se soubéssemos, não diríamos”, ensinou Dilma. “Jamais iríamos dizer isso para não sermos fontes de especulação imobiliária” (veja o vídeo abaixo).

    Cinco anos e meio depois, Cumbica e Congonhas estão na antessala do colapso e o terceiro aeroporto não existe. Nesse período, sempre em parceria com o chefe, padrinho e agora preceptor, Dilma fez de conta que reformou Viracopos, construiu o trem-bala, ressuscitou a malha ferroviária e espalhou aeroportos pela rota da Copa de 2012. e ainda achou pouco. Na visita à França, resolveu assombrar uma plateia de empresários com a novidade de dimensões chinesas: a presidente que não construiu nenhum aeroporto vai fazer 800 de uma vez só.

    “Oitocentos aeroportos parecem muitos, não?”, perguntou a jornalistas brasileiros um perplexo Tony Tyler, executivo chefe da Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). Deveria ter buscado informações com gente menos desinformada ─ e menos compassiva com um governo que esconde a indecorosa nudez administrativa com fantasias que fundem muita propaganda, muita discurseira e muito cinismo.

    Por ignorância ou má fé, a imprensa limitou-se a reproduzir o absurdo. Existem no Brasil 721 aeroportos ou aeródromos com pistas pavimentadas, quase todos em estado lastimável. Dilma decidiu dobrar esse número porque os eleitores de todas as cidades com mais de mil habitantes merecem andar de avião. Os jornalistas só desconfiaram da conversa de hospício dois dias mais tarde. e então se soube que Dilma, antes da viagem, examinara numa reunião com assessores da área um plano que prevê a construção de menos de 50 aeroportos.

    Viraram 800 porque Dilma Rousseff mente compulsivamente, e com a naturalidade de espiã de cinema. A candidata à presidência da República passou a campanha de 2010, por exemplo, prometendo inaugurar 6 mil creches nos quatro anos seguintes. Passados dois anos, construiu sete. Aplicada aos 800 aeroportos, essa conta permite calcular quantos estarão em funcionamento no fim de 2014. Nenhum.

    http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/depois-das-6-mil-creches-que-sao-so-sete-dilma-vai-deixar-de-construir-800-aeroportos/

  3. amgarten
    5 anos ago

    Já se fala em 50… Eu acho que no fim não se construirá um único que seja.
    Vejam:
    http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/direto-ao-ponto/depois-das-6-mil-creches-que-sao-so-sete-dilma-vai-deixar-de-construir-800-aeroportos/

  4. Chumbrega
    5 anos ago

    Eu vejo progresso sim na fala da Presidente.

    Ela pelo menos disse que ia fazer alguma coisa. E os anteriores, que nada fizeram?
    Agora, podemos cobrá-la por uma promessa feita. Os anteriores, nem cobrá-los podíamos…

    Apenas um outro comentário: vcs realmente acham que o governo atual é realmente pior que o “anterior”, ou que o “anterior ao anterior”, ou que “o anterior ao anterior do anterior”?

  5. Carlos César
    5 anos ago

    Sério, tantos problemas na aviação e a Dona Dilma resolve bancar a humorista de mau gosto! Deve estar achando que somos otários!

  6. Fabio
    5 anos ago

    800 novos aeroportos e todos os planos de voo serão feitos
    por um único telefone na AIS de Congonhas, segundo o plano de
    expansão que começa com Marte em Janeiro/2012.

  7. Gustavo C
    5 anos ago

    Enquanto isso, SBFL sem pistas de taxi, SBRP com TWR improvisada, etc

    • amgarten
      5 anos ago

      Boa Gustavo, lembrei-me do “conteiner ribeirao” …

  8. Desculpem os erros de português.

  9. Fácil de entender…

    1 – Lulla, o molusco estava junto fazendo não se sabe o quê com ela na França sendo acusado de ser o chefe do mensalão.
    2 – O Brasil vive um falso “País das Maravilhas” com um PIBinho do cada vez mas projetado para baixo

    Ela tinha que inventar uma propaganda enganosa para desviar o foco dos europeus dessas situações.

    Acredita quem quer…

  10. Aline
    5 anos ago

    Tambem estou ansiosa pelo retorno dela e pelos sus posteriores comentarios. Vamos ver ate onde vai essa historinha do maravilhoso mundo de dilma roussef!

Deixe uma resposta