“Porque eu quero ser um piloto”

By: Author Raul MarinhoPosted on
1082Views18

Eu recebi o texto abaixo reproduzido do Beto Arcaro – que, por sua vez, o obteve aqui. É uma redação feita por um aluno da 5ª série nos EUA (uma criança de uns 10-11 anos, portanto), mas que é incrivelmente semelhante à forma de pensar de muito marmanjo no Brasil. Um dia não termina sem que eu receba um e-mail, uma mensagem de Facebook/Twitter ou alguém comente no blog alguma coisa que seja exatamente igual ao que o rapazinho escreveu. Como quem pensa assim geralmente não entende inglês, eu tive a paciência de traduzir a redação do moleque, e daqui para a frente, eu vou recomendar este texto sempre que me escreverem com questões infantis sobre a aviação. Espero que a marmanjada se toque…

kidPorque eu quero ser um piloto

Quando eu crescer, eu quero ser um piloto porque é um trabalho divertido e fácil de se fazer. É por isso que há tantos pilotos voando por aí nestes dias.

Pilotos não precisam de muita escola. Eles só precisam aprender a ler números para que eles possam ler seus instrumentos.

Eu acho que eles precisam ser capazes de ler um mapa rodoviário também.

Pilotos têm que ser corajosos para que eles não fiquem apavorados se o tempo estiver nublado e eles não puderem enxergar, ou se uma asa ou um motor entrar em pane.

Pilotos têm que ter bons olhos para enxergar através das nuvens, e eles não podem ficar com medo de trovões ou raios porque eles estão muito mais próximos deles do que nós estamos.

O salário que os pilotos recebem é outra coisa que eu gosto. Eles ganham mais dinheiro do que eles conseguem saber o que fazer com ele. Isto é porque a maior parte das pessoas acha que pilotar um avião é perigoso, exceto os pilotos, porque eles sabem como isso é fácil.

Eu espero que eu não fique enjoado no avião, porque eu enjoo no carro, e se eu enjoar no avião, eu não poderei tornar-me um piloto, e então eu terei que ir para o trabalho.

18 comments

  1. Bruno Martins
    4 anos ago

    Eu vou entrar na AFA e pretendo me tornar um piloto de caça..
    Acho essa área da aviação a melhor e mais emocionante…
    Esse é meu sonho: Me tornar um dos melhores pilotos de caça do Brasil e quem sabe do mundo..
    Adoro velocidade.. E chegar a ultrapassar a velocidade do som me agrada muito.. kkkk
    Não me importo com o salário..
    Eu só quero fazer algo diferente que fique gravado na história…

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Boa sorte!
      E reze para que a FAB ainda tenha caças supersônicos quando vc se formar na AFA.

  2. Mateus
    5 anos ago

    Olá Raul,

    Meu nome é Mateus tenho 14 anos, queria saber como me tornar um piloto de avião (PC), aquele que leva os povos pros lugares.
    Sempre tive esse sonho de me tornar piloto, pessoas botaram em minha cabeça que é caro, é pra quem tem dinheiro, mas meus pais vão ajudar e estou juntando, kk.
    Como faço para me tornar piloto?
    Qual faculdade?
    Quantos anos?
    Essas coisas assim, me informe por favor.

  3. Carol
    5 anos ago

    “Porque eu quero ser um piloto”

    Olá! Meu nome é Carol e meu maior sonho é poder voar, não porque uns dizem que a profissão é fácil. Bom, não acredito que uma máquina de 140 toneladas não nos exija muita concentração e responsabilidade.
    E a coisa mais difícil que há, em todas as profissões, é o relacionamento com pessoas. Apesar de se tratar de um avião, ainda sim é preciso lidar com pessoas diariamente, como qualquer outra profissão, não é nada fácil.

    A questão dos “estudos” é um assunto totalmente individual. Mesmo eu querendo fazer parte da aviação brasileira ou estrangeira, mesmo um dia sonhando em servir à Aeronáutica ou à Infantaria do Exército, em qualquer profissão, sempre fui fã de Monteiro Lobato e sempre quis seguir os seus passos. Ele que foi poliglota, humano e com cursou várias faculdades e teve 9 profissões. Cada dia de nossas vidas aprendemos algo diferente, talvez na correria nos passe despercebido, mas há sempre algo para aprender.

    Coragem? “Duas doses diárias pra mim, por favor!” Para continuar enfrentando os obstáculos, que são tantos, mas que apenas me motivam a seguir em frente. E olha, são muitos, nem por isso questiono as vontades de Deus, só agradeço pela experiência que me fortalecerá. Tenho 20 anos, trabalho 5 dias por semana e aos sábados e domingos faço uns extras, curso uma faculdade e acabei de ganhar uma filhinha. Ela tem 54 anos e está muito doente… minha mãe! Mesmo assim, não desisto dos meus sonhos, e ela faz parte de todos eles.

    Medo? Quem tem amor não sente medo. Eu transportaria 400 pessoas e as protegeriam como se todas elas fossem a minha família. E se por ventura uma tragédia acontecesse, eu agradeceria à Deus por ter me permitido viver um sonho e por ser privilegiada por passar meus ultimos minutos de vida fazendo o que eu mais amava.

    Salário… Sobre isso acredito que só vocês (pilotos) que estão lendo isso agora podem me responder. Dinheiro traz conforto, mas paga a saudade dos filhos, esposa, família? Creio que seja um investimento à longo prazo para o deleite da família. Eu que sempre chegava em casa e minha mãe já estava dormindo, meus pai e alguns irmãos, até hoje vejo 2 vezes ao ano. Sou forte, eu consigo!

    Há muitos anos atras, quando eu tinha por volta de 7 anos, minha mãe acompanhou sua patroa à uma cartomante ( isso contradiz totalmente com os costumes da religião que nós seguíamos, Cristianismo ), a mulher que estava colocando as cartas na mesa disse a minha mãe que uma de suas 2 filhas brilharia como uma estrela. Nunca entendemos essa visão. Minha irmã hoje trabalha com contabilidade, um caminho oposto da fama, tv, “estrelas”. E eu, desde que me conheço por gente, desde a nossa primeira casa que pagávamos aluguel e eu tinha 4 anos, vivia sonhando em voar, e cada vez mais intenso. Com 7 anos chegava a sonhar 4 à 5 vezes por semana que estava voando… sobrevoava minha escola… a cidade… Ai ai… sonhos… e mais sonhos…
    Há uns dois anos atras, 2010 ou 2011 eu estava na rua, à caminho de casa e andava olhando para o céu e ora para o chão para não tropeçar, e continuava a olhar para o céu, até que eu notei uma estrela tão distante, e tão brilhante que fiquei fitando-a por um bom tempo, até perceber que ela se locomovia. Me espantei, seria uma estrela cadente? Mas estava muito devagar para ser. Quando caí na real e percebi que era um avião me emocionei ao lembrar daquela cartomante de anos atras. Quem sabe seja eu, a filha da minha mãe que vai brilhar como uma estrela.

    Enjoos? Eu sinto muito quando viajo de carro. Até hoje nunca andei de avião, somente helicópteros e não enjoei. Mas acredito que esse tipo de problema é o menor de todos que eu ainda terei que enfrentar.

    Carol G. Dias – SBC – SP

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Se vc vai brilhar como piloto, eu não sei. Mas como escritora, vc tem tudo para se destacar!

      • Carol G. Dias
        5 anos ago

        Muito obrigada, estou lisonjeada. Semana que vem começo o curso de letras port/ingl. Estou estudando para entrar na aviação, e quero chegar com um diploma de um curso superior nas mãos.

    • Arnaldo
      5 anos ago

      Parabéns Carol, sou assíduo deste site e até hoje nunca vi ninguém escrever algo tão belo. Desejo-lhe sucesso na busca do seu sonho.

      • Carol G. Dias
        5 anos ago

        Muito obrigada Arnaldo!

        • Menezes
          5 anos ago

          Carol, aviação é a minha vida, larguei muita coisa por ela, trabalhei ou melhor trabalho duro para isso, durmo e acordo com esse pensamento, eu ainda estou na batalha. Tenho 30 anos esposa e filha, trabalho como técnico em eletônica, terminei o PP com muito custo, pois como a grande maioria não tenho $$$$ sobrando, passei na banca de PC e de cara fui para o PLA teórico, não tenho recursos para as horas do PC, mas fazer o que!? desistir!!! E viver o resto da minha vida olhando para cima, Eu prefiro o desafio, pois sei que vou conseguir, pode levar mais 10 anos, não me importo, enquanto isso estudo inglês (pela net), estou estudando pedagogia (bolsa integral prouni). Você não deve desistir também, ocorra e acredite no seu sonho, vale a pena, pois quando você olhar para traz saberá que fez a coisa certa.
          Muito sucesso em sua jornada.
          Att,
          Menezes

          • Carol G. Dias
            5 anos ago

            Olá Menezes!

            Sei o que vc está passando. Pois mesmo eu tendo apenas 20 anos já tenho muitas responsabilidades a cumprir como aluguel, condominio, luz, mercado, faculdade, e fora outras continhas.

            (INGLÊS)
            Eu fiz inglês numa escola excelente em SP, caso vc more na Capital ou no ABC paulista, eu posso indicá-la. Não é merchandise! É uma escola que as aulas são totalmente individuais, com 40 professores à sua disposição para que VOCÊ os escolha, com horários flexiveis que você mesmo agenda de segunda à sexta até as 22h e aos sábados até as 15h. É uma parcela beeeeeem razoável sendo 2h semanais por volta de R$ 200 !!! É pura conversação!!!

            Eu saí dessa escola porque entrei na faculdade de letras (port/Ingl), mas um dos meus professores daquela escola está me dando aulas particulares em minha residência.

            (HORAS DO PC)
            Eu não nasci num berço de ouro, muito pelo contrário, nasci numa família totalmente desarmonizada e sem grana. Porém, eu tenho planos e ja estou colocando-os em prática. Estou juntando dinheiro para comprar um terreno no interior de SP onde vive grande parte da minha família, um terreno que custa por volta de R$ 50 mil. Daqui há 3 anos, quando estarei me formando na faculdade, o terreno estará bem mais valorizado, e será essa graninha que usarei para pagar o curso e as horas. É o melhor investimento que há! Minha mãe comprou um apartamento há 3 anos por 75 mil, e vendemos o mesmo, recentemente, por 125 mil. Em 3 anos uma valorização de 50 MIL REAIS!!!

            Sonhar é sempre bom, mas nunca se esqueça de colocá-los em prática.

            Att Carol G. Dias

  4. Cmte Goulart
    5 anos ago

    Engraçado que sem conhecer nada de aviação, eu sempre pensei que seria um grande desafio e que a cada dia teria que aprender algo e mesmo assim seria pouco. Cheguei a pensar no meu primeiro dia de aula que talzes seria impossível eu fazer tal coisa. Pensei comigo como iria decolar essa máquina, falar com tanta gente, me separar de tantos helicópteros. Hoje eu vejo o quanto realmente é difícill, mais prazeroso ao mesmo tempo.O céu e o inferno andam lado a lado na aviação, hoje você pode estar no céu, amanhã no inferno, o importante é não parar de lutar e ter foco. Minha noiva faz medicina, e sempre falo com ela que ambas as profissões são muito parecidas. Estar em nossas mãos a vida de muitas pessoas, um erro pode ser fatal, mais estar em nossas mãos o poder de cuidar bem daqueles que nos contratou e sermos reconhecidos por todos pela competência de nossos trabalhos. Estamos em constante aprendizado, principalmente com o erro alheio, porque nossos erros tem que ser reduzidos a zero. Quando pensamos que sabemos alguma coisa, surge uma situação nova, a partir daí analisamos e concluímos que não somos nada. Tenho a ligeira impressão que quanto mais voo, mais vejo que conheço apenas o arroz e feijão da aviação. Aviação se resume em paciência, paciência, humildade, humildade e foco.

    Grande abraço a todos!

    Bons voos!

  5. O duro é que os marmanjos que precisam se tocar, por vezes, são mais imaturos que o autor da redação.

  6. Augusto Gentile
    5 anos ago

    Eis um rapaz que vai notar o quanto estava enganado quando era jovem… KKKKKKKKK!
    “Eu queria visitar o lugares que meus amigos acham que visito,..
    Ter as mulheres que todos pensam que eu tenho…
    E ganhar a grana que minha esposa pensa que ganho”

    • betoarcaro
      5 anos ago

      Esse é o correto da “Vida de Piloto”, no Imaginário das pessoas que o cercam:
      -“Eu queria trabalhar tão pouco, quanto minha Sogra pensa que eu trabalho”.
      -“Eu queria ganhar tão bem quanto meu Vizinho pensa que eu ganho”.
      -“Eu queria “pegar” todas as “Gostosas” que minha Mulher pensa que eu pego”.

      Tudo isso é “Pose”, mas tá cheio de gente que “Banca”!!

  7. roquini
    5 anos ago

    Confesso que antes de entrar na aviação eu não tinha noção do quanto teria que estudar!!!
    Mas isso só me deixar cada vez mais apaixonado pela aviação… =)

  8. betoarcaro
    5 anos ago

    Raul,
    Esse texto é bem antigo e se alguém se lembra, existia um “Traduzido”, pendurado numa parede do “Finado” Restaurante do Aeroclube de São Paulo.
    Na verdade, as idéias expressas neste texto, tiveram muito à ver com “cada um de nós”, no início, quando “ser Piloto” era apenas um conceito.
    Acho que à partir do primeiro vôo de instrução, da primeira semana de aulas teóricas, essas idéias desaparecem, ou pelo menos, deveriam desaparecer.
    O pior, é quando o Cara transforma o sonho em realidade,”Vira” Piloto, e continua pensando assim!
    Acreditem: Isso acontece muito!! Conheço vários…

    Abraços
    Beto

  9. Felipp Frassetto
    5 anos ago

    Hahaha! Muito bom!
    Mas, será que a parte de que “ganham tanto dinheiro que nao sabem o que fazer com ele” é verdade? hehehe.

Deixe uma resposta