Porque NUNCA ultrapassar a VNE – Acidente – Marianne

By: Author Raul MarinhoPosted on
2376Views6

Acidente VNE França

Recebi um e-mail do nosso amigo Freddy Silva com o título acima, e o link para o relatório da BEA (o CENIPA francês) – vide link no início deste post – sobre o acidente com um avião de instrução Marianne, em 2010, na França. Eu não falo francês (como a maioria dos leitores, acredito), mas vejam no relatório da BEA as fotografias da pág.10. Vou deixar que o próprio Freddy explique, com o texto que ele me enviou na sua mensagem:

Dois pilotos com poucas horas de voo. Estavam navegando com um GPS de celular, o que ajudou na reconstituição da trajetória do voo. Mas o que ajudou mesmo a esclarecer os segundos finais foi uma câmera filmadora a bordo, que foi encontrada 3 meses depois do acidente, e o SD card pôde ser usado ainda. Incríveis as fotos que mostram a atitude anormal já acima da VNE, seguidas de flutter e a asa se desintegrando, pendentes apenas pelo que restou da longarina…

Já havia ouvido falar de aviões perdendo asas acima da VNE, mas ver as imagens é sempre mais impactante, né? E a foto da deriva em flutter, então, é assustadora!

6 comments

  1. João Machado
    8 anos ago

    Linguagem de técnicos. Eu apenas queria saber o que é VNE, Vou perguntar ao meu filho, que também é piloto. Muito mais fácil!

  2. Acho que o flutter da foto foi nas asas, Raul. Eu imagino a força absurda que a asa desse planador suportou até se romper… um troço com aquela envergadura a 270km/h, imagina a força resultante de sustentação

  3. Mauricio Alves
    10 anos ago

    Caramba, meu email só tem msg do seu blog! Assim vou parar de seguir!!! Podia resumir tudo numa unica mensagem diária…

    • Raul Marinho
      10 anos ago

      Vou ver no WordPress se isso é possível.

    • Felipe de Oliveira
      10 anos ago

      Eu sigo o blog e só recebo os posts no meu e-mail, nada de anormal.

  4. Augusto Gentile
    10 anos ago

    Nunca comento acidente, porque é algo que requer investigação profunda… Mas pegar uma aeronave, colocar na vne, e ficar filmando… sei lá, me parece suicídio. Não vejo outra explicação, ainda mais que vne é coisa básica de pp.

Deixe uma resposta