Cheques/recheques de MLTE e de MNTE separadamente

By: Author Raul MarinhoPosted on
491Views16

Eu tenho recebido diversos e-mails alertando para isso, então acho que devo compartilhar, mesmo não tendo a base legal para tal (a informação é informal, embora venha de fonte de boa credibilidade). O negócio é o seguinte, pessoal: há até pouco tempo atrás, quando você rechecava o MLTE, o MNTE vinha “de brinde”. Na verdade, mesmo em caso de 1a habilitação era assim: quando eu chequei o MLTE pela 1a vez, minha habilitação MNTE foi automaticamente revalidada.

Pois muito bem, o procedimento agora mudou, e o MNTE não vem mais “de brinde” quando se checa/recheca o MLTE. De um tempo para cá, é preciso checar/rechecar o MLTE e checar/rechecar o MNTE, em dois procedimentos independentes. Pelo menos, é isso o que várias pessoas têm me reportado como sendo a maneira como a ANAC está “interpretando” o RBAC-61 quanto a isso (que, se você ler o texto legal, não vai ver nada que obrigue a agência a agir desta forma, e nem faz sentido lógico, mas enfim…): você checa o MLTE num Baron, por exemplo, e depois descola um Cessninha para checar o MNTE, separadamente. “Genial”, né?

 

 

16 comments

  1. Renato
    3 anos ago

    Gostaria muito da sua posição a respeito de um fato que está ocorrendo na minha jornada pra ter a habilitação de MLTE:

    voei as 12 horas de Instrução necessárias de MLTE entre Outubro e Dezembro /2013
    porem as escolas em geral não estão podendo checar os alunos no curso de MLTE (Segundo a ANAC as escolas estão tendo que formatar um curso especial para o curso prático de MLTE)

    Ou seja, Até hoje (Abril), 4 meses após eu ter feito o ultimo voo de MLTE… a minha escola não está “pronta” pra me checar.

    A MINHA DUVIDA, entra agora:
    Estou indo para os EUA no fim deste mês de Abril, e ficarei lá por 4 meses. ou seja FICAREI um total de 8 meses sem voar MLTE

    Ou seja, eu posso ficar parado 8meses sem voar o MLTE, pra depois que eu voltar da viagem, ai simplesmente, eu pedir o voo de cheque?
    Posso fazer isso?
    ou perderei as 12 horas do ano passado?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      A raiz do problema está no fato de a ANAC não ter um manual de curso de MLTE. Aí, para remendar a situação, a ANAC está vindo agora com essa moda de exigir que os aeroclubes tenham manuais próprios de MLTE… É daí que vem essa confusão. E quem paga o pato? Nós, claro! As horas de voo MLTE são as únicas com prazo de validade: 6 meses. Logo, vc já deve estar com voos vencendo na sua CIV – os primeiros que realizou, em outubro. E qdo vc voltar dos EUA, todos eles já terão caducado… Logo, vc vai ter que começar tudo de novo, então.

      • Renato Ribeiro
        3 anos ago

        meu deus do céu! vc tem certeza?
        acabei de conversar com o diretor da minha escola de instrução pratica, ele me informou que poderia esperar mais de seis meses sim.

        que antigamente, as horas de mlte vencia com 6meses, e agora elas não vencem mais, se passar de 6meses é só fazer uma instrução revisória e depois pedir cheque

        mas nao sei se devo confiar nele, vai que ele quer me prender na escola dele

        que pato q eu to pagando viu, PQP!

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Então veja esse artigo do RBAC-61:
          “61.195 Concessão de habilitação de classe
          (…)
          (c) Instrução para a concessão da habilitação de classe multimotor terrestre: o solicitante deve ter realizado, no mínimo, 12 (doze) horas de instrução de voo em avião classe multimotor que incluam, pelo menos, 2 (duas) horas de voo em avião do mesmo fabricante e modelo do avião a ser usado no exame de proficiência, tudo dentro do período de 6 (seis) meses precedentes à data desse exame.(…)”

  2. Enderson Rafael
    5 anos ago

    Aqui nos EUA PC MLTE é separado de PC single. Vc checa o PC/MLTE só pode voar, ganhando, em multi. Pra poder trabalhar num monomotor, tem que fazer o addon do PC/single.

  3. Balduino
    5 anos ago

    Para o cheque inicial tbem? Vou checar o PC/IFR/MLTE! Não vai validar o IFR para o MONO? É isso mesmo que eu entendi? Se for isso, é mais facil eu pagar a GRU de cheque no mono + IFR e adicionar na carteira de uma vez!

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      Não é que não vai validar o IFR para o MNTE… Não vai é revalidar o MNTE, como era antigamente. O IFR é independente de CLASSE /TIPO.

  4. Mantovani
    5 anos ago

    Amigos por favor me ajudem, em abril vence todas minhas carteiras PC/MLTE/IFR/MNTE, para eu revalidar todas terei que rechecar em um MLTE/IFR e depois MNTE visual? O IFR vai valer para o MLTE se checar assim? E se eu revalidar meu IFR em um MNTE, ele vai valer para o MLTE??
    E por ultimo, quando devo comecar com os processos ja que todos dizem que esta demorando muito??
    Obrigado e parabens ao Raul pelo site!!!

    • Celso
      5 anos ago

      Ola Mantovani!
      Eu acredito ser um total absurdo renovar o IFR em MLTE e nao valer para o MNTE,e vice versa…mas da ANARC podemos esperar tudo nao eh mesmo???
      Quanto ao prazo,segundo o aeroclube de minha cidade,estao aconselhando enviar 3 meses antes do vencimento…meu IFR vence em julho e me disseram pra renovar em maio pra vc ter ideia de como esta a coisa…

  5. Augusto Gentile
    5 anos ago

    Ah, eles vão perder a chance de te cobrar mais uma taxa de check? E de ter mais um processo, pra te travar 90 dias ou mais, e assim justificar aqueles belos salários, que são inversamente proporcionais a competência.

  6. Alexandre Pinho
    5 anos ago

    É isso mesmo, chequei meu MLTE e meu MNTE não foi revalidado, entrei em contato com a ANAC e me passaram exatamente o que fora escrito no texto, agora é separado!

  7. Celso
    5 anos ago

    Aconteceu exatamente isso comigo…apos varios e varios email enviados para a ANAC,questionando essa “jogada genial” da mesma,os quais nao foram sequer respondidos,e tambem atraves do 0800 deles,tive que rechecar meu MNTE…
    Suadades do DAC!!!!
    VOLTA DAC!!!!

  8. Nos EUA – de modo geral – o Part 61 costuma tipificar “type rating” por complexidade e/ou por peso. Agora, quando a gente checa um type rating (Gulfstream GIV, p.ex) o MEL (multi-engine/land = multimotor terrestre) eh automaticamente validado, o que eh mais do que logico, jah que trata-se de um bimotor (ou bi-reator, como queiram). Eles sao certamente mais logicos, no que tange a requisitos. Normalmente, a ANAC soh copia o que nao presta, mas pelo menos agora (1) acabaram com essa provinha periodica no SERAC (ou ASO, ou GER, sei lah), uma decoreba ridicula que nao refrescava em nada. Agora, soh faz prova quem estiver se qualificando (inicialmente) e/ou se requalificando (i.e. mais de 6 meses apos a expiracao do CHT). Afora isso, eh “Oral Test”, feito no briefing do check-ride, seja em simulador ou na aeronave propriamente dita. Tambem acabarah de vez o cheque de tipo soh em aviao. Checou no simulador, estah qualificado, sob o Part 91. Instrucao e chk em em rota eh complementar e soh para o 135 e/ou 121, seguindo o SOP e Programa de Treinamento constantes do MGO e aprovados pela autoridade. Outras duas coisas que precisavam mudar – urgentemente – era (1) o metodo de emissao de certificados e (2) voltarem a emitir o CCF. A nao-emissao de CCF eh um absurdo e viola os termos do Anexo 67 da ICAO, alem do que prejudica quem voa no exterior dependendo exclusivamente de “validations” (ex.: India, Arabia Saudita, Europa etc). Nos EUA, recebi o certificado de aprovacao no exame teorico imediatamente apos encerrar o “written test” (que hoje eh “typed”) e – igualmente – recebi a licenca provisoria (FAA ATPL), das maos do examinador, imediatamente apos encerramento do “debriefing” de check-ride no simulador, via Portal IACRA. Nao razao alguma para que seja diferente, por aqui. A ANAC tem nivel de informatizacao mais do que suficiente para poder proporcionar esse nivel de servicos aos usuarios brasileiros, o que inclusive facilitaria a vida de todo o mundo e diminuiria a “fuzilaria” diaria que hoje direcionamos contra eles.

  9. gustavo
    5 anos ago

    Isso é claramente para se fazer dinheiro. Mais horas a serem pagas, mais taxas, etc.
    OBS: E mais 3 meses pelo menos, esperando a nova CHT com o recheque.

  10. Otaviano
    5 anos ago

    Gostaria que alguém tivesse uma explicação para isso……

  11. EFRAGA
    5 anos ago

    Tá complicando cada vez mais ser aviador no Brasil, como pode uma coisa dessa! Isso é uma forma de fazer mais receita $$, pois gostaria que alguém me disse por favor onde está sentido lógico de segurança disso, então transformar tudo em aviação tipo que faz mais sentido! Carteira de C152 Tipo.

    Alguém saber me dizer como é isso nos Estados Unidos, é assim que fazem lá também?

Deixe uma resposta