…E a chapa esquentou para a Fretax!

By: Author Raul MarinhoPosted on
339Views5

Pois é… A chapa está esquentando para a Fretax, depois que um avião da empresa se envolveu num acidente, matando seus 10 ocupantes. Como se pode ver no post do link acima, no início, eu achei que não haveria irregularidades sérias no voo, especialmente quanto à necessidade do copiloto – mas logo fui convencido do contrário: o voo estava, de fato, irregular, e o copiloto era requerido na operação. Bem, mas até aí, nada indicava que essa falta tivesse uma relação direta com o acidente, e a culpa da empresa ainda não estava clara. Porém, agora a coisa está ficando mais séria, depois que esta reportagem do G1 foi ao ar: nela, um ex-funcionário da Fretax denuncia irregularidades muito mais sérias do que somente a falta de um copiloto, e que podem ter uma relação muito mais direta com o acidente.

E pode ser que isso seja só o começo, e que se revelem coisas muito piores pela frente. No fórum de discussão “Contato Radar”, há um depoimento estarrecedor sobre como ocorreriam as operações de táxi aéreo na região. Eu pretendia reproduzi-lo aqui, mas verifiquei que isto poderia ferir os termos de uso do fórum, então vou me limitar a indicar o texto: trata-se do post #71, que se encontra publicado nesta página. Se aquilo que o forista diz for verdadeiro (e eu não duvido que seja), a situação de segurança de voo na região é muito mais grave do se possa conceber.

5 comments

  1. Adriana
    5 anos ago

    Tem gente que fala muito sem saber das coisas direito… E o plano de vôo que a Fretax fez e mandou para o Decea e a Anac aprovarem?… Se foi aprovado, é pq estava regular! Nenhum avião decola sem esse plano de vôo e o mesmo é entregue mais ou menos 1 hora antes do vôo. É muito fácil só culpar a empresa e esquecer dos órgão oficiais, não é mesmo!?

    • Raul Marinho
      5 anos ago

      O problema, Adriana, é que não necessariamente se cumpre o que se informa no plano de voo. Se eles apresentaram o plano somente com 1 piloto e 9 passageiros, e ele foi aprovado, então vc tem razão. Mas quem te garante que, no plano, não constavam 2 pilotos e 8 passageiros, diferente do que ocorreu no voo real? Veja bem: eu estou falando em tese, não vi o plano, nem li nada sobre isso, mas só para vc saber que há outras possibilidades.

      • Löhrs
        5 anos ago

        Complementando: Não existe no FPL nenhum campo a informar o número de tripulantes que estão no voo. Apenas “POB” Person on Board! Pessoas a bordo. Vc informa o número certo ou TBN “To be Notified” ou “A Ser Informado”. Outra, o Clearance ou Tráfego pede: “Informe pessoas a bordo” no momento da cópia das instruções de saída (caso o piloto não tenha informado qdo preencheu o plano de voo antes), e nunca pergunta: “Quantos pilotos e quantos pax estão a bordo”.

    • Junior
      5 anos ago

      Boa noite Adriana,

      O plano de voo pode ser enviado para alguma sala AIS com até 05 (cinco) dias de antecedencia e pode ser apresentado até 45 minutos antes do EOBT. Quanto a aprovação do FPL, quem faz isso é o CINDACTA. A ANAC não tem nada com FPL e o DECEA limita e delega responsabilidades aos orgãos de controle.

      Abraço

  2. Igor Sales
    5 anos ago

    Que post assustador!

Deixe uma resposta