[Desabafo] Ôôô falta de uma roça prá carpir, hein!?

By: Author Raul MarinhoPosted on
390Views10

Lá na minha terra, falava-se das pessoas que ficavam inventando moda desnecessária que aquilo era falta de ter uma roça de café para carpir – uma crítica, à maneira caipira, do ócio destrutivo. E eu não encontro expressão melhor para qualificar o que informa esta nota do Estadão (fonte: Aeroclipping do SNA):

Santos Dumont pode ter homenagem obrigatória em aeroportos
Congresso discute tributo ao pai da aviação

O Congresso Nacional discute uma homenagem permanente nos aeroportos brasileiros ao aviador Santos Dumont. O texto, em análise no Senado, prevê um tributo obrigatório em cada terminal.

Nada contra o Pai da Aviação, é claro – um brasileiro que, a propósito, merece todo o nosso respeito! Mas com tanta coisa para fazer pela aviação em nosso país, e os nobres parlamentares ficam discutindo isso? Parece Câmara de Vereadores do interior, que só tem sessão para deliberar sobre nome de rua! (Aliás, é nisso que o Congresso está se tornando: uma enorme e superfaturada Câmara de Vereadores Federal, já que todas as decisões importantes são tomadas pelo Executivo, via MPs, ou pelo Judiciário, vida acórdãos do STF).

Desculpem pelo desabafo, mas é que me deu gastura ler essa nota no Aeroclipping hoje.

10 comments

  1. Rodrigo Edson
    5 anos ago

    Já estou até vendo as futuras matérias:

    “TCU suspende construção de busto após desvio de 3 milhões de reais”

    Dúvidas?

  2. Felipp Frassetto
    5 anos ago

    De fato, há muito para se fazer.
    Concordo com o Julio Petruchio. Poderia ser pior. Virou moda querer rever ou renomear nomes de ruas, avenidas, cidades, usinas elétricas; sempre homenageando pessoas de reputação dúbia e só pra angariar simpatia de partidos e fazer desavisados crerem na reinvenção da história. Pior ainda: vêm tentando nos fazer engolir falsos heróis. Mas, aí já é outra estória.
    O tal tributo em cada terminal bem poderia (e creio, deveria) ser algo simples, modesto. Uma estatueta, busto ou quadro já bastaria.

    Mas, claro. Isso não pode ser motivo para comodismo. Os parlamentares têm sim que fazer muito mais, pois embora seja necessário a um país ter memória, é preciso ação.

    Abraços.

  3. Julio Petruchio
    5 anos ago

    “Já que tá que vá!!!”. Poderia ser pior: uma estátua do Lulla, do Hugo Chaves, do Lênin, Stálin… Do jeito que esse (des-)governo pseudo-socialista é, não seria novidade… Pelo menos o Santos Dumont é relacionado à aviação.

  4. Chumbrega
    5 anos ago

    Nossos congressistas são mesmo uns imbecis. Como se não houvesse nada mais importante para alocar nossos recursos, ou assuntos mais relevantes para serem trabalhados nos aeroportos,esses gênios vem com mais essa. Piada

    • Coisas mais importantes têm e eles sabem disso… “mas, sa’ cumé, né?” São problemas a serem resolvidos que são “economicamente inviáveis” pra eles.

  5. Marcus Gnola
    5 anos ago

    Raul, se possível, gostaria muito de esclarecer uma duvida contigo sobre a revalidação do CHT de PP. Se possível, disponibiliza seu email.

    Obrigado,

    Marcus

  6. Verdade. Eles não têm mais o que fazer para desviar a atenção das estripulias e falcatruas (tanto das próprias, quanto dos outros poderes da republiqueta)…

  7. Beto Arcaro
    5 anos ago

    Aqui no Brasil, o povo tem essa mania de “Santificar” personagens prodigiosos em suas áreas de atuação.
    Principalmente, depois de “Mortos”!
    Santos Dumont, Aírton Senna, etc…
    O governo tenta mostrar “os Supereróis” ,de forma à estimular um patriotismo sem sentido, nesses dias de Corrupção, Economia ruím, etc.
    Essa receita já esta meio “enjoativa”, não ?

  8. Até onde vai a criatividade de nossos “nobres” parlamentares na hora de inventar novas “obras” pra desviar recursos? Imagina por quanto vai sair o preço de cada busto (ou sei lá o que vão usar) do pai da aviação? Fora os gastos extras que devem inventar na hora de executar a obra.

    Se isso passar, Santos Dumont vai revirar dez vezes na tumba.

Deixe uma resposta para Chumbrega Cancelar resposta