QRG – Habilitação IFR

By: Author Raul MarinhoPosted on
350Views16

QRG – Habilitação IFR

O leitor Glauber Gallo me enviou um texto com um guia de referência rápida (QRG-“Quick Reference Guide”) que ele construiu sobre a habilitação IFR, englobando os principais itens para que o piloto possa manter em dia sua experiência recente, requalificar-se, etc. Eu fiz uma pequena revisão no texto, reformatei-o, e o resultado é o PDF do link acima, que pode ser de muito interesse para quem já está checado IFR e quer se manter dentro do regulamento para poder voar sob condições de instrumento.

Depois, não se esqueçam de agradecer ao Glauber pelo seu altruísmo em compartilhar esse texto conosco! 

16 comments

  1. Marco Caffe
    11 meses ago

    Bom dia, Raul. Novamente meus parabéns por seu excelente blog.
    Mesmo lendo toda a legislação, fiquei com dúvidas quanto à obtenção da habilitação para IFR em avião, pois minha situação é um pouco fora da casinha.
    Tenho as licenças de PLA-H e PPA. Entre outras habilitações vencidas tenho IFRH. Atualmente está válida somente a MNTE e estou habilitando MLTE e também gostaria de checar IFR.
    O RBAC61 na Subparte L diz:

    61.223 Concessão de habilitação de voo por instrumentos
    (a) O candidato a uma habilitação de voo por instrumentos deve cumprir o seguinte:

    (3) ter completado, com aproveitamento, um curso teórico de voo por instrumentos aprovado pela ANAC, na categoria apropriada, segundo requisitos estabelecidos pelo RBHA 141 ou RBAC que venha a substituí-lo;
    (4) ter sido aprovado em exame teórico da ANAC para a habilitação de voo por instrumentos, referente à categoria a que pretenda obter a habilitação;

    A IS 00-003D, na tabela de pré-requisitos para a inscrição aos exames de banca para IFR, exige licença de qualquer categoria, avião ou helicóptero. Diferentemente de outras habilitações, não fala nada sobre aprovação em curso.
    Na mesma IS, mais à frente, no apêndice D, tabela de equivalências para as isenções, para o exame de IFR está dispensado de todos os exames quem possui IFRA ou IFRH. Veja que não fala nada sobre validade.
    Assim, entendo que meu caso (IFRH) cai no art. 19.3 dessa IS:

    19.3 Nos casos de dispensa referente a todo o exame, é desnecessária qualquer solicitação. Basta ao candidato dar entrada normalmente em seu processo de concessão, revalidação ou requalificação de licença ou habilitação.

    Ou seja, aparentemente bastaria cumprir as marcas e experiência recente (61.223 (a) (5) e (6) do RBAC61) e pedir o cheque. Ao ser aprovado MLTE/IFR, já sairia na CHT o combo MLTE, MNTE, IFR.

    Bonito, só que no 61.223 (a) (3) pede aprovação em curso IFR NA CATEGORIA APROPRIADA, ou seja, avião ou helicóptero, ou seja, dá a entender que existe curso IFRA e curso IFRH, mas eu não conheço escola que ofereça desta forma.

    Olhando pelo lado pior (e aparentemente mais absurdo), eu teria que sentar de novo no banco de aluno para fazer de novo um curso de IFR, mas estaria dispensado de todas as matérias na banca… No mínimo é estranho, embora na ANAC tudo seja possível.

    Já falei com vários “entendidos” e as respostas são variadas.

    Qual o seu entendimento, Raul? (desculpe-me pela epístola escrita neste post!)

    • Raul Marinho
      11 meses ago

      A questão é que não existem duas provas distintas de IFR, para as categorias avião (IFRA) e helicóptero (IFRH), o que faz com que a seção 61.223-a-5 seja inaplicável na prática, qdo ela diz que vc tem que estar aprovado no curso teórico da categoria. É por isto que a IS dá dispensa plena para as bancas de IFRA->IFRH ou vice-versa. Pelo menos, é assim que eu entendo.
      Sugestão: mande uma mensagem para processos.pel@anac.gov.br e peça que eles esclareçam/confirmem este entendimento.

      • Marco Antônio Caffé
        10 meses ago

        Bom dia, Raul. Enviei a consulta para a ANAC como vc sugeriu. Finalmente responderam. Realmente, detentores de IFRA/IFRH para obtenção de IFR na outra categoria não necessitam de curso nem prova de banca. Basta estar com o CMA 1ª classe em dia, cumprir as instruções e marcas previstas na classe pretendida e fazer o voo de cheque.

  2. Leonardo Azambuja
    4 anos ago

    Sou PC checado já MNTE VISUAL, mas tenho 16 hrs de MLTE e 45 de IFR Real e SobCapota. Agora gostaria de fazer a inclusao dessas carteiras IFR e MLTE. Entao gostaria de saber quantas hrs preciso ter recente para fazer essa inclusao pois ja faz mais de 6 meses essas hrs. Obrigado

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Quanto ao IFR, em princípio não haveria problemas em vc pedir o cheque imediatamente, uma vez que essas suas 45h de IFR real e sob capota não caducam. Já para o MLTE, a história é bem mais com,plicada: elas vencem com 6 meses, o que significa que vc terá que recomeçar tudo do zero.

  3. Gabriel
    4 anos ago

    Tenho minha habilitação IFR vencida há 1 mes, e nao tenho experiencia recente. pelo meu entendimento, só preciso fazer instrução revisória de 1hr de solo + 1hr de voo e realizar o voo de cheque? voo de cheque de quanto tempo? e como comprovar que a instrução de solo foi feita?

  4. Maxwel
    4 anos ago

    Olá Raul!
    Aproveitando este post sobre voos IFR, quero aqui tirar uma dúvida:
    Caso eu tenha voado fora do aeroclube para acumular horas e tenha vamos supor 185 horas de voo, faltando apenas 15 horas pra checar o PC. Se eu quiser fazer mais 15 horas IFR/MULTE completando assim as 200 horas, eu já posso checar tudo? PC IFR MLTE??

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Se vc tiver as outras marcas ok (horas em comando, noturno, etc.), sim.

      • Maxwel
        4 anos ago

        Outra dúvida Raul:
        As horas de MLTE/IFR eu posso pegar duplo comando ou só ao lado de um INVA com uma ACFT homologada no aeroclube?

        • Raul Marinho
          4 anos ago

          Depende. Se vc estiver realizando um curso homologado de PC, por exemplo, suas horas de MLTE terão que ser feitas obrigatoriamente em aeronave do aeroclube, num voo de duplo-comando com um INVA – e, neste caso, vc muito provavelmente vai acumular as horas de instrução MLTE com IFR. Já se vc estiver com o PC-IFR/MNTE checado, vc pode fazer esses voos em aeronave particular, também em duplo-comando, mas com INVA ou PLA comandando (e neste último caso – PLA, só vale até 22/06 deste ano), sendo que o voo pode ser visual ou IFR.

  5. Régis
    4 anos ago

    Importante atentar que no RBAC61.21 b 1 e 2 refere seis horas de voo “OU” tenha sido aprovado em exame na categoria pretendida. Vejo como alternativa, sendo que sempre foi aceito para recheque de IFR o repasse de 1 hora noturna e 1 hora diurna. abraços

  6. Carlos Eduardo
    4 anos ago

    Excelente. parabéns ao autor.

  7. Atillo
    4 anos ago

    Raul, então pelo meu entendimento ex: Meu IFR vence no mês 09, ate o final do mês só vou precisar fazer a Instrução revisória, apos vencer a partir do mês 10 tenho que fazer alem da Revisória um voo de check com checador credenciado ? mas tenho q pagar alguma gru pra revalidar so na revisória ?, o q manda pra ANAC pra ela colocar no sistema a auto revalidação ?

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Não tenho as respostas para o que vc pergunta. Vou pesquisar e, assim que as tiver, posto aqui.
      Abs,
      Raul

  8. Gustavo
    4 anos ago

    Pessoal, desculpem a ignorância, mas eu faço muita confusão com este lance de experiência recente. Por exemplo, eu tenho PC MLTE IFR INVA. Chequei exatamente à 6 meses, porém não voei nenhum voo IFR, somente estou trabalhando como INVA. Meu IFR vence em Novembro/2013. Neste caso eu já seria “obrigado” a rechecar o IFR em aeroclube? Ou ainda posso fazer estas 6 horas IFR antes de vencer a carteira? Obrigado

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      No seu caso, que tem a habilitação IFR válida na CHT, mas não está em dia quanto à experiência recente, seria necessário realizar a INSTRUÇÃO REVISÓRIA de 1h em solo + 1h de voo antes da realização de um voo IFR.

Deixe uma resposta