AeroCLUBE, como deve ser!

By: Author Raul MarinhoPosted on
335Views3

Vejam só que interessante essa matéria publicada na Action Warrior:  “Learning to Fly: Flying Clubs“, que fala sobre os aeroclubes americanos. Naquele exótico país, olha só que coisa, os aeroclubes funcionam como clubes de aviadores amadores, que organizam eventos sociais, revoadas, esse tipo de coisa. Enquanto isso, aqui no Brasil os aeroclubes são escolas de aviação organizadas em estruturas similares às ONGs, em que as atividades típicas de um clube ficam relegadas à enésima prioridade. Um bom assunto para refletirmos sobre a nossa estrutura institucional na aviação: faz sentido termos aeroclubes e escolas de aviação fazendo exatamente a mesma coisa? Ou não seria melhor separar os papéis? Voltaremos a este assunto em breve.

 

 

3 comments

  1. Renato
    4 anos ago

    Sou a favor de acabar com essa mamata dos aeroclubes. Atualmente aeroclube só serve para enriquecer ilicitamente os seus respectivos presidentes e diretores. A maioria dos aeroclubes não possuem mais qualquer essência de “clube”.

    Seja sócio e tente “alugar” um avião para fazer um voo de lazer final de semana. Primeiro te entulham de restrições operacionais, para que você já desanime. E segundo, não há aviões disponíveis para esse fim, pois os poucos que os aeroclubes tem, vivem com sua escala 100% direcionada à instrução de voo.

    Outra parte é que a grande maioria dos aeroclubes não tem qualquer estrutura física para desfrute dos sócios, como churrasqueiras e áreas de lazer (incluindo aí sala de jogos ou uma piscina, por exemplo).

    Resumindo: deturpou-se totalmente a finalidade de um aeroclube. Na regulamentação se prevê como uma finalidade a instrução de voo, mas as demais funções os presidentes gananciosos esqueceram por completo!

  2. Alexandre Sales
    4 anos ago

    Vejo que hoje em dia a ideia original de “Aero Clube” está sendo praticada muito mais nos clubes de aviação desportiva no que nos Aeroclubes em si.

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Exato! Ou então, em associações como o Bonanza Clube, por exemplo. Mas os aeroclubes propriamente ditos hoje não tem mais nada a ver com o flying club descrito no artigo do post.

Deixe uma resposta