Novas blitze da ANAC: alvo agora é São Paulo

By: Author Raul MarinhoPosted on
337Views11

Vejam na reportagem abaixo reproduzida do Estadão (fonte: Aeroclipping do SNA) que a ANAC realizou ontem uma mega-operação em diversos aeroportos do estado de São Paulo. Muito bom, dona ANAC, já não era sem tempo! Quero ver agora a sra. fazer o mesmo na “aviação de garimpo” prá mostrar prá gente como a sra. é implacável!

Blitze da Anac proíbem 25 aviões de voar

MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

Vistorias. Maioria tinha documentação vencida

Para tentar flagrar irregularidades na operação de jatinhos e helicópteros, a Agência Nacional da Aviação Civil (Anac) começou a fazer blitze nos aeroportos utilizados pela aviação geral no País.

Ontem, em São Paulo, 25 dos 106 aviões fiscalizados em seis aeroportos foram impedidos de voar por alguma infração – a maioria tinha documentação vencida ou havia feito alterações na estrutura da aeronave sem homologação da Anac.

Os aeroportos onde aconteceram as blitze foram Congonhas e Campo de Marte, em São Paulo, Jundiaí, Sorocaba, Amarais e Bragança Paulista, no interior. A Anac já tinha feito operação semelhante no Rio e em Minas, onde um homem que era procurado pela polícia foi preso. Ele fazia voos panorâmicos sem autorização.

“Não posso voar porque esqueci a carteira em casa. Mas, quando os caras piscarem, eu aproveito a brecha e vou embora”, dizia a um interlocutor um piloto ontem no Campo de Marte, na zona norte da capital.

Em outra situação, uma aeronave foi retida em solo porque o piloto usava uma forma de bolo para fixar o rádio no painel do avião. / N.C.

11 comments

  1. Ren
    4 anos ago

    Fui parado ontem durante a minha instrução e tenho boas e más notícias. As boas: eles foram educados e cordiais, verificaram todos os documentos (foram criteriosos) profissionalmente e foram ágeis (não atrasou muito o meu vôo). A má: apesar de claramente terem algum treinamento, eles não são pessoas da aviação. Isso ficou evidente quando eles perguntaram qual era o prefixo do aeroporto que eles estavam e eu respondi Sierra Delta Alfa Mike e ele ficou com cara de “quê” e aí o outro INSPac completou “é SDÃM”. Como ele nos cobrou “cartas de navegação aérea”, mostramos a WAC e ficou tudo bem. Perguntamos se em vôo local dentro da cidade de sp teríamos que portar cartas de corredores de aeronaves, mas eles não souberam responder.

    Resumo do meu sentimento após a inspeção: fiquei feliz por ter mais uma vez a certeza de que minha escola cuida de tudo certinho, documentos, inspeções, etc. Mas, ao mesmo tempo, um pouco apreensivo com medo de que em futura inspeção algum INSPac menos informado erroneamente aponte alguma irregularidade sem levar em consideração diferenças entre avião x helicóptero, NOTAMs, regulamentos, etc, por não serem pessoas da área.

  2. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Hehehe…Acho que a ANAC só vai onde é fácil !
    Autuações arbitrárias muitas vezes são aplicadas só pra “Mostrar Serviço”!
    Já aconteceu umas duas “absurdas” vezes comigo.
    Quantas dessas 25 aeronaves interditadas estarão realmente sem condições de vôo?
    Aí você recorre, fica com um processo uns dois anos em análise, “Constando no Nada Consta”, óbviamente ganha e fica tudo bem.
    Mas dá uma trabalheira…
    Não digo que não haja muita coisa errada, mas, não estaria a ANAC pegando só “Ladrão de Galinhas”?

  3. Fábio Menezes
    4 anos ago

    Bem, só se vier servidor de fora, pois aqui no Norte do país não tem gente suficiente para isso.

    • Júlio Petruchio
      4 anos ago

      Nosso maravilhoso governo vai “importar” Inspacs de Cuba, como quer fazer com os médicos…

  4. Julio Petruchio
    4 anos ago

    A forma de bolo não era homologada???

  5. Enderson Rafael
    4 anos ago

    “Não posso voar porque esqueci a carteira em casa. Mas, quando os caras piscarem, eu aproveito a brecha e vou embora” profissionalismo MODE: OFF

    • Rodrigo Edson
      4 anos ago

      O cara que disse isso com certeza vivie de bico, pois uma atitude dessa mostra o quão competente ele deve ser. abs

    • “Jeitinho” mode on, isso sim.

  6. Leandro Cunha
    4 anos ago

    Agora eles estão aqui em Jundiaí/SP. São pelo menos 06 deles.

    • Rodrigo Edson
      4 anos ago

      A ação da ANAC, DECEA e PF merece elogio e deve ser continua.

      Ontem recebemos vistoria em duas de nossas aeronaves e não recebemos nenhuma advertencia, porém o foco deles é o 91, tendo em vista o elevado numero de TACAS e pilotos voando sem habilitação.

      Fica a dica: se voce está certo, com habilitações em dia e documentos da aeronave idem, recebam bem o INSPAC e deixem que eles façam corretamente o traalho deles.

      Abs

Deixe uma resposta