Como está a regulamentação do uso do iPad na aviação não-comercial nos EUA

By: Author Raul MarinhoPosted on
312Views1

O nosso amigo Beto Arcaro me alertou recentemente para um anúncio da Sporty’s Pilot Shop, oferecendo os serviços de despachante para a obtenção de aprovação de uso do iPad em substituição às cartas impressas para um determinado tipo de operação aeronáutica – aeronaves executivas (191′) com mais 12.500lb., a turbina, ou de táxi aéreo (‘135’). Ora, se era necessário despachante para obter aprovação para aquele tipo de operação, o que dizer de quem utiliza o iPad em operações mais simples? Aquilo me chamou a atenção, e fui investigar, e vejam o que encontrei.

De acordo com este artigo – “iPad Legal Briefing for Pilots (updated with new AC 120-76B)” -, aeronaves da aviação executiva (’91’) a pistão ou turboélice com menos de 12.500lb. estão autorizadas a utilizar o iPad em substituição às cartas impressas sem a necessidade de qualquer burocracia. Somente as aeronaves maiores que as acima citadas, ou os táxis aéreo (‘135’) de qualquer porte, precisam de aprovação prévia da FAA, conforme explicado no próprio artigo – e, neste outro texto, está mais bem explicado como funciona o serviço de despachante do anúncio acima. Quanto tempo será que a ANAC vai levar para implantar esse tipo de procedimento no Brasil?

 

 

One comment

  1. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Foi por isso que, outro dia, no “Chat” da Jeppesen, conversando com um atendente, perguntei à ele se poderia assinar somente as “Terminal Charts”, sendo que as ARC’s e as ERC’s de papel já estão incluídas na minha assinatura “pro IPad”.
    Aí ele me disse que eu não poderia.
    E me perguntou: Why do you need this?
    You can print them from your Jeppview, right from your PC, if you really need them!
    Eu, vergonhosamente, expliquei…

Deixe uma resposta