Finalmente! As cartas aeronáuticas impressas do AISWEB agora são regulares!

By: Author Raul MarinhoPosted on
559Views7

ICA 53-7

No último dia 10/07, o DECEA publicou a ICA 53-7 – “Disponibilização e Utilização da Informação Aeronáutica em Formato Digital” (vide link acima) que, finalmente, regulamentou a questão das cartas aeronáuticas impressas com base no AISWEB. A partir de agora, portanto, quem utilizar as cartas impressas em casa (ou no escritório), desde que respeitada a ICA acima (especialmente no que diz respeito ao item 4.2.2.2), não mais estará irregular. Mais alguns anos, e o DECEA libera o uso de cartas diretamente no iPad! Oremos…

7 comments

  1. Luiz Rocha
    4 anos ago

    Até as cartas compradas poderiam apresentar borrões pelo desmazelo ou acidente do usuário.
    O que importa mesmo e aceitar os tablet s como substituto das cartas e do rotaer… Basta só definir o equipamento, como tipo, marca e capacidade.

  2. Freddy da Silva
    4 anos ago

    Creio que o cadastro citado na página 14 passe a ser pago em breve.

  3. Rubens
    4 anos ago

    A questão de homogar o tablet não acho relevante. nada impede de usarmos a versao digital desde que tenhamos uma copia impressa em maos para segurança e legislação. O que não era correto era a exigencia de uma verdadeira mosca branca que era a carta comprada impressa. Agora que podemos ter as cartas com facilidade não ha razão nem desculpas para elas não estarem a bordo. Regulamentar o tablet é muito dificil homologariam determinada marca e outra não? qual o criterio tecnico para definir qual seria homologado?
    Da mesma maneira que papel borrado não pode ser chamado de carta , telinha de 7″ Xing-Ling de 100,00 não pode ser considerado Tablet

  4. André
    4 anos ago

    Oremos, sim… mas, afinal, ALVÌSSARAS! É de se comemorar uma boa nova; afinal, facilita muito você poder baixar e imprimir uma carta. Até então era uma contra-senso depender de adquirir um conteúdo impresso sendo que na Web estava presente e atualizado. A ressalva do cartucho foi uma forma que acharam de dizer que as cores devem estar o mais fíéis possíveis ao original; é preciso pensar nos relachados que têm por aí querendo chamar um papel borrado e sujo de carta aeronáutica…

  5. Cadu
    4 anos ago

    OREMOS realmente para a homologação dos tablets!!!!!!!

  6. Rubens
    4 anos ago

    Ta escrito la que o cartucho tem que ser o original.
    Vamos ter que andar com a nota da Kalunga

    • Com outras palavras, está escrito isso mesmo. Porém, entendo que basta a impressão estar com definição boa (sem ser modo rascunho) e sem borrões que está tudo OK.

Deixe uma resposta