“Air France pretende cortar mais 2.500”

By: Author Raul MarinhoPosted on
226Views4

Não tá fácil prá ninguém, hein? Vejam este post do blog Aerofatos: “Air France pretende cortar mais 2.500“… E será que os pilotos franceses demitidos da Air France não vão acabar disputando os mesmos empregos na China, Oriente Médio, etc. que os nossos demitidos estarão agora tentando?

4 comments

  1. Julio Petruchio
    4 anos ago

    Vai sobrar piloto… No Brasil, na Europa, na Ásia, etc…

  2. Pela minha experiência de “expatriate” (2000 a 2009), havia sempre muitos europeus disputando o mercado, tanto no Far East quanto no Middle East. Só que – via de regra – muitos deles, senão a maioria, tendem a procurar os empregos onde a licença européia (JAR FCL) seja exigida, pois isso cria-lhes uma certa “reserva de mercado”, uma zona de conforto. Além do que a maioria prefere contratos em regime de commuting, ante os contratos residentes (talvez por isso tanta empresa hoje tenha aberto commuting, quando até há poucos anos a maioria só oferecesse resident contracts). São exemplos: Turquia, países da África Setentrional (Marrocos, Tunísia, Argélia etc) e por aí vai. Mas – assim como a gente (brasileiros e latinoamericanos em geral – eles estão espalhados por toda a parte. Obviamente que anglófonos levam uma certa vantagem de largada, pois não precisam apreender um idioma novo para trabalhar na Aviação, mas nem por isso quer dizer que façamos feio lá fora. Como atuei muitos anos como checador, posso afirmar que não vi um índice mais significativo de reprovações de brasileiros, p.ex., em relação a pilotos europeus ou norteamericanos. O Sol nasce igual para todo o mundo. É se capacitar, cultivar o networking e ir à luta…

    • Enderson Rafael
      4 anos ago

      A gente já acorda devendo, né… enquanto eu tirava meu PC/MLTE/IFR na FAA, muito antes de me preocupar com a engenhosa convalidação pra ANAC, muita gente já dizia pra correr atrás do JAA. Por falta de tempo/dinheiro, vou ficando por aqui com minha ANAC aguardando análise, FAA válida mas sem visto de trabalho nos EUA, nesse limbo estranho que os regulamentos provocam… Mas cada vez mais, the truth is out there.

  3. roquini
    4 anos ago

    E eu querendo “checkar” meu PC logo . . .

Deixe uma resposta