Como vamos atingir o “padrão FIFA” no transporte aéreo durante a Copa?

By: Author Raul MarinhoPosted on
324Views11

Noticiei aqui, ontem, que a TAM irá cortar voos ainda neste ano; e, no post anterior, comentei que a Gol deverá fazer o mesmo até o início do ano que vem. Sabemos também que a Azul não deverá crescer vertiginosamente sua oferta no curto prazo, devido ao cancelamento de seu IPO; e muito menos a Avianca, que é administrada com uma filosofia bastante conservadora. Tudo muito coerente com o momento em que a aviação e a economia como um todo estão vivendo em nosso país, é claro.

Ocorre que haverá uma Copa do Mundo no Brasil no ano que vem, o que significa que, durante o evento, ocorrerá uma demanda extra por transporte aéreo, isso é fato. E, de acordo com a matéria abaixo reproduzida da Bahia Notícias (fonte: Aeroclipping do SNA), parece que a FIFA está começando a ficar preocupada com a maneira com que se vai resolver essa equação. Alguém arrisca dizer como será resolvido esse impasse? Será que vamos importar aeronaves e pilotos emergencialmente de Cuba?

Fifa pede que Brasil aumente voos diretos entre cidades da Copa


Foto: Divulgação

A Fifa solicitou nesta quinta-feira (22) ao governo brasileiro que tente colocar à disposição mais voos entre as cidades-sede durante a Copa do Mundo de 2014, em um sinal de preocupação com os longos deslocamentos e com a dificuldade de conseguir viagens diretas entre os locais que receberão partidas da competição. “Nós falamos sobre transporte, sobre uma questão importante para times e torcedores, o transporte aéreo durante a Copa do Mundo. Nós necessitamos discutir e considerar a possibilidade de novos voos entre as cidades-sede”, disse o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, em entrevista coletiva após reunião do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo. “Temos necessidade de voos adicionais para que não haja muitas conexões”, acrescentou. O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, afirmou que o governo está atento à demanda da Fifa, mas lembrou que o transporte aéreo no Brasil é feito por empresas privadas. “Estamos trabalhando com todas as alternativas que assegurem uma Copa com maior nível de comodidade, conforto e capacidade de mobilidade aérea para turistas nacionais, estrangeiros e delegações. Trabalhamos para soluções satisfatórias”, explicou.

11 comments

  1. Felipp Frassetto
    4 anos ago

    Realmente me pergunto se isso tudo não é “intencional”.
    Sei lá…

    • Enderson Rafael
      4 anos ago

      Existe uma teoria da conspiração que diz que as cias estão pintando o quadro mais feio do que é pra tentar forçar uma política de incentivo à aviação. Será?

      • Felipp Frassetto
        4 anos ago

        É fácil pôr nos outros a culpa pelos nossos problemas mas, na verdade eu acho que é ainda pior: sim, estão pintando o quadro mais feio, mas não pelas e sim para as companhias. Assim, aos poucos e ao longo de anos, se vai criando; principalmente em leigos na aviação (leia-se quem não costuma acompanhar, pra não restringir muito), o sentimento generalizado de que “cias brasileiras não prestam”, “nada no Brasil dá certo”, “aviação no Brasil é um desastre” e afins, como bem aconteceu em outros setores estratégicos como energia, comunicações, navegação marítima de longo curso e de cabotagem (e que se não aconteceu nessas tem tudo para acontecer), indústria naval e por aí vai.
        Tudo bem que essas todas eram estatais na maioria, senão na totalidade. Mas do mesmo modo que a aviação/transporte aéreo, são setores estratégicos e que foram sendo desmontados ao longo de anos, tanto por incompetência própria mas também sim por agentes externos que não o mero mercado.
        Tudo bem que houve melhora no serviço, agilidade, eram outros tempos e etc e tudo bem também que os empregos desses setores não sumiram exatamente, pelo contrário. Mas também não é toda aquela transformação milagrosa e imediata que se prometia. Vide telefonia celular, por exemplo. E sim, era sim pra estar perfeita, impecável e com zero queixas.
        A teoria da conspiração é conveniente pois qualquer defeito próprio pode ser atribuído a ela.
        Não pretendi desviar do assunto e esse é um tema para estudiosos disso, coisa que não é meu caso.
        Mesmo assim, tive que discorrer sobre isso pra dizer que eu particularmente creio que a razão por trás dessa situação vergonhosa, caótica e constrangedora para todo o brasileiro que se preza como tal resida aí. Teoria conspiratória ou não, a (política de) “céus abertos” vem recebendo publicidade. E sabemos de onde serão as empresas que NÃO sobreviverão.
        Não pode um país que se diz sexta economia do mundo (coisa na qual não acredito muito, mas…), que já foi referência na Aviação, com esse tamanho e que “quer” ter maior peso nas decisões mundiais se encontrar na condição ridícula em que estamos.
        O tempo não volta, sabemos todos. Mas por que c…. estamos andando pra trás?

  2. Enderson Rafael
    4 anos ago

    Detalhe da foto: só o avião é brasileiro. A linda pista em que eles está pousando, niveladinha, com ALS, sem obstáculos próximos… essa fica nos EUA mesmo.

    • Enderson Rafael
      4 anos ago

      Só complementando, curioso como somos bons em fazer o avião (aparentemente mais complicado) mas não tanto em garantir a infraestrutura pro avião operar…

  3. LeBAI
    4 anos ago

    Fico apreensivo quanto a desaceleração que deverá haver após a copa. Vamos ver!!!

  4. Eder Viveiros
    4 anos ago

    Ah, pode ser que o Governo através da Anac autorize temporariamente que as CIAS estrangeiras operem dentro do Brasil durante a Copa ja que não será nada difícil terceirizar mão de obra de aeroviarios para operar em check in, etc..!!!

  5. asenci
    4 anos ago

    Aposto que a LAN ficaria feliz em “emprestar” algumas aeronaves e pilotos… :)

  6. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Dá-se um “Jeitinho”…
    Um mês de Copa passa rápido !!
    Depois volta tudo ao “normal” daqui. Ou seja, a casa da Mãe Joana!

  7. Julio Petruchio
    4 anos ago

    Com certeza Dna. Dilma “Esay Rider” vai dar um jeito!
    Born to be wwwwwwwiiiiiilllldddd!

    • Julio Petruchio
      4 anos ago

      “Easy”

Deixe uma resposta