O lobby baloeiro, a Ana Maria Braga, e a posição da FAB sobre os balões “ecológicos”

By: Author Raul MarinhoPosted on
592Views36

Em abril deste ano, eu publiquei um post – “Lei que permite soltura de balões coloca em risco aviação no Rio” – que, na seção de comentários, teve a participação de um sujeito que assina como saopaulopipas, com uma argumentação estranha (para dizer o mínimo) sobre a física dos balões: eles seriam artefatos absolutamente inofensivos, que “desintegram como bolhas de sabão ao contato com uma aeronave” (ãhn!?). Pois muito bem, passou o tempo, e o lobby baloeiro conseguiu emplacar uma longa matéria no programa “Mais você”, da Ana Maria Braga, com as mesmas informações estranhas do saopaulopipas, que a apresentadora engoliu alegremente, afirmando que aqueles balões “ecológicos” eram “100% seguros”, e “permitidos por lei” (!!!???) etc. e tal. Se você quiser ver a matéria completa, clique aqui.

Ocorre que, por sorte, ainda temos a FAB, que ontem publicou sua Nota Oficial – Esclarecimento sobre reportagem do Programa Mais Você, explicando que, de seguros, esses balões nada têm, e muito menos são legais: os baloeiros, mesmo os que soltam os balões “ecológicos”, estão sujeitos ao art.261 do Código Penal, sim, esclarece o Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica. Lógico que, para cada vivente que lê a nota da FAB, deve haver um milhão que assiste ao “Mais Você”, o que significa que o estrago que a sra. Braga fez não será reparado – mas, pelo menos, a FAB fez o que poderia ser feito.

Seria o caso de acionar judicialmente a emissora e sua apresentadora? (Alô, Ministério Público Federal!!!). Eu acho que sim. Pelo menos, para obrigá-la a veicular uma matéria esclarecendo a população, com tempo igual ao da que foi patrocinada pelo lobby baloeiro.

Agradeço ao leitor Freddy Silva por ter enviado os links a matéria do “Mais Você” e com a nota da FAB.

36 comments

  1. José Augusto
    3 anos ago

    Me perdoem se eu estiver sendo rude, mas achar que soltar balões é mais importante e prazeroso do que arriscar a vida de centenas de pessoas que estão nas aeronaves ou que podem ser atingidas por elas, é muita ignorância e egoísmo. Espero que não seja necessário que algum baloeiro passe o desespero de estar em uma aeronave que colidiu com um balão para entender sobre o que estamos falando!

    Vejam essa matéria do G1.com:
    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/08/balao-causa-problema-com-sensores-de-aviao-da-tam-no-rio.html

    Se não fosse a perícia dos pilotos, não se sabe o que poderia ter acontecido.

  2. Eudes Malemene
    4 anos ago

    Eu até compreendo a paixão que os baloeiros possuem por suas confecções mas as aeronaves, acreditem ou não, possuem uma tecnologia extremamente sensível. O saopaulopipas sitou varias vezes a competência técnica dos profissionais envolvidos com a aviação . É através desta competência e da experiência adquirida desde os primeiros voos de Dumont a bordo de balões que aviadores (e futuros avidores no meu caso) sabemos que esperar uma centena de mortes ocorrer para tomar alguma atitude é um preço alto demais. Acidentes fatais já foram causados por elementos muito mas frágeis e “inofensivos” que seus balões.

  3. Adriano Berto
    4 anos ago

    Prezados,
    Boa noite!

    Venho através deste canal, expressar minha humilde opinião quanto esse assunto:

    Não creio que um balão sem fogo possa ocasionar um acidente aéreo pelo simples fato de, ser confeccionado com materiais frágeis tendo como principal matéria prima, o papel fino (seda).

    Entendemos que o risco de uma colisão, de fato pode acontecer. Porém, como não temos nenhum incidente na história deste tipo, (pelo menos que seja do meu conhecimento), tudo que ouço ou leio sobre o assunto, não passam de conjecturas.

    Entretanto, gostaria de exemplificar minha opinião expressa acima com matéria prática e concreta!
    O Link que irei apresentar em seguida trata-se de um vídeo de uma Corrida de Aviões chamada Red Bull Air Races. A corrida acontece com obstáculos delimitados onde as aeronaves atingem velocidade máxima de 400km/h e uma velocidade média de 280km/h.

    Os obstáculos infláveis, são Pilões com 19 mts de altura. No vídeo, podemos observar que é normal as aeronaves os atingirem em cheio com velocidade total e partindo-os em dois ou mais pedaços, como uma faca quente na manteiga e nenhum dano é ocasionado à aeronave, nem mesmo interferência no vôo .

    Em matéria de comparação, podemos notar nitidamente, que o material no qual são feito os obstáculos é muito mais solido e resistente que qualquer material utilizado em balões ecológicos.

    Segue o Link: http://www.youtube.com/watch?v=BycHBgQKnQ0

    Pois bem… ao meu ver, creio que essa exemplificação é a mais concreta que podemos nos basear para elucidar essa polemica.

    Não sou o dono da verdade, portanto, gostaria de saber a opinião de todo quanto a esse assunto.

    Grato,
    Adriano Berto!

    • Beto Arcaro
      4 anos ago

      OK…Nós, profissionais da área, acreditamos que possa.
      Leia sobre o acidente do Concorde, onde um simples pedaço de Pneu, perfurou um tanque de combustível.
      Nas corridas da Red Bull, os Aviões são experimentais, os “Pilôes” ficam parados, são infláveis e não tem nem um pouco de “estrutura” de madeira ou bambú.
      Os pilotos “conhecem os riscos” daquele plástico dos pilões, obstruír o sistema de indução de ar dos motores, e ocasionar uma parada dos mesmos.
      Acredite, isso é bem fácil de acontecer!

  4. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Caras!! Eu nem comento mais! Em Aviação não existem amadores, mesmo que seja por diversão !
    Saiu do chão , tem que agir profissionalmente! Nesses termos, com esses argumentos, nao dá pra conversar!! Ah é… O cara tá fazendo um vôo de longa distância num Balão ? Legal! Deve ter transponder, radio, gps, etc. E é “um” Balão !
    Transponder? U$5000,00.
    Matricula? Um ano, mais ou menos, pra conseguir, se comprovada a Aeronavegabilidade.
    Cumpram as regras de trafego aéreo, como os balões tripulados, que fica tudo bem!
    Aliás, se gostam tanto de balões, por que não os tripulam?
    Porquê nao fazem a coisa dentro dos regulamentos de tráfego aéreo?
    Sem mais….

    • saopaulopipas
      4 anos ago

      entao se não da nem pra argumentar a situaçao continua a mesma

      vocês nao tem provas que balao derruba aviao, entao trabalham em cima do achismo e nao dos argumentos que se orgulham tanto

      • Raul Marinho
        4 anos ago

        Pois é, vc tem razão: o CENIPA, por exemplo, alerta sobre o perigo baloeiro por puro preconceito.

        • saopaulopipas
          4 anos ago

          Alertar sobre o perigo é o papel do CENIPA, mas proibir e tornar crime só é possível com provas! Como nesse vídeo que prova que o piloto foi imprudente ao derrubar um balão intencionalmente… me diz se o espírito é de porco ou não? http://www.youtube.com/watch?v=ov7JDlPC05Q

          • Beto Arcaro
            4 anos ago

            Tem toda razão!!
            Eu não chegaria perto de um balão, nem à pau!!
            E também, nunca vou aceitar a soltura de balões!!
            Faz o seguinte:
            Faz um Relatório de perigo, sobre esse “Piloto”, e manda pro CENIPA!!

            • saopaulopipas
              4 anos ago

              O vídeo está com uma qualidade baixa, e a pessoa que filmou também não conseguiu ler o numero de identificaçao do helicoptero… caso contrário é isso mesmo que iria fazer

              • Beto Arcaro
                4 anos ago

                Sim!! E as pessoas com aquele linguajar bonito, no vídeo, pelo jeito, “Donas do Balão”, como iriam ficar?
                Ah! Elas também não são identificadas!!

                • saopaulopipas
                  4 anos ago

                  Nossa intenção é nos identificar, não queremos viver escondidos

  5. saopaulopipas
    4 anos ago

    Respeito e admiro os profissionais e amadores apaixonados por aeronáutica. Involuntariamente vocês tem uma paixão em comum com os baloeiros, que é voar.

    São pessoas que estudaram, estão sempre olhando gráficos e estátisticas… não chegaram a conclusão que o balão não é TÃO perigoso como vocês tanto insistem?

    Balão é perigoso, assim como qualquer coisa que passar por nossas cabeças, qualquer coisa que voa oferece perigo

    Não venho aqui falar que o balão é a prática mais segura do mundo, mas venho pedir um meio termo. Pq vocês não podem ajudar os baloeiros? Ajudar a deixar mais seguro? Ajudar a regulamentar? Sugerir os melhores locais, horários, tamanhos…?!?

    A experiência de vocês é importante demais e pode mudar essa guerra que virou balão X leis

    Balão sempre existiu, e sempre vai existir. Santos Dumont soltava e viajava em balões, outros loucos como ele ainda fazem isso, e vão continuar fazendo

    Não é uma lei ou duas que vão acabar com os balões com ou sem fogo

    Mas uma lei que regulamente e tire proveito da tecnologia, pode evitar algum futuro acidente entre balões e aviões, já que até hoje nenhum acidente foi registrado

    Não sejam intolerantes ao debate por favor. E não me acho a altura técnica de vocês para argumentar sobre leis de aviação, pelo contrário, eu como os milhares de apaixonados por balões precisamos da ajuda de vocês para nos instruir como devemos confeccionar nossos balões. E que essas instruções ajudem a criar dispositivos para tornar os balões detectáveis nos radares da aviação

    Vocês estão dispostos a ajudar ou vão falar simplesmente pra parar de soltar balões e só? Isso não funcionou e nem parece que vai funcionar…

    • Julio Petruchio
      4 anos ago

      Meio termo de c* é rola!

      • saopaulopipas
        4 anos ago

        kkkkkkk viu tropa de elite e aprendeu giria!

    • Eric Coelho
      4 anos ago

      Não é em um Blog de aviação que vc ira conseguir o dialogo necessário.
      Entre em contato com o DECEA como associação e solicite a criação de uma área restrita temporária para suas atividades, eles são os únicos que podem ajudar a legalizar sua situação, assim como os balões meteorológicos são liberados, em coordenação com os órgãos competentes no controle de trafego aéreo. Envie ofícios, solicite para eles informações
      Caso vocês não consigam abrir dialogo com as autoridades que regem nosso espaço aéreo, sinto muito mas serão apenas uma organização criminosa que esta colocando em risco a vida de milhões de pessoas que cruzam os céus, reze para não esta dentro de um avião se o mesmo colidir com um inofensivo balão.

  6. saopaulopipas
    4 anos ago

    http://www.mirror.co.uk/news/world-news/jonathan-trappe-adventurer-attempts-float-2270078 nesse link tem o americano que começou a atravessar o Altântico, levado por balões

    Sem dúvida ele tem equipamentos pra sinalizar sua posição. Mas ele está apenas sendo levado pelo vento, também é um perigo pra aviação?

  7. Löhrs
    4 anos ago

    Acho interessante o argumento de que “pessoas vivendo e se divertindo envolve o risco” Hein?! Então tá, deixa de usar camisinha com aquela gata que vc conheceu em Búzios, afinal diversão (e que diversão pra lá de gostosa) envolve risco e se pegar uma AIDS…o que é que tem? Vamos abolir o ABS, AiRBAG e cinto de segurança nos automóveis porque andar de carro envolve risco mesmo, se bater eu paro no peito; Vamos deixar de usar capacete nas motos porque…andar de moto é muito legal e envolve risco, pra que se proteger de uma cabeçada num poste, afinal viver e se divertir gera risco não ? Meu irmão, tudo na vida envolve risco, mas nem por isso não devemos deixar de tentar reduzi-lo a ZERO. Sabe porque? Porque todo (ou pelo menos a maioria) quer viver e se divertir o maior tempo possível sem morrer…..A tal da paixão “No matter what” é uma bosta!

    • Paulo
      4 anos ago

      Então, paremos de sair de casa, andemos rodeados por plastico bolha, compremos facas e utensílios de cozinha de plastico. Carros e motos, são absurdos. vamos a pé dentro dos plastico bolha, com capacetes e Proteção nos pés. Meio termo irmão. É o que se precisa. Tudo gera risco, vão acabar com os pássaros pros aviões voarem? Com as florestas, pra eles não caírem em e se despedaçarem. E as mesmas florestas, rios e etc, que são destruídos, para nascerem mais tecnologias? Que risco estas trazem?

  8. O pior de tudo é o “mecânico aeronáutico” que aparece aos 6:07 da reportagem incentivando a prática…

  9. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Não tem como dizer outra coisa (Na verdade, tem!) usar outro termo, ou coisa parecida!
    MERCENÁRIA!
    Fala o que está no Script e não para pra pensar nas consequências.
    Tudo por audiência e grana!!
    Outro dia, ela apareceu voando num Tucano da FAB…
    Tiraram a Xuxa do ar, por dizer que “Temos que parar com as manifestações e só pensar na Copa do Mundo”.
    Pô, Globo!! Deixa a “outra” idiota (acho que tava dopada de “Ripped Fuel”) dizer o que pensa, uai!
    Daqui à pouco, vai ser o “Lobby dos VANTs”.
    Vocês vão ver!!
    O quê será que os Pilotos da “Digníssima” Ana Maria, pensam sobre isso?
    Digo de novo: “Quanto mais eu rezo, mais Assombração aparece….”
    Dá pra parar tudo, que Eu quero descer??

  10. Rodrigo Edson
    4 anos ago

    É decepcionante o fato dos meios de comunicação “vomitarem” noticias como essa em nossos lares.

    É mais decepcionante ainda sabermos que a maioria do publico que absorve esse tipo de “informação” não se dá ao trabalho de pesquisar afim de verificar sua veracidade.

    Como Safety só posso expressar uma frase pra casos como esse:

    -Não desanimem, continuem nossa luta por uma aviação melhor!!!

    • sergio
      4 anos ago

      e melhor este tipo de noticia do q prenderam seu filho roubando matando ou fumando maconha ou traficando drogas enquando estao envolvidos nesta arte nao estam te roubando vç nao conhece e facil criticar deve ser um faz nada na vida

      • Raul Marinho
        4 anos ago

        Que argumentação brilhante! Nasce um novo Ruy Barbosa!

      • Beto Arcaro
        4 anos ago

        Avião caindo pode?? Não gostaríamos de ver nada disso acontecendo!!
        O quê você conhece de Aviação?? Conte-nos!

      • Beto Arcaro
        4 anos ago

        Traz teus Filhos pra Aviação, então?
        Com certeza, não vão roubar, matar, fumar maconha….
        Só que tem o seguinte: Pra voar, tem que saber raciocinar, ter educação, saber escrever, etc.
        Mas, não tem problema, né? Você dá um “Jeitinho”!

        • Paulo
          4 anos ago

          Beto, gostaria de saber, quantos acidentes aéreos foram causados por balões?
          E por aves?
          E ainda por pessoas despreparadas, que estudaram tanto e erraram? “criminosos, não?” (Como o avião que caiu em meio a floresta amazônica, por erros de GPS Voo Varig 254 de 1989, ou ainda o Voo GOL 1907 de 2006 ).
          E acidentes por causas meteorológicas, nas quais os grandes estudiosos e super preparados, não souberam ler uma mapa meteorológico?
          Logo, onde está o grande risco?

          Saberia me dizer?

          • Beto Arcaro
            4 anos ago

            Então, né?
            Seres humanos não são perfeitos!
            Cometem todos esses erros que você citou!
            Soltam até balões, “proibidos por lei”, não?
            Quantas aves existem?
            Quantos Balões existirão, se forem “permitidos”?
            O quê acontece, com um “Reator” (Termo correto! Turbina é uma parte do reator!) quando uma pedrinha do asfalto é sugada por ele? Pode passar pelo compressor, atingir a “Turbina” propriamente dita, com um giro de dezenas de milhares de RPM’s.
            Uma pedrinha…
            Pode ser um pedaço de “bambú”… E daí?
            O quê acontece, se um motor à pistão ingerir um pedaço de plástico?
            Tanto um motor à pistão, quanto um reator, precisam de “Ar” para funcionar, não?
            É muito ruím, conversar com quem não raciocina.
            Pior é conversar com quem “não quer raciocinar!”
            A gente tenta…

            • Paulo
              4 anos ago

              Realmente, você só responde o que quer.

              Não respondeu nenhuma das perguntas. Balões existem as centenas e a centenas de anos, voam muito mais alto que a maioria das aves, e nunca houve choque com aviões. Ou aviões avariados por algum.

              Logo alguma resposta deve haver, do porque nunca houve um choque.

              Não uma simplesmente que lhe convêm.

              Se há mal, se existe risco mostre. Onde ele está? Onde aconteceu algo que demonstre tal fato, alem de Tv´s sensacionalistas que filmam balões a KM´s de distância de aviões e dizem estar em rota de choque com os aviões.

              Poderiam perder o tempo estudando mais e errando menos, pois são os Pilotos fatores principais por quedas, avarias e acidentes aéreos.

              Quando houver um acidente envolvendo balões, ai terão o que argumentar, enquanto isso, desempenhem um papel melhor naquilo que se dispuseram a fazer.

              Obs: Eu não solto balões… Mas sou a favor da cultura.

              Em paises de primeiro mundo, como Alemanha e Fraça existem festivais imensos com solturas de balões.

              E lá a quantidade de voôs é surpreendentemente maior que aqui.

              Será que alemães e franceses são menos capazes que os orgãos brasileiros que evidenciam este risco enorme?

              Ou será mais uma vez, que eles não tem o que fazer, e arrumam algo pra torrar?

Deixe uma resposta