“Após queda de avião, prefeitura interdita aeródromo em Maricá, RJ”

By: Author Raul MarinhoPosted on
418Views25

Eis o decreto escrito com o sangue do piloto morto no acidente de ontem

Leiam essa notícia do G1 – “Após queda de avião, prefeitura interdita aeródromo em Maricá, RJ” -, e vejam a que ponto chega o oportunismo de um político. O prefeito de Maricá-RJ há tempos tentava fechar o aeródromo municipal, sem sucesso. Eis que, ontem, surgiu a grande oportunidade: uma aeronave de instrução baseada naquele aeródromo se acidenta, criando a ocasião perfeita para o nobre alcaide justificar o fechamento do aeródromo. Então, horas depois do acidente, a prefeitura publica o decreto acima reproduzido – que, curiosamente, leva a numeração 171… Terá sido obra do acaso tal decreto apresentar esse número tão simbólico?

25 comments

  1. Julio Petruchio
    4 anos ago

    NOTAM SDMC
    Não há NOTAM em vigor para localidade pesquisada.

    É. Até agora o Decreto 171 do Cumpadi Uóschitu de Maricá não surtiu efeito…

  2. Daniel Fraga
    4 anos ago

    Minha gente, este palhaço é prefeito do PT, vocês queriam o que??? Leiam o que ele já fez em Marica e vocês terão uma ideia desse sem vergonha!!!!!

  3. Acho que o numero do decreto foi ironia / sarcasmo, mesmo. Desconheco legislacao que faculte a uma prefeitura imiscuir-se em Aviacao Civil ao ponto de interditar um aerodromo, ainda que a area no qual o mesmo funciona seja de sua propriedade. Me corrijam se eu estiver errado.

  4. Marcius
    4 anos ago

    Palhaçada!!!
    Aliás, MAIS UMA entre tantas outras em nossa aviação.

  5. João
    4 anos ago

    Gostaria de saber, se ele tem autoridade para isso, porque que eu saiba, ele não tem! O aeródromo não tem nenhuma irregularidade, nem NOTAM, nem nada, logo, quem é ele para fechá-lo assim ? Sem NOTAM, sem poder oficial, logo é chegar e pousar !!!

    • Rodrigo Edson
      4 anos ago

      o aeroporto era administrado pela prefeitura, certo? talvez não fosse rentável e o prefeito aproveitou a oportunidade para fechar o aeroporto.

      nesse caso não há nada a se fazer

      • Beto Arcaro
        4 anos ago

        Como??
        A prefeitura interditar um Aeródromo Homologado??
        Não há nada à se fazer??

        • Rodrigo Edson
          4 anos ago

          Beto

          Digamos que voce consiga autorização para construir um aeroporto. Ok, vc consegue e começa a operá-lo. Porém, ele só dá prejuízo. O que voce faz? Tenta repassar a alguem ou então fechá-lo.

          Creio que esse foi o motivo da prefeitura em fechar o de Maricá. ..Prejuízo

          • Raul Marinho
            4 anos ago

            Imagine se a concessionária da Via Dutra fizesse isso, Rodrigo. “Ah, essa merd@ dessa rodovia não tá dando dinheiro, e ninguém quer comprar minha concessão, então fod@-se, vou fechar a rodovia”. Não é assim que funciona um contrato de concessão, o concessionário tem deveres contratuais a cumprir, ele não pode fazer o que quer. Veja isso.

            • Rodrigo Edson
              4 anos ago

              Raul

              Esse é um tema muito bom que você trouxe a todos nós.

              Na minha visão, de leigo, imagino que a prefeitura aproveitou o acidente para fechar o aeroporto, talvez por prejuízos.

              Mas essa é minha opinião, e infelizmente, no país que vivemos, aonde um chefe de Estado diz a imprensa que construírá centenas de aeroportos, rodovias, ferrovias…e nada sai do papel, vão fechar os olhos para mais um aeroporto fechado, assim como foi para os aeroclubes, empresas 121, 135…

  6. Dúvidas:
    – Quem interdita não seria a ANAC, ou pode a prefeitura fazê-lo?
    – Se interditado, as aeronaves em solo ficam impossibilitadas de decolagem, correto?
    – Poderiam as aeronaves em solo decolarem enquanto não houver NOTAM ou decisão da ANAC?

    • Beto Arcaro
      4 anos ago

      Claro que é a ANAC!!
      Utilizando dados técnicos do DECEA, Divisão de Engenharia de Aeroportos, etc.
      Todo Aeródromo Público é considerado área de “Segurança Nacional”.
      Inclusive,em Aeroportos Municipais, é responsabilidade da Prefeitura, manter o Aeródromo como ele foi homologado.
      Ela pode até não manter as “Facilidades” que o Aeroporto possui (Terminais, Jardins, Playgrounds, etc.) mas, o Aeródromo, em si, não pode ser modificado por ela, sem a anuência da “Autoridade Competente”.
      Aqui em Americana (SDAI) tivemos e temos ainda, muitos problemas com relação à isso.
      Na maioria das vezes, a Prefeitura tomou uma chamada do DECEA e de outros orgãos, “enfiou o rabinho entre as pernas” e ficou
      quietinha, até a poeira baixar.
      Geralmente fica tudo no “Campo da Demagogia”!
      Outro dia, um Vereador pediu para que o Aeroporto fosse “Fiscalizado”, quanto a possibilidade do uso do mesmo pelo “Tráfico”.
      Pura Demagogia, não?
      Pra mostrar serviço (que não é da competência dele!) ou para “denegrir” o Aeroporto com outros interesses?

      PS: Não entendi o quê um SGSO teria à ver com isso!
      O Aeroproto foi fechado por um SGSO?
      A escola foi fechada?

      • Rodrigo Edson
        4 anos ago

        Talvez tenha sido citado o SGSO devido a obrigatoriedade dos aerodromos em ter esse sistema, senão me engano, via RBAC 139.

  7. fredfvm
    4 anos ago

    A ANAC introduziu no Brasil a regra SGSO, já muito conhecida no Canadá e na Nova Zelândia, que são os dois sistemas mais modernos do mundo. Só que o SGSO no Brasil foi feito no “Cut & Past” e virou um elefante branco. O SGSO brasileiro virou uma regra somente para cumprir uma reguilamentação internacional, mas que até hoje não está sendo levada em prática.
    É por esse tipo de coisa que os acidentes continuam a acontecer, pois não temos a prática real de seguir regras de manutenção preventiva de rotina.
    Um profissional SGSO é um dos membros mais importantes numa empresa ou numa escola de aviação, mas que aqui tem um papel extremamente burocrático. Tenho esse curso mas vejo que demais companheiros, também cursado, sentem a grande dificuldade em atuar como a prática manda. Somos convidados a assinar documentos SGSO, sem ao menos saber o conteúdo. Eu não sou louco de fazer isso, mas muitos o fazem, pois o retorno financeiro é alto – cumprir tabela e pura rotina burocrática sem fundamento.

    E assim, mais uma escola está sendo fechada, simplesmente pelo desleixo de quem a faz funcionar (minha opinião, posso estar errado…).

    • Rodrigo Edson
      4 anos ago

      Meu amigo

      Como Safety da Global e da Reali defendo o SGSO.

      Pelo menos na Global e Reali, conseguimos trabalhar e melhorar nossos procedimentos de segurança.

      Emitimos recomendações sobre aeroportos ou analises de risco e a alta direção assinou embaixo e assim suspendemos voos para algumas localidades.

      Acho que depende do quanto o profissional se valoriza. Eu, por exemplo, não assino qualquer coisa e estou na empresa todos os dias, sei o que acontece e dou meus pitacos.

      Tenho conhecidos que só assinam o MGSO por causa da grana fácil, mas se esquecem que responderão sobre qualquer infração, enfim…cabeça de cada um.

      Não desanime, faça sua parte e lembre aos colegas sobre as responsabilidades que o SGSO traz a cada um.

      abs

      Rodrigo

      safety@voeglobal.com

  8. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Isso me “Enjoa”…

  9. Júlio Petruchio
    4 anos ago

    Lóóóoógico que azotoridadi quer fechar o aeroporto e lotear como muitos outros no Braziu! ziu! ziu! Tem NOTAM?!

  10. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Só uma pergunta:
    Esse Prefeito é “Baloeiro”???

  11. André Pavin
    4 anos ago

    Sim, foi o instrutor.

  12. Raul, se não me engano, quem veio a falecer com o acidente foi o instrutor!

Deixe uma resposta