“Mais da metade dos pilotos britânicos já dormiu no trabalho, diz estudo”

By: Author Raul MarinhoPosted on
329Views7

Neste momento em que se está prestes a aprovar uma nova regulamentação para os limites de trabalho de tripulantes no Brasil – o famoso PLS 434/11 -, nada mais oportuno do que uma notícia como essa, publicada no G1, venha à tona: “Mais da metade dos pilotos britânicos já dormiu no trabalho, diz estudo“. Agradeço ao amigo Rodrigo Silva por compartilhá-la.

7 comments

  1. Flavio Veiga
    4 anos ago

    Metade dormiu na cabine e a outra metade Mentiu que nunca dormiu…
    Raul, vamos montar um PLS sobre pilotos mentirosos na inglaterra?
    Só acredito em piloto Agricola que diz que nunca dormiu (sendo que alguns… acho que ja….)

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Na aviação que eu voo (de Seneca prá baixo), se dormir na cabine já elvis…

      • flavioveiga
        4 anos ago

        Seneca indo pra fazenda do Mato Grosso vai no Pil Autom e a garrafa de agua mineral vira banheiro…. kkkk Tudo se improvisa nesse mundo Raul (por isso que jornal ta recheado de …)

  2. Menezes
    4 anos ago

    Zzzz… Zzzzz….

  3. André
    4 anos ago

    Assisti esta reportagem hoje pela manhã; o mais surpreendente, de fato, não foram os cinquenta e poucos por cento que assumiram já haver dormido udrante o vôo, mas os trinta e poucos que disseram ter acordado e se dado conta de que o segundo em comando também dormia !!!

    Agora, Raul, não se espante se em lugar de se preocupar com a carga horária dos pilotos alguém decida que, já que o vôo é “no automático”, podemos diminur a tripulação de cabine e, logo após nivelado colocar os dois oficiais para atender aos passageiros durante o vôo. A justificativa é que andar espanta o sono e isto aumenta a segurança do vôo – qualquer coisa é só voltar lá e dar uma puxadinha no manche…

    Agora, o gol de placa seria tirar de vez os piloto$$$ e deixar que o APP assumisse a aeronave como se fosse um VANT. As posições da torre se alternam fazendo solo, clearence e aprouch baratinho a razão de um pouso/decolagem a cada 5 minutos – já pensou ?

    Deixando de lado o besteirol, é interessante ainda que o estudo foi feito na Europa.

  4. Rafael
    4 anos ago

    Eu sei que o objetivo de uma empresa é o lucro e ponto. Hoje em dia tem todo esse blablabla de missão, visão, valores e etc, mas no fim das contas, o objetivo é o lucro. ÓBVIO que perseguir o lucro não está errado, afinal de contas, é o lucro que gera mais empregos, investimento e etc. Mas acho muito interessante como a empresas tem coragem de colocar pilotos exaustos a frente de uma máquina complexa como o avião transportando diversas almas…

  5. Rodrigo Edson
    4 anos ago

    Raul, obrigado pela consideração!

    Aproveito para declarar a quem tiver interesse em receber os e-mails do Safety da Global, que envie o pedido para safety@voeglobal.com

    Abs

    Rodrigo

Deixe uma resposta