Agora vai! ANAC pede novo concurso ao Planejamento

By: Author Raul MarinhoPosted on
504Views13

Acabou de sair na imprensa: Anac pede novo concurso ao Planejamento; salários até R$ 17 mil.

13 comments

  1. Rodrigo Edson
    4 anos ago

    Qualquer órgão publico, deve abrir vagas para todas as áreas administrativas e operacionais.

    Dizer que a ANAC ficaria melhor só com pilotos é tolice, assim como dizer que seria melhor se só engenheiros ou arquitetos fossem selecionados.

    Piloto, gosta de voar (95% dos que conheço dizem isso) e odeiam burocracia, ou seja, na ANAC seriam ótimos checadores, isso se o salario for justo e as condições de trabalho idem.

    Não vejo problema se um biologo trabalhar na GPEL, pois se houver um procedimento escrito, do pedido do cheque até a analise da FAP, não haverá segredos em sua análise.

    O que tem que ser cobrado, e voces devem cobrar, é que realmente haja compromisso de quem está lá, e também do MPOG em LIBERAR essas vagas remanescentes, pois com baixo efetivo, não existe milagre.

    Raul, vc é administrador, sabe MUITO muito bem sobre isso e entende o que tento expressar.

    Abs e parabéns por mais esse ótimo tema

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Vc tem razão em tese, Rodrigo. Mas, infelizmente, na prática, o que se vê é uma absurda distorção disto que deveria ser o certo. A maioria dos tais “biólogos que vão trabalhar na GPEL” são, na verdade, “concurseiros”: pessoas que ficam prestando diversos concursos públicos, e que assumem o que lhes paga melhor. O cara passa no concurso da ANAC para ganhar, digamos R$10mil, e continua estudando. Dali a alguns anos, ele passa num concurso de um TCU da vida, que paga R$12mil, e bye bye ANAC. Aí, gera um buraco nos quadros da ANAC que, até preencher, leva uns 5-6 anos.
      Outra coisa: lembrei que o infame Camilo Baldy, que afundou a GPEL, é engenheiro formado em S.Carlos…

      • Beto Arcaro
        4 anos ago

        É… O caso do Camilo Baldy foi mais uma questão de caráter, ou da falta dele, não?
        Obviamente você não vai colocar uma pessoa com formação técnica em aviação em um setor administrativo/financeiro, Compras, RH, etc.
        Vocês acham que Biólogos, Dentistas, Veterinários , que trabalham na ANAC, são bons profissionais, em suas áreas de “Formação”?? Eu não confiaria em um veterinário “da ANAC” pra cuidar do meu cachorro!! E lá na ANAC, como trabalham essas pessoas que não sabem o que é um “Aileron”? Desempenham suas funções “técnicas” de acordo?
        Os problemas que nos tangem, só tem relação com tópicos discutidos aqui nesse blog! Deficiências de formação, legislações inexistentes e absurdas, desconhecimento da realidade no setor privado, atrasos, etc. É isso que nos interessa!
        Precisamos de gente com vivência no setor, “Boa” cultura aeronáutica ( Horas de vôo também ajudam!) para melhorar o “Produto Final” da ANAC.
        Não diria nem melhorar, mas sim, torná-lo “Existente”!
        Realmente, não queremos saber, se o “Cara do Cafézinho” tem diploma de “Cheff de Cuisinne”!

        • Chumbrega
          4 anos ago

          Colegas, apenas para “enriquecer” a discussão…
          Não sei se cultura aeronáutica seja a solução do problema. Todos aqui sabem que tem muito piloto que não sabe nem escrever direito. Neguinho interpreta manual, SOP e regulamento das mais variadas formas, então o cara tem que passar em concurso com carga ALTA de direito administrativo e constitucional SIM. E eu não sou advogado. Até porque o concurso filtra, e bem, o apadrinhamento político. A maior parte do bolo fecal que esteve na ANAC (Zuanazzi, Denise Abreu, DCFN) não é concursado.
          O motivo que leva um veterinário a prestar concurso para a ANAC não faz parte do mérito da discussão, até porque a gente não conhece a realidade dele profissão né? As vezes o cara cansou da instabilidade, de remuneração baixa, e teve seus méritos de passar no concurso.
          Repito: o problema não é quem vai pra onde (é claro que em certificação de produtos, em inspeção de manutenção e aeronaves em geral, e para checadores você precisa de experiência), mas sim a falta de vontade, e principalmente, a falta de um “dono” na ANAC. Na boa, você quer um piloto na superintendência de regulação econômica da ANAC? Você quer um piloto que desconheça lei na junta recursal?
          E acerca do ITA ser “arcaico” (ou do cara do cafezinho ter q ter diploma): não podemos generalizar, mas quem você acha que tem mais potencial de transformação e de exercer influência? Um cara do ITA ou um cara de ciências aeronáuticas da Estácio?

          • Beto Arcaro
            4 anos ago

            Olha, eu acho que estamos discutindo sobre as mesmas opiniões, aqui!
            Quando falei sobre o ITA ser “arcaico”, quero deixar claro que ouvi isso de gente que leciona lá.
            Só citei, na verdade, sem generalizar!
            Conheço ótimos profissionais formados pelo ITA.
            Esses, pelo próprio, digamos, “Estilo”, nunca trabalhariam na ANAC!
            Acho que a ANAC, por ser um órgão “Político”, acaba “filtrando”os bons profissionais, daqueles admitidos por ela.
            Conheço gente boa, lá na ANAC !
            Gente que realmente “veste a camisa da Aviação”, que não sei como, escapou desse “Filtro”.
            Lembram da “Briga”(perdida!) do pessoal da ASA com o “Lado Negro da Força” da Superintendência do Sr. Guaranys??
            Enfim, acho que é só….

  2. Gaia
    4 anos ago

    creio que nao vai não hein, eles pediram novo concurso, porem ainda há aprovados do concurso de 2012 que não foram nomeados, que estao lutando pra que isso aconteça. o orgão está supernecessitando de pessoal só que o MPOG nao autoriza as nomeações. e sim, há vagas para pilotos, porem a maioria dos cargos ainda são ocupados por militares e a alegação deles para nao colocar civis é a ” alta experiência” exigida nos cargos.

    • Beto Arcaro
      4 anos ago

      Alta experiência? A gente consegue ver o resultado dessa “Alta Experiência”… MLTE sem MNTE, e outros absurdos…
      A culpa é do MPOG!!

  3. petersonramos
    4 anos ago

    Existem cargos para pilotos.

    No último certame, para o cargo de Especialista em Regulação, Área 2 era exigida licença de PLA e CMA válidos. Inclusive, ICAO 4, experiência de voo contavam pontos na prova de títulos.

    Para o cargo de Técnico em Regulação, Área 4 era exigida CHT de DOV com 3 anos de experiência comprovada.
    Ainda é pouco, mas já é alguma coisa..

  4. Joao paulo
    4 anos ago

    Falou e disse Betão,faço de suas palavras as minhas!!

  5. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Vai para onde??
    Pra todos estes cargos, existe algum que tem com requisito “Ser Aviador”?
    Se houvesse, poderiam contratar toda a Moçada desempregada, não?
    Acho que não! Só vão aumentar os braços do “Cabide”!!

    • Chumbrega
      4 anos ago

      Captain, with all due respect, não dá pra chamar os servidores concursados de cabide (não que o senhor tenha tido isso, mas é algo que tem q ficar claro). Se o sistema é falho e no concurso são selecionados fisioterapeutas ou filósofos para serem INSPACs, enquanto engenheiros do ITA batem carimbo na habilitação, aí é outra coisa. E chamar pilotos desempregados também não quer dizer que o serviço público vá melhorar. O que tem que brigar é pra ter MAIS vagas pra nego com experiencia na aviação e MENOS vagas para áreas genéricas. Mais uma coisa não elimina (e é bom que não elimine) a outra.

      • Beto Arcaro
        4 anos ago

        With all due respect too, você acreditaria que estes profissionais de outras áreas “Não” são, e não serão, apadrinhados políticos??
        Engenheiros formados no ITA?
        Caras teóricos, vindo de uma escola “Arcaica”!
        Tenho amigos formados lá, que dizem isso! Em São Carlos, já seria uma outra conversa, mas esses Caras , com certeza não iriam trabalhar na ANAC.
        Tem gente boa e bem intencionada na ANAC mas, esse pessoal não pode, e não poderá fazer nada, enquanto a agência for um orgão essencialmente “POLÍTICO”!
        Como acontece (e temos péssimos exemplos!) quando misturamos essa “chamada” Política com Aviação, a coisa nunca acaba bem.

        • Raul Marinho
          4 anos ago

          With all due respect to both, o problema principal, cavalheiros, não está nesse pessoal do ITA ou de S.Carlos, etc.; enfim: não está nos concursados. O problema está no pessoal que entra na ANAC sem concurso, em cargos DAS (comissionados), como era o caso do tal Rubens Vieira, da gang da Rose (a “amiga íntima” de você-sabe-quem).

Deixe uma resposta