“MPF processa Anac por excesso de acidentes aéreos no Pará”

By: Author Raul MarinhoPosted on
261Views6

Pois é, né… Um dia, alguém ia perceber a gravidade da ineficiência da ANAC! Não deixem de ler essa notícia que acabou de sair no JB online, e já adiantando uma parte dela:

De acordo com  a ação, as fiscalizações eram rotineiramente realizadas até 2006, quando o controle da aviação civil estava sob responsabilidade do DAC, mas foram paulatinamente abandonadas a partir da criação da Anac, que fechou vários postos de fiscalização no estado.

Baixou o “Caboclo Volta DAC!” no MPF!!!

6 comments

  1. Também acho que não vira nada. Só vai virar se isso repercutir de forma a prejudicar a imagem do PT no cenário nacional. Ai sim corre risco de alguma ou outra cabeça rolar, mas mesmo assim, só pra dizer que alguma coisa foi ou está sendo feita.

  2. Felipp Frassetto
    4 anos ago

    O que é a Anac hoje e o que se necessita para que melhore, dispensa comentários.
    No entanto, será que é certo, coerente, entrar com uma ação contra ela? Resolveria algo?
    Também não discuto a importância do MPF. Mas, infelizmente, suas atitudes sempre são recheadas de estrelismo e imediatismo, como que querendo apenas mostrar serviço.
    Ainda, ninguém me tira da cabeça que; assim como outras atividades no país, o desmonte da aviação é algo intencional é de longo, longo prazo. Mas que se torna evidente a cada dia.
    E a culpa não é só dos alienígenas estrangeiros maquiavélicos que fazem a espionagem feia e malvada, mas sim de brasileiros que facilitam isso.

  3. Rafael
    4 anos ago

    Cara, a coisa é simples. Qualquer órgão que passa das mãos dos militares para os civis virá um poço de ineficiência e vagabundagem. Não que os militares sejam o A’s da administração, mas pelo menos eles tem o senso de missão, cumprir a atividade porque tem que ser cumprida, sem ficar de mimimi e vagabundagem…

  4. Julio Petruchio
    4 anos ago

    Esquece!
    De algum resultado proveitoso do processo e do DAC voltar.

  5. asenci
    4 anos ago

    Não espero muita coisa do processo, mas quem sabe a publicidade não abre o olho de alguém?

  6. G.Teixeira
    4 anos ago

    Nem tudo esta perdido! hahaha

Deixe uma resposta