A SAC-PR reage às críticas deste blog

By: Author Raul MarinhoPosted on
330Views17

Em reação ao post publicado nesta manhã – “Da postura das autoridades aeronáuticas em relação a Maricá – Ou: o que a SAC está esperando para intervir? Mais mortes?” -, eu recebi o seguinte e-mail da assessoria de imprensa da SAC-PR, que comento em seguida:

Raul, bom dia.

Sobre seu post em relação ao aeroporto de Maricá, a Secretaria de Aviação Civil esclarece que está acompanhando de perto a questão. A operação do aeroporto é da Prefeitura de Maricá e neste momento, a Agência Nacional de Aviação Civil e a Aeronáutica (Cenipa) estão investigando os incidentes. Ressaltamos que a atividade de fiscalização é de responsabilidade da ANAC.

Atenciosamente,
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República
imprensa@aviacaocivil.gov.br
(61) 3311-7107 | 3311.7376

Comento

(Obs.: O texto deste comentário foi enviado como resposta ao e-mail recebido da SAC. Assim que obtiver resposta, irei publicá-la no blog).

Que bom! Folgo em saber que a SAC está preocupada com o caso! Faço votos de que esta preocupação resulte em medidas concretas o quanto antes, inclusive! Desta forma, gostaria de obter de V.Sas. um prazo para que tudo volte ao normal em Maricá. Quanto seria razoável? Uma semana? Um mês? Mas seria muito interessante que a SAC estabelecesse um cronograma público de ação para lidar com essa questão, senão, sabem como é… As pessoas poderão achar que a Secretaria só está ganhando tempo, esperando a poeira baixar para deixar tudo como está – o que, sabemos, não é a verdade, né?

Outra coisa: uma vez que a expulsão das entidades de ensino que atuavam em Maricá teve consequências desastrosas para a atividade de ensino aeronáutico fluminense, gostaria de saber o que a SAC-PR pretende fazer para mitigar o problema. Há algum plano de ação? Qual é?

Atenciosamente,

Raul Marinho

Blog Para Ser Piloto 

17 comments

  1. Aires Andrade
    4 anos ago

    reage, mas o prefeito não é preso?
    o próprio pessoal do SRPV disse que não pode fazer nada? aaaaahhhhhhh mas é de cair o cu da bunda!

  2. Chumbrega
    4 anos ago

    Parabéns Raul, por ter conseguido a atenção da SAC!!!
    Sem ironias, é privilégio para poucos. O próximo desafio é conseguir a atenção da ANAC. Deles, acho que nem a SAC consegue.

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Pois é, mas isso só ocorreu porque um leitor escreveu mais de 50 potagens no perfil da SAC no Facebook com o link do PSP…

  3. Carlos Toledo
    4 anos ago

    Existe omissão na fiscalização da ANAC ?
    A Prefeitura de Maricá está alegando que as viaturas da guarda municipal estão estacionadas e circulando apenas no patio de estacionamento do aeródromo sem adentrar a pista.
    Isso por si só já seria um descumprimento da regulamentação aeronáutica prevista no RBAC 153 de 03/07/2012, que diz que esses elementos que conduzem veículos na área operacional ( onde se inclui o patio de estacionamento de aeronaves ) deveriam possuir treinamento especializado para este fim previsto no item 153.37 letra (B) (3) do referido regulamento.
    Ora, se os motoristas das viaturas da guarda municipal não possuem o referido curso (com toda certeza) eles estão irregulares, cabendo aí a fiscalização e as devidas providencias da ANAC junto ao operador do aeródromo – Prefeitura de Maricá.
    Se lermos o RBAC 153, veremos que outros itens também estão sendo descumpridos pelo operador.

    E aí gloriosa ANAC??

    Segundo o convenio n. 09/2012 entre a União e o Município de Maricá, em sua clausula sexta – das obrigações gerais do delegatário no item 61.1 (I) diz que o delegatário deve explorar o aeródromo de acordo com os níveis de segurança, eficiência e conforto exigidos pelo legislação federal em vigor;

    No seu item VI da mesma clausula diz que o delegatário deve obedecer aos critérios e procedimentos regulamentares para a utilização de áreas edificadas, instalações, equipamentos e facilidades do aeródromo.

    No seu item IX da mesma clausula diz que o delegatário (Prefeitura de Maricá) deve cumprir e fazer cumprir a legislação federal aplicável nas atividades delegadas;

    E aí gloriosa SAC-PR / ANAC???

    Se a Prefeitura de Maricá segundo o decreto municipal 171 no seu art. 1° – fechou o aeródromo de Maricá para pousos e decolagens por tempo indeterminado.
    E mesmo assim através das notas emitidas no site oficial da prefeitura nos dias 21 e 22, vem afirmando que o aeródromo se encontra aberto para pousos e decolagens e que só o patio de estacionamento de aeronaves está fechado através do bloqueio com as viaturas da guarda municipal.

    Esse fato por si só já não descumpre a clausula sexta do convenio? Pois existe um descumprimento da legislação federal em vigor ( Aeronáutica) que prevê a de emissão de NOTAM?

    Aonde vamos chegar??

    • Julio Petruchio
      4 anos ago

      Pois é! Chegamos ao que acontece desde o cargo máximo do Braziu! Até o “forévis” do mais baixo cargo público existente aqui: rasgam as Leis e fazem de onde interessam o quintal da casa deles.
      ANARC?! SAC-PR?! Quáquá?! Tudo cumpanherada!

  4. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Raul,
    A primeira coisa que me veio à cabeça nessa “prestação de contas” da SAC, foi:
    “Ressaltamos que a atividade de fiscalização é de responsabilidade da ANAC”.
    Ora, a ANAC não é uma agência controlada e regulada pela SAC ?
    “Jogo de Empurra” dentro da própria estrutura hierárquica ?
    Estranho, mas é até comum, quando se lida com orgãos governamentais.

  5. carlos fernando de barros
    4 anos ago

    Raul. Pelo que eu escutei no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o mesmo (Tribunal) vai criar uma comissão de juízes para acompanhar a investigação. Vocês esqueceram que foi um juiz que morreu? O Tribunal vai fundo nas investigações.

  6. Lamentável mesmo!
    Acho que se a SAC tivesse ficado quieta, seria melhor. Declarou seu total desinteresse (ou seria incompetência?) diante dos fatos.

  7. Arthur VAZ
    4 anos ago

    Lementável essa postura passiva da ANAC.
    Vidas se perdem sem ninguem ao menos se importar e chamar o caso de incidente, mesmo com a perde de 3 vidas…. Lástima!

  8. Flavio Veiga
    4 anos ago

    Raul, a SAC-PR chamou de “Incidente” o que aconteceu eu Maricá ?? E eu achava que para trabalhar na Av Civil da PR, no mínimo uma palestrinha de Introduçāo à Segurança de Voo de 30 min, deveriam ter assistido…. Incidente é o resultado do trabalho deles!

  9. Júlio Petruchio
    4 anos ago

    Depois do “milico de asas” que orientou o piloto a procurar a Delegacia mais próxima, a SAC-PR é quem tira da reta dizendo quem faz o que… OK… “E la nave vá… no reino de Quaquá”…

  10. Falaram p/ kct e não disseram nada. “É de responsabilidade da ANAC”, mas deixam azuizinhos sem qualificação alguma circularem pela pista, taxiways e pátios, coagindo pessoas. Que bacana. Bom, é como eu digo sempre: “a expectativa é sempre zero, assim o risco de decepção é também zero”.

    • jabertecnico
      4 anos ago

      Agora sou obrigado a discordar de você Fábio Otero. Mesmo com a expectativa zero eles ainda vão conseguir nos decepcionar, uma vez que ainda existe a possibilidade latente de o Sr. Quaquá sair totalmente impune dessa situação e ainda levar créditos por tudo isso, dizendo que ele evitou maiores danos fechando o aeroporto…. Sem comentários!

      • Rubens
        4 anos ago

        Pior é que vc tem razao.
        Corre o risco dele ter sucesso e transformar aquele AD em base de operacao offshore, igual Macae,que vai trazer $$ pra cidade ( e pro s cumpamnheirus tambem, claro) e vai entrar pra historia como prefeito-heroi que trouxe desenvolvimento e tirou de la a aviação geral que so fazia vitimas. consigo ate ver “…. eleitoras e eleitores a partir de agora podemos dormir sossegados que nenhum aviaõzinho particular vai cair sobre nossas casas…o aeroporto foi modernizado para atender a industria do petroleo que traz desenvolvimento e empregos ……”

Deixe uma resposta