Da postura das autoridades aeronáuticas em relação a Maricá – Ou: o que a SAC está esperando para intervir? Mais mortes?

By: Author Raul MarinhoPosted on
357Views11

Do imbróglio relativo ao fechamento do aeroporto de Maricá já resultaram dois acidentes (este e este), com três mortos e um ferido; várias ameaças; suspeitas de sabotagem; atentados à segurança de voo, com invasão frequente da pista; além da inviabilização do mais importante polo de instrução aérea do estado do Rio de Janeiro. Enquanto isso, o que fazem as autoridades aeronáuticas?

A ANAC emite uma nota dizendo que “o operador aeroportuário tem prerrogativas legais para utilizar veículos em inspeções e verificações na pista e eventuais riscos às operações aéreas”. Ah, que ótimo! Quer dizer, então, que as viaturas que invadem frequentemente a área de uso restrito dos aviões estão lá somente para “verificar a pista”? E que tal mandar fiscais para o aeródromo de Maricá para comprovar a veracidade das denúncias? …Ou colocar um fiscal numa aeronave e ir para lá fazer um TGL? Aliás, não há notícia de um único funcionário da ANAC que tenha ido para Maricá nos últimos tempos – nem para negociar com o prefeito o desmantelamento da mais importante estrutura de formação de pilotos do estado do Rio. Ou isso também não interessa à ANAC?

Aí, um piloto envia um RELPREV para o CENIPA, denunciando que fora ameaçado de ter sua aeronave alvejada por disparos de arma de fogo, e qual a resposta que ele recebe? Que aquilo não é uma questão de segurança de voo, e ele que vá para a delegacia mais próxima registrar um B.O.! Ok. Então, quer dizer que um moleque apontar um laser para uma aeronave é um atentado á segurança de voo; soltar um balão é um atentado à segurança de voo; mas atirar contra um avião pousando, não? É claro que isso TAMBÉM é um crime comum, mas dizer que não é uma questão de segurança de voo me parece um despropósito…

Bem, mas quem eu entendo que está realmente omisso nessa história é a SAC – que foi quem celebrou o tal convênio com a prefeitura, delegando a exploração do aeródromo (trata-se de documento público, que pode ser obtido aqui). Neste convênio, há uma cláusula – a 6ª: “Das obrigações gerais do delegatário” – que está claramente sendo descumprida pela prefeitura, a começar pelo item I: “explorar o aeródromo com os níveis de segurança. eficiência e conforto e eficiência exigidos pela legislação federal em vigor”. Ora, abundam vídeos na internet (como, por exemplo, este aqui) mostrando que não está havendo o mínimo respeito à legislação federal que trata da segurança de voo, quando viaturas da prefeitura transitam pela pista daquele aeródromo. Mas há muitos outros incisos, nesta mesma cláusula, que não estão sendo cumpridos, basta ler. E o tal convênio tem uma outra cláusula – a 14ª: “Da intervenção” -, que diz que a SAC poderá intervir se a prefeitura agir como vem agindo; vejam isso:

maricá

Daí a minha pergunta do título alternativo para este post: O que a SAC está esperando para intervir? Mais mortes? Porque é isso o que vai ocorrer se a situação do aeródromo de Maricá permanecer como está.

 

 

11 comments

  1. Arthur VAZ
    4 anos ago

    Estou “ouvindo” novamente o silencio dos “BONS”?
    No dia do aviador eu vi um monte de post no facebook, agora que perdemos amigos em acidentes, pouco se fala.
    Perde de vidas pra mim é inaceitável, ainda mais quando se refere a falha adminstrativa.
    As vezes acho que escolhi a profissão errada.

    • Júlio Petruchio
      4 anos ago

      Pois é… Postar no Facebook coisas legais agrada a quem vê e ganha muitos “likes”.
      Mas postar sobre atitudes criminosas do “Nobre Alcaide” as pessoas julgam como “chata” e não ganha “Like”.
      Assim continuamos sendo um “povo sem memória”.
      E no fim ficaria tudo no “ambiente virtual”, mesmo…

  2. robson
    4 anos ago

    SUGESTÃO: Os aviadores próximos a Maricá deveriam marcar um encontro de aeronaves neste fim de semana, com pousos e decolagens já que a prefeitura diz que a pista não está interditada, só pra calar esse Prefeito Tirano. Agora eu não entendo qual é a dele de querer fechar esse aeródromo. Será especulação imobiliária ?

    • TONEY FONTES
      4 anos ago

      Claro que é amigo.. já esta vendido para um grupo Italiano, intermediado pelo PT. A filha do Lula é que vai administrar.

    • jabertecnico
      4 anos ago

      O vídeo trás prova interessantes sobre a veracidade de tudo que tem sido dito aqui no paraserpiloto.

  3. Arthur VAZ
    4 anos ago

    Senhores,
    Qualquer cidadão pode fazer uma denuncia, inclusive anônima, ao Ministério Público de qualquer estado.
    http://www.mprj.mp.br (http://www.mprj.mp.br/cidadao/ouvidoria/faca-sua-comunicacao-aqui/).
    Esse assunto está me incomodando demais e eu como aviador e instrutor de vôo não posso aceitar a morte de um colega de trabalho por conta dessa palhaçada da prefeitura de Maricá.
    Estou fazendo a minha denuncia agora e peço aos senhores que junte-se a nós para fazermos ouvidos.

  4. Júlio Petruchio
    4 anos ago

    Conhecendo a filosofia “dazotoridadi brasilêra” é capaz da SAC fechar o Aeroporto de Maricá para acabar de vez com a bagunça ali reinante, fazendo assim a vontade do “cumpanheru PTralha” Quaquá.

  5. alexandre
    4 anos ago

    Raul, você tem que lembrar que a prefeitura de Marica é PT, a ANAC também é …, sendo assim, PETRALHAS unidos jamais serão vencidos… a não ser que… muita merda seja jogada no ventilador denunciando ao ministério publico e principalmente a imprensa os absurdos que ocorrem em vários aerodromos, Marica pode ser usado como um exemplo, neste caso se mistura a incompetência de uma prefeitura que não entende absolutamente nada de aviação e leis aeronauticas (coisa comum na grande maioria dos aerodromos administrados por prefeituras) e má fé por parte do administrador, que por um motivo desconhecido impede escolas, empresas e empregos formais de continuarem seus trabalhos e descumprem regras internacionais aeronauticas fechando uma pista de pouso sem NOTAM

  6. jabertecnico
    4 anos ago

    Não consigo entender o que acontece com a aviação no Brasil. Em qualquer outro ramo de atividade, qualquer irregularidade é sempre verificada e apresentada pela mídia. Na aviação brasileira é exatamente o contrário. Uma simples arremetida vira manchete no portal G1 e a morte de pessoas por irresponsabilidade de outras fica assim, ao “Deus dará”. Irresponsabilidade essa que ainda pode e promete causar mais mortes, ou alguém acha que meter bala num avião vai dar apenas em susto? (Pelo menos a ANAC pensa assim, pelo que vimos na carta resposta à denúncia efetuada pelo piloto, divulgada na matéria anterior)

Deixe uma resposta