O problema da ressonância na aviação

By: Author Raul MarinhoPosted on
671Views4

Todo mundo já deve ter ouvido falar no problema da ressonância na aviação, de asas se partindo sem mais nem menos, etc., mas pouca gente realmente entende por que isso ocorre. Por isso, acho interessante assistir ao vídeo abaixo, que também traz informações sobre o desenvolvimento do Lockheed Electra, uma das aeronaves mais elegantes que já voaram no espaço aéreo brasileiro (e que voam até hoje, na verdade, agora com o nome de P3 Orion).

4 comments

  1. Brian Toledano
    4 anos ago

    Alguém teria o link deste vídeo sem ser dublado..?

  2. Enderson Rafael
    4 anos ago

    Muito bom, pena que aqui em casa não carregou até o final. Deve ser minha internet tipo NET…

  3. Viktor Flyer
    4 anos ago

    Não é só nos electras que isso acontece, mas sim com qualquer aeronave. Basta exceder a Vne para que certas estruturas da aeronave, principalmente asas e estabilizadores entrem em flutter aeroelástico, e também nem é necessário que se atinja a vne para que isso ocorra, uma superfície de comando desbalanceada já é suficiente para que isso ocorra, é só ver um vídeo no youtube(não tenho o link aqui) de um jato executivo sofrendo o fenômeno nas asas.

  4. fredfvm
    4 anos ago

    Pôxa Marinho, amo por demais o Electra e o Orion é exatamente fantástico. Parabéns por esse vídeo. Foi uma ótima divulgação. Vou aproveitar para indicar a meu grande amigo, o Cmte Rui Torre, ex-comandante de Electra na ponte aérea.

Deixe uma resposta