Vai haver greve de pilotos neste ano?

By: Author Raul MarinhoPosted on
364Views14

Pelo que diz esta matéria de O Globo, pode ser que sim: “Impasse nas negociações pode levar aeronautas à greve neste final de ano“.

14 comments

  1. Enderson Rafael
    4 anos ago

    Não vou poder ir à assembleia, mas enfim, tb acho um tiro no pé essa ideia todo ano de greve de Natal. Os próprios tripulantes não querem perdem o Natal em casa, e isso mesmo, ela põe os passageiros contra nós, e não a nosso favor. De resto, vivemos no país da liminar. Se fôssemos parar, teríamos que fazê-lo de forma ilegal. Afinal, médicos, bancários e policiais não são serviço essencial, mas aeronautas são…

  2. Júlio Petruchio
    4 anos ago

    SNA convoca os Aeronautas para Assembleia Geral

    Depois de receber uma contraproposta negativa das empresas Aéreas para os itens econômicos e sociais da Campanha Salarial de 2014, o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) convoca a categoria para discussão do assunto em Assembleia Geral Extraordinária, que ocorrerá na próxima quinta-feira, 5/12, às 13h30, nos seguintes endereços:

    São Paulo/SP – Hotel Slaviero Rua Baronesa de Bela Vista, 499 – Salão Galeão;
    Rio de Janeiro/RJ – Av. Franklin Roosevelt, 194 – salas 802 a 805 – Castelo;
    Belo Horizonte/MG – Aeroporto da Pampulha/Vista Panorâmica S/N;
    Brasília/DF – SRTVS, quadra 701, conj.E Bl 2/4 – sala 102 – Ed. Palácio do Rádio II;
    Belém/PA – Av.Senador Lemos, 4680 Sala 2/3 – Sacramenta;
    Porto Alegre/RS – Rua Augusto Severo, 82 São João (Sindicato Nacional dos Aeroviários).

    Compareça!!!

    Precisamos nos unir para lutar pelos nossos direitos! É hora de mobilizarmos para nos fortalecermos!

    O SNA está à disposição da categoria para mais informações.

    Diretoria do Sindicato Nacional dos Aeronautas

    A Justiça, será feita!!! – Ironic Mode ON!

  3. Simone s vaz
    4 anos ago

    Minha opinião sobre essa possibilidade de greve no fim de ano é sempre um tiro no pé, nós temos é que fazer essas paralisações em épocas de festas não familiares, tipo carnaval, dia disso e daquilo, se houver essa paralisação nas festas de fim de ano o que conseguimos é o total repúdio da população e como todo ano, o governo vem com as ameaças de multas altíssimas diárias e a tal paralisação nuuunnncccaaa acontece.
    Só pq a data é 1 de dezembro só agora se começa a negociação??temos 11 meses fora o mês de data-base e jamais conseguimos o que queremos, no táxi aéreo então, é uma vergonha todo ano a negociação que deveria ser começada e terminada entre outubro e dezembro, o SNETA enrola o SNA e vai para o ano seguinte e qdo acertam valores, estes são divididos em parcelas que vão sendo pagos em doses homeopáticas, quase nem se nota o dito “aumento”…..é o fim, parece que todos estão contra a aviação, principalmente contra os pilotos, ô inveja danada!!

  4. Tem certeza que a notícia se refere ao Brasil, né? Sounds like Germany, UK etc…

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Olha, Fábio… A atual gestão do SNA me parece bem mais atuante que as anteriores. Mas agora é a hora da verdade, né? Veremos…

  5. fredfvm
    4 anos ago

    Em época de crise na aviação e na oferta imensa de profissionais, lembro muito o que aconteceu logo no final da década de 80 no século passado… houve uma greve geral dos pilotos e muitos que se encontravam desempregados furaram a greve e tomaram os empregos dos grevistas. Não vou me espantar se acontecer isso novamente. Mas isso é só minha opinião…

    • Raul Marinho
      4 anos ago

      Peraí… Como é que um piloto desempregado pode furar uma greve (ou aderir a ela)?

      • David Banner
        4 anos ago

        Talvez o Fred tenha usado o termo errado pra definir a prática que ele citou… mas que essa prática existe, existe hehehe. Basta um piloto empregado dar uma mínima brecha pra que apareça alguém se oferecendo pra ganhar “um salário mísero”.

        • Raul Marinho
          4 anos ago

          Na aviação geral, eu concordo. Na comercial, é mais complicado fazer isso…

          • fredfvm
            4 anos ago

            Mas nessa época aconteceu isso Raul. Pilotos da aviação executiva foram voar na Comercial por convite das próprias empresas aéreas… lembro que muitos entraram na TransBrasil e na Nordeste Linhas Aéreas. A greve geral era só dosa pilotos da aviação Comercial, não da executiva.

            • Raul Marinho
              4 anos ago

              Ok, Fred. Mas então não houve furo à greve, concorda?

              • fredfvm
                4 anos ago

                Haaa.. agora entendi. Furar a greve seria uns dos grevistas voltar a trabalhar… Entendi. Mas se outros pilotos, mesmo não fazendo parte da greve, tomar a vaga de um grevista ocasionando sua demissão, também não seria furar a greve ???

                • Raul Marinho
                  4 anos ago

                  Pois é, Fred, para o cara ser fura-greve, é preciso estar em greve; e para estar em greve, é preciso estar empregado e pertencer à categoria…

                • David Banner
                  4 anos ago

                  “Filosofando” um pouco, dá pra chega a essa conclusão sim. Já que no exato momento em que o infeliz usurpa a vaga do “amigo”, ele passa a integrar a categoria, e no instante em que ele põe o pé dentro de uma avião pra trabalhar, durante uma greve da categoria, ele estará furando a greve.

Deixe uma resposta