A reportagem incorreta do SPTV sobre a desativação do Campo de Marte

By: Author Raul MarinhoPosted on
370Views11

Imaginem que o Zézão, pai do Zezinho, vai ao médico, e descobre que está com câncer – e o doutor lhe dá uma expectativa de vida de 3 anos. Zézão é um sujeito muito rico, e o Zezinho é seu único herdeiro conhecido. Então, com base no prognóstico médico, seria correto afirmar que o Zezinho vai ficar milionário em 2017? É claro que não, pois a expectativa de vida que o médico citou é só uma inferência estatística baseada em casos parecidos com aquele; tem muita gente que já teve diagnóstico semelhante que está viva há décadas. Além disso, há um inventário, que também é incerto e demorado; há a possibilidade de aparecerem novos herdeiros (filhos desconhecidos), etc. Isso sem contar que o Zézão pode fazer maus negócios e perder toda a sua fortuna antes de morrer – vide o caso Eike Batista…

Raciocínio idêntico se aplica à situação do Campo de Marte. Conforme noticiado aqui, o ministro da SAC disse que as operações de asa fixa daquele aeródromo podem deixar de ocorrer somente quando houver outros aeroportos para suportar a demanda, e que isso deverá acontecer daqui a cerca de 3 anos. Mas isso não significa que as operações serão desativadas em 2017, pois não há nenhuma certeza de que esses novos aeroportos ficarão prontos em três anos (ou em alguma data) – na verdade, há muitas dúvidas quanto a isso.  Além disso, há que se admitir que os prejudicados com a interrupção das operações de asa fixa no Campo de Marte nada farão, o que é implausível – num país com um cipoal jurídico como o nosso, quantas liminares, recursos e afins podem acontecer? E, finalmente, há que se considerar que os sucessores do atual prefeito, que estará deixando o cargo daqui a 3 anos (a não ser que ele se reeleja, o que considero outra improbabilidade), mantenham o propósito de fechar o aeroporto para a asa fixa… Ou seja: tudo isso considerado, quais seriam as chances de, realmente,  o Campo de Marte ser fechado para a asa fixa em 2017?

Para o SPTV, 100%. De acordo com essa reportagem que foi ao ar no sábado – “Aviões particulares não poderão operar no Campo de Marte após 2017” -, estamos diante de algo líquido e certo. Trata-se, na verdade, de mais uma matéria favorável à desativação do aeroporto levada ao ar pelo jornalismo paulistano da Rede Globo – vide reportagem mostrada neste post. Donde se conclui que há uma clara linha editorial da Globo no sentido de apoiar o fechamento de Marte. Por que será? Alguém tem algum palpite? Quem tem interesse nisso? (“Follow the money”, já dizia o Sr. Garganta Profunda…).

11 comments

  1. Fabio T
    3 anos ago

    Tem que fechar esse aeroporto mesmo!
    Não tem utilidade nenhuma para a população do entorno.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Por esse critério, dever-se-ia fechar todo aeroporto do mundo!

      • Exato Raul, as “pessoas” criticam sem conhecimento, apenas por criticar e apoiar decisões tomadas por pessoas sem o menor preparo e que são eleitas por maracutaias. Eu resido nas proximidades de congonhas desde meu nascimento há 46 anos, utilizei o aeroporto UMA vez apenas mas sei da importância do mesmo. Hoje moro a poucos metros da antiga Líder, não sou piloto e nem tenho um helicóptero, pelo pensamento reinante eu deveria odiar o aeroporto. Barbaridade a mentalidade tacanha da população atual…

  2. Zé Maria
    3 anos ago

    A “Grobo” é o grande câncer deste país!!
    Só presta o “desserviço”, em todos os níveis!!
    E como bem já o disseram, “tá com o rabo preso”!!
    Pecado é que a imensa maioria da nossa população, meio que num transe hipnótico, não é capaz de ao menos tentar mudar de canal. . .e o resultado só poderia ser esse mesmo. . .fail total, infelizmente!!
    Zé Maria

  3. Freddy da Silva
    3 anos ago

    E se a Dilma não se reeleger em outubro tudo isso muda.

    • Júlio Petruchio
      3 anos ago

      Para o bem da Nação, que Deus te ouça!

  4. Quem tem dívidas ativas com certos bancos públicos não pode se dar o luxo de ser “editorialmente independente”. Por essas e outras que eles não são brindados com a minha atenção há muitos anos…

  5. Rodrigo Edson
    3 anos ago

    O mal da sociedade são os jornalistas “burros”, “preguiçosos” e claro, os mal intencionados.

    Sem mais

    • Julio Petruchio
      3 anos ago

      E os bem pago$…

Deixe uma resposta