Software educativo para simulação de operação monomotor em bimotores leves

By: Author Raul MarinhoPosted on
222Views5

Muitíssimo interessante o software educativo para simulação de operação monomotor em bimotores leves, que pode ser acessado nesta página. Deveria ser obrigatório no curso de MLTE (se este curso existisse, é claro…).
(Obs.: Não me lembro de quem indicou o link no Facebook; se a pessoa estiver lendo este post, identifique-se, que eu concedo os créditos).

5 comments

  1. Cadu
    3 anos ago

    Eu publiquei aqui no no post da Ilusão dos bimotores e se espalhou pela net!!!Achei este link no forum do us american pilots.. Também isto é completamente indiferente, mas..Abs

  2. J.Paulo
    3 anos ago

    Interessante a simulação de situações.
    Porém pra acrescentar , ouvi falar de um Cmte que teve uma pane real, no qual a RPM permanece em giro bem acima de 1000rpm
    por mts minutos, assim vale fazer uma pesquisa para um possível reacionamento, a exceção tb em caso de choque aviario no qual a RPM tende a reduzir rapidamente e no qual provavelmente danificou hélice e ate o eixo do motor. Embora tb que em situações criticas como aproximações e decolagem , vale a máxima de voar o aviao – Asa – pedal, +pot no remanescente Climb zero ou pos!! e logo reduzir cortar embandeira-lo e vir o mais breve e estabilizado possível para o pouso. Lembrando do grande arrasto gerado em quando em pane mono tanto do motor em pane girando quanto da aeronave em si com atitude “incomum”.
    Att, sempre CAVOK pra nós!

  3. pedropk
    3 anos ago

    Só para contribuir com o link, segue abaixo observações que fiz quando o publiquei:

    “Façam as simulações. Em boa parte das situações de Altitude Densidade, mesmo sem estar com o Peso Máximo, bimotores leves não conseguiram subir operando Monomotor.

    Fato esse que pode ser agravado pela operação seguindo alguns manuais. Alguns recomendam identificar a pane, verificar parâmetros de motor, antes de reduzir a Potência, para somente então Embandeirar a hélice.

    Mas esses mesmos manuais informam que o Embandeiramento só será efetivo se a rotação do eixo for de pelo menos 800 RPM ou valores próximos a isso, como é o caso do Sêneca II, por exemplo.

    Em uma pane real, será bem provável que quando o Cmdt decidir pelo embandeiramento, já não haja energia suficiente para tal.”

  4. Pedro Santos
    3 anos ago

    Não sei se fui o primeiro, mas te marquei em uma publicação que fiz desse link no Facebook

Deixe uma resposta