Um dos vídeos mais bizarros que você já viu

By: Author Raul MarinhoPosted on
305Views17

O vídeo é um pouco longo, mas vale a pena assisti-lo integralmente. No final você vai entender porque é importante observar cada detalhe.

 

 

17 comments

  1. André
    3 anos ago

    Kkkk coitado do Juninho kkkkk na minha época de PP e olhem que isso faz tempo…..
    Estava eu no aeroclube e no ponto de espera notei que o vento era muito mais forte que o normal….. eu com minhas 6 hs de ovo disse ao instrutor que não iria ingressar na pista com aquele vento forte, pois estávamos de Aeroboero, ele então disse para eu ingressar e confiar nele….kkkkkkkk “confiar nele” tudo bem que ele tinha umas 3000 hs de vôo mas naquele momento como diz um amigo eu senti “gosto da morte” abortei a missão paguei 100 conto a mais e decolei de TUPI com outro instrutor que hj é Cmte da TAM, aliás naquele dia eu o trouxe de carona para SP com o objetivo de participar da seleção, voltando para pouso notamos o caminhão do corpo de bombeiro saindo da base, e na cabeceira oposta o Aeroboero caído a direita do seguimento de decolagem “levou uma rajada que nem 3000 hs de vôo conseguiu segurar” resultado aluno desistiu de ser piloto e o instrutor veio a falecer depois de alguns meses em um acidente na aviação agrícola.
    Resumindo senhores na minha humilde opinião com várias acfts voadas incluindo B737 e depois de ter acompanhado muitos ovos como safety e ter feito muitos simuladores iniciais com pilotos com 160hs de vôo, cheguei a conclusão que não adianta nada requerer 60,100,150,200 hs para checar PP, essa postura e opinião é de cara que gosta de surubar os outros, o cara que tem deficiência no julgamento e tem medo de morrer “amor a vida” vai aprender com o tempo, oque mata é o cara ser bonzão igual esse Ricardo aí.

  2. Jose Luis
    3 anos ago

    Por essas e outras que o curso de PP deveria:

    – Ser mais denso;
    – Ser feito em escola homologada e continuar precisando de aprovação para fazer a banca da ANAC;
    – Cobrar dos caras uma navegação de verdade e não só perguntas teóricas (tem gente que se perde de Marte para Sorocaba);
    – Carregar na meteorologia, na teoria de voo e ter uma bom estudo sobre “perigos”;
    – Cheque só após pelo umas 65 horas.

    Como dizia um ex-professor do ACSP : ” Até para voar vassoura de bruxa o cara deveria ter licença.”

    O PP deveria realmente preparar o cara para voar e o PC fazer os ajustes e correções finas nos pilotos, mas …

    Aí aparece um monte de Cmte 007 ‘Permissão para matar” levando muitos Juninhos para o fim, que pode não ser o da pista.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Mas quem te disse que o artista que comandou o espetáculo era só PP? Eu não o conheço, mas pela pinta, o cara parecia ser até instrutor… E aconteceu há mais de 20 anos, na “época dourada” do DAC. Prá vc ver que a situação é bem pior!

      • Jose Luis
        3 anos ago

        Raul,

        Bem que eu concordo contigo por mesmo não sendo visíveis as berimbelas ali contavam umas 12 … rs
        Mas o fato que eu coloco é que hoje em dia não se faz muito esforço para ter uma licença de PP e o recém brevetado acredita que porque tem a licença de PP já é um master e que aviação é uma brincadeira, não requer estudo + dedicação + julgamento + critérios, e acaba carregando isso para o resto da vida.
        Isso com certeza é um dos fatores que nos faz apreciar esses exemplos de como não fazer.
        Apertar um PP para aprender como a coisa tem que funcionar é evitar esse tipo de problema no futuro.

        Abraço.

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Pois é, mas eu questiono se um dia já se fez este “esforço para ter uma licença de PP” que vc cita… Concordo que a coisa está ruim, mas não sei se já foi boa.

  3. wassall
    3 anos ago

    Que tenham pronto restabelecimento; errar é humano persistir é burrice.

  4. Douglas
    3 anos ago

    Esse “cmte” tinha que ir para a NASA… embrulhado num saco para ser estudado.

  5. Fernando
    3 anos ago

    Santa ignorância, se não decolou com menos peso! Imagine com mais! O resultado é esse infelizmente. Melhoras ao piloto.

  6. Altitude densidade -Ela existe e esta no meio de Nós-

  7. Marcelo Quaranta
    3 anos ago

    Impressionante a cara de desdém do Ricardo para o COMANDANTE ZAMBONI. O que o Comandante Zamboni teve foi atitude de comandante, senso de avaliação e precaução,, ao contrário do outro que estava se achando o top gun brasileiro. Estando sozinho a atitude do Ricardo foi parar o vôo devido a temperatura alta. Já a atitude do outro foi insistir numa decolagem com DOIS dentro do avião. E o Juninho entrou de bucha da irresponsabilidade do “top gun”.

  8. Renato
    3 anos ago

    Parabéns ao primeiro piloto que teve bom senso e experiência em cair fora dessa traquitana. Saiu inteiro!

    É aquela máxima… tá cheio de bund*o vivo e ás morto por aí hehehe

    • Márcio
      3 anos ago

      Pois é, estava indo até bem, mas aí decidiu jogar “Juninho” na roubada.

      • Raul Marinho
        3 anos ago

        Indo bem? O cara viu que o outro piloto não estava conseguindo atingir a VR, e mesmo assim foi arrogante e disse que era problema de “mão”! A entrada do Juninho foi só a cereja do bolo de uma sequência de atitudes inconcebíveis para um aviador.

  9. Enderson Rafael
    3 anos ago

    Várzea mode: ON, nem sei o que falar.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Também não. A coisa é tão bizarra que nem consegui comentar.

  10. Daniel Turquetti
    3 anos ago

    Coitado do Juninho kkkk

Deixe uma resposta