Dá para voar parte das horas requeridas para a obtenção da Licença de Piloto Agrícola em planador?

By: Author Raul MarinhoPosted on
624Views8

Recebi na página Dúvidas & Comentários a seguinte pergunta do leitor rafa545:

(…) tenho uma dúvida a cerca da aviação agrícola: é verdade que para o tirar o cavag são necessárias 370 horas de voo, porém me falaram que 170 horas poderiam ser feitas em planador, isto realmente é verdade ? E também eu gostaria de saber se contam todas as horas de planador ou somete as horas de voo solo ? E onde eu acho no site da ANAC esta questão de aproveitar horas de planador na aviação agrícola, pois eu não consegui encontrar nos regulamentos do site da ANAC .

Bem, onde encontrar a resposta é fácil responder: RBAC-61, subparte N, seção 61.243. Mas vamos analisar o seu quinto item, que é o que vai responde à questão:

(5) possuir 400 (quatrocentas) horas de voo totais, das quais, no mínimo, 200 (duzentas) horas de voo devem ter sido realizadas na categoria de aeronave para a qual é solicitada a habilitação, sendo, pelo menos, 100 (cem) dessas horas de voo como piloto em comando.

Como o curso de Piloto Agrícola tem em seu programa (vide manual do Curso de PAGA) 30h de voo, seria mesmo necessário ter 370h ao iniciá-lo para, no dia do cheque, poder exibir as 400h requeridas. Destas 370h, pelo menos 200h teriam que ser voadas em avião (no caso de PAGA), “sobrando” 170h para serem voadas em outras categorias de aeronaves, como helicópteros ou… Planadores! E o regulamento não especifica como essas horas teria que ocorrer, se em voo solo ou em duplo-comado. Mas também é preciso levar e conta o requerimento de 100h PIC, sendo que estas poderiam ocorrer tanto em avião quanto e planador.

Deu para entender? Qualquer dúvida, pergunte.

8 comments

  1. jocelio
    8 meses ago

    boa noite! ja tenho a licença de pp e mult e fiz todas as horas em escolas, agora voei 1 hora em uma aeronave da estado particular, se eu voltar p a escola p fazer a licença d pc vou ter d voar 200 horas ou so continuar as 150

    • Raul Marinho
      8 meses ago

      Vc terá que cumprir o programa do manual de curso de pc, que é de 110h para poder checar o pc com menos de 200h – ex.: se vc fez 40h no pp, mais umas 13,5h de MLTE, mais 1,5h em aeronave particular, vc tem 55h; logo, daria para checar o pp com um mínimo de 165h.

  2. luan
    2 anos ago

    Raul, as aeronaves experimentais estão inclusas para conclusão das 170 hrs

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      A seção 61.29-i do RBAC-61 EMD005 diz o seguinte:

      As horas de voo realizadas em aeronaves experimentais, quando registradas na CIV ou no Sistema Eletrônico de Registro de Voo, devem ser identificadas com anotações no campo “Observações”. Tais horas podem ser consideradas para cumprimento de requisitos de experiência recente, conforme estabelecido na seção 61.21 deste Regulamento; não podendo ser consideradas para concessão de licença de piloto ou elevação de graduação de licença de piloto.

      Dito isso, vc tem duas opções:
      a)Desconsiderar as horas voadas em AVEX, e refazer essas 170h em avião homologado, para que seu processo corra “liso”; ou
      b)Checar a PAGA mesmo com essas 170h em AVEX e depois, se o processo for indeferido (e, quase certamente, vai), entrar com recurso e/ou na justiça. Porque a redação do item acima realmente dá uma brecha para vc brigar.
      Ou seja: vc não pode usar as horas voadas em PU/P_-Z para checar licenças (PP, PC, PLA). Porém, o regulamento não fala nada sobre habilitações, que é o caso de PAGA – que, imagino, seja a sua dúvida.

  3. Thyago
    3 anos ago

    Obrigado! esclareceu bastante!

  4. Amadeu
    3 anos ago

    “200 (duzentas) horas de voo devem ter sido realizadas na categoria de aeronave para a qual é solicitada a habilitação” = quer dizer avião CONVENCIONAL ?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      De acordo com o RBAC-61, seção 61.243-5, do qual vc reproduziu uma parte, para checar a PAGA é necessário ter um mínimo de 200h na CATEGORIA avião, então pode ser qualquer um – triciclo, convencional, jato, multimotor, etc. Ocorre que, de acordo com o manual do CAVAG, “MCA 58-17 – Manual do curso piloto agrícola-avião” (vide http://www2.anac.gov.br/arquivos/pdf/MCA58-17.pdf), o treinamento do CAVAG tem 30h, integralmente realizado em aeronaves convencionais – parte em “genéricas” (Boero, Paulistinha, etc.), parte em aeronaves agrícolas propriamente ditas. Com isso, o que se tem é que, no mínimo, serão necessárias 200h de voo em avião, dos quais 170h podem ser em avião triciclo, e 30h deverão ser, obrigatoriamente, em avião taildragger (com trem de pouso convencional).

      • Amadeu
        3 anos ago

        Muito obrigado Raul Marinho.

Deixe uma resposta