‘LOC-I’ & ‘Upset Recovery’: As bolas da vez

By: Author Raul MarinhoPosted on
700Views21

Menos de 48 horas antes do acidente com o E.Campos, estava ocorrendo uma palestra no Bombardier Safety StandDown sobre ‘LOC-I’ (Loss of Control In-Flight ou Perda de Controle em Voo) e ‘Upset Recovery’ (Recuperação de Atitudes Anormais), cuja apresentação segue abaixo (vejam como diversos fatores presentes no acidente estão nela descritos):

Loss of Control In-flight – SSD2014

Pois muito bem.  Ocorreu o acidente, surgiram as mais variadas hipóteses para a sua causa – de CFIT a sabotagem -, e agora, uma semana depois, aparece um vídeo de uma câmera de segurança que mostra isto:

…A aeronave caindo quase na vertical, numa atitude claramente anormal.

Ou seja: foi ‘LOC-I’, isso é fato – o que se discutiu teoricamente na 2a.feira realmente ocorreu na 4a. Agora… Por que o controle foi perdido e, principalmente, por que ele não foi recuperado, é outra história – e, certamente, os investigadores terão muito trabalho para descobrir isso. De qualquer maneira, acredito que o debate sobre ‘LOC-I’ & ‘Upset Recovery’ vai pegar fogo de agora em diante.

21 comments

  1. Beto Arcaro
    3 anos ago

    Olha pessoal, acho que estamos nos atendo muito ao campo do “Pode Ser”.
    Gente explicando este acidente com teorias mirabolantes, tem de montão!
    Mas, poderia ter sido uma “reles” desorientação espacial, a qual acontece com todo mundo que voa, independente da experiência que se tenha?
    A desorientação espacial é inerente à quem voa.
    Nossos Labirintos não foram feitos para nos orientar em vôo!
    O treinamento, a experiência, etc., fazem com que você perceba os sintomas da desorientação e consiga se reorientar à tempo.
    O duro é que esse tempo, muitas vezes é bem pouco.
    Quando se fala em “Pode ser”, as coisas ficam meio esquisitas!
    Na minha concepção, “TUDO” pode ser!
    Pode ser que um meteorito tenha atingido o PR-AFA?
    Pode ser!
    É improvável?
    Não!
    Pois, se “pode ser”…

  2. Marcelo Barbiero
    3 anos ago

    Muito interessante este assunto e ainda pouco comentado.

    Este vídeo é antigo mas explica bem essa situação…

  3. Rafael Souza
    3 anos ago

    Esse avião parece estar de dorso, alguém mais acha isso?

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Acho possível, sim – embora, pelas imagens, não dê para afirmar nada…

      • Rafael Souza
        3 anos ago

        Eu estava conversando com um piloto de citation, ele me disse que nessa aeronave não se pode comandar flaps up acima de 200KT, portanto deve-se arremeter e subir para a altitude de aproximação perdida, após isso reduzir novamente a velocidade e retirar os flaps aos poucos, se o piloto retirar os flaps nem que seja apenas 1 dente numa velocidade alta ele afunda bastante o nariz e o trim demora a responder. Acredito que se ele fez isso curvando a esquerda o avião possa ter estolado a asa esquerda e virado de dorso.

    • Marcos Adriano Nering
      3 anos ago

      Também tive a impressão de que a aeronave estava (caindo) de dorso.

    • Luiz Reia
      3 anos ago

      Concordo !

  4. Beto Arcaro
    3 anos ago

    Lá no curso, tem um vídeo que o cara se desorienta na Arremetida, do nada, entra em Upset. Nesse não teve jeito! A recuperação foi impossível.

  5. anisioluiz2008
    3 anos ago

    Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.

  6. petersonramos
    3 anos ago

    Apenas para enriquecer a apresentação, seguem os links de dois vídeos:

    Incidente com A310 da cia Tarom Airlines em Paris.

    Acidente com EMB 120 Brasilia VH-ANB.

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Os links não vieram…
      O do A310, especialmente, é espetacular! Impressionante que não tenha ocorrido uma tragédia!

      • petersonramos
        3 anos ago

        Incidente com A310 da cia Tarom Airlines em Paris. Sem vítimas.

        “http://www.youtube.com/watch?v=VqmrRFeYzBI”

        Segundo acidente: EMB 120 Brasilia VH-ANB acidente ocorrido em 22/03/2010 em Darwin, Austrália

        “http://www.youtube.com/watch?v=2iInEsXKNzI”

        • Raul Marinho
          3 anos ago

          Legal! Na palestra, mostraram uma animação do acidente com o A310 muito mais elaborada, mas essa tbém está interessante. Vou publicá-las num post.
          Tks!
          Abs,
          Raul

          • Peterson Ramos
            3 anos ago

            Disponha! Quanto mais amplo for o debate e o compartilhamento de informações, melhor.

    • Pedro Santos
      3 anos ago

      Já vinha perder os links desses vídeos :D

  7. Beto Arcaro
    3 anos ago

    Muito bom, Raul.
    Tô achando muito legal a parte na qual eles explicam, por definição, o que é um “Upset”. O que caracteriza um Upset.
    Você acaba vendo o quando é comum, e que talvez você já tenha experimentado os sintomas.

  8. Ricardo Altieri
    3 anos ago

    A grande questão agora e tinham treinamento em simulador de vôo há menos de 1 ano?
    No simulador há um treinamento intenso quanto há arremetidas recuperação de atitudes anormais e aí vai.
    Outra questão e porque decolar de um aeroporto com meia hora de vôo e o destino que e um aeroporto marginal, pra não dizer péssimo,meio de morros,vento chuva enfim….
    Sao questões que tem que ser levantadas outro ponto também e a respeito do recolhimento do flap 15 acima de 200 nos no excel.
    E o final de tudo e o porque de colocar a aeronave em condições marginais e hipoteticamente tripando o CB do CVR sei lá e uma crítica construtiva porque nos na aviação sempre temos que tirar uma lição dos acidentes que acontecem e se apreende muito com os erros sejam eles quais forem.
    O Comandante era muito amigo de um dono de empresa de Taxi Aéreo que deu cabo da própria vida uns quinze dias desse fato e todos nós sentimos somos seres humanos enfim….

    E a última questão e um problema altamente debatido pelo FAA por exemplo doutros órgãos internacionais e a questão da Fadiga o Comandante estava fadigado?????
    Estava envolvido em operações de Taxi Aéreo Clandestino?????? o famoso TACA.
    Infelizmente já vai se delineando as causas que já sao tão sabidas e discutidas no meio aeronáutico exaustivamente,temos que mudar o sistema o sistema está totalmente errado.
    E os cheques em aeronave exige se muito menos do aviador do que reqcheques efetuados em simulador…aí vai..
    Abs a todos….

  9. Beto Arcaro
    3 anos ago

    Hehe…E coincidiu com aquele curso que eu estou fazendo, Raul.
    Muito bom, por sinal!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Entâo, aquele curso foi oferecido justamente na palestra sobre LOC-I…

Deixe uma resposta