Dicas (valiosas!) para quem está procurando emprego no exterior

By: Author Raul MarinhoPosted on
287Views2

Um leitor me escreveu pedindo dicas para procurar emprego no exterior, e eu repassei a questão ao amigo Fábio Otero, que tem vasta experiência no assunto. Ocorre que a resposta do Fábio ficou tão interessante e completa (além de prática), que eu achei melhor reproduzi-la num post. Então, o texto que segue abaixo é a resposta do Fábio sem nenhuma interferência de minha parte. Para quem está procurando informações sobre este assunto, recomendo ler com bastante atenção (e explorar os links indicados) o que segue:

Há várias maneiras de dar visibilidade ao CV, com vistas a conseguir posições como “expatriate”:

.

1)- As gratuitas – por incrível que pareça – costumam a ser as que mais funcionam (pelo menos para mim; e sempre que possível, faça o contrato diretamente com a empresa aérea; “brokers”, só quando tiverem a exclusividade do contrato, como só acontece na China e/ou no Japão, p.ex.).

* Sempre usei muito a FlightGlobal Jobs, que é o serviço mais antigo e tradicional, uma vez que é anterior à Internet. Minhas primeiras buscas foram nela, quando ainda era copiloto de B737-200. Eram as páginas de classificados da revista britânica Flight International, que ainda existem na versão impressa. O link geral é http://jobs.flightglobal.com/?
** Outra da qual eu gosto muito é a Aviation Job Search ( http://www.aviationjobsearch.com ).
*** Por fim, o “Pilots Career Center” ( http://www.pilotcareercenter.com ), ótimo para pesquisar por região, por tipo de equipamento, por região do planeta etc.; muito bom, tb.
.
2)- Pode-se também inserir os dados nos portais de cada agência de empregos (e até para isso a FlightGlobal é ótima, pois quase todas as agências estão listadas lá, de A a Z; já trabalhei com a PARC Aviation, a CCL e a AeroProfessional). Como ele perguntou sobre a possibilidade de pesquisar os empregos “com base no cv do piloto”, o ideal é ser bem detalhado e específico, pq assim o “job alert” que será ativado filtrará empregos o mais próximo possível dos atributos / qualificações / experiência do candidato. Eu recebo freqüentemente, no meu e-mail, “job alerts” de várias agências e também dos sites gratuitos mencionados em (1). Comecei a trabalhar como “expatriate” em março de 2000, mas isso – depois que começa – é meio permanente. Mesmo estando trabalhando, é bom estar sempre “na vitrine”, pois não se sabe o dia de amanhã. Agora mesmo estou desempregado no Brasil, mas não fico sem trabalho, pq tenho sempre a opção de pular aqui para fora.
.
3)- Já assinei alguns sites pagos, como o www.flightdeckrecruitment.com, mas – cá entre nós – hoje em dia acho desnecessário. Todos os empregos estão em praticamente todos os portais, redes sociais etc.;
.
4)- Por falar em redes sociais, eu gosto do LinkedIN, tanto para networking no sentido de arrumar empregos, como para negócios em Aviação. Uso bastante. Há vários grupos de discussões, tanto de pilotos brasileiros como estrangeiros. É só pedir para ser incluido e observar, postar etc…
.
5)- Se a intenção específica for buscar emprego na China, recomendo a Smile Aviation, cujo representante na América Latina é o Cte. L. Kieling Filho. Excelente aviador (fomos colegas na Aviação Geral, bem lá no início dos anos 80, no RS e posteriormente na extinta VASP, por muitos anos) e grande pessoa, com extensa vivência na Mainland China, inclusive tendo desempenhado cargo de deputy chief pilot para os expatriados na Shenzhen Airlines. Então – além de saber do que está falando –  é muito íntegro, está alí mais para ajudar colegas do que pelo dinheiro; enfim, uma boa garantia de que vc não estará “comprando gato por lebre” (o que não é muito difícil de acontecer, aqui pela Ásia).
.
Espero ter ajudado. Qualquer outra dúvida, estamos à disposição.

 

 

2 comments

  1. Ramai Carvalho
    3 anos ago

    Muito obrigado pelas dicas, Fábio! E agradeço igualmente ao Raul, por ter postado! Este link com certeza me será muito útil, no futuro!

    Grande abraço e bons vôos a todos!

  2. Cadu
    3 anos ago

    Excelente as dicas do Fabio.

Deixe uma resposta