Portal CENIPA: “18% dos acidentes aeronáuticos ocorridos no período de 2004 a 2013 foram registrados no segmento da aviação de instrução”

By: Author Raul MarinhoPosted on
442Views11

Recomendo a quem puder, que participe do seminário para a aviação de instrução que será promovido pelo SERIPA V – vide esta nota do portal CENIPA. Mas, independente disto, convido a todos os envolvidos com as atividades da formação aeronáutica do Brasil que reflitam sobre esta informação contida na nota do link acima: “18% dos acidentes aeronáuticos ocorridos no período de 2004 a 2013 foram registrados no segmento da aviação de instrução“. Pôxa… Praticamente um em cada cinco acidentes ocorrem hoje na instrução! Precisamos reduzir esse número!

11 comments

  1. tio
    3 anos ago

    Obrigado Raul, pela informaçao sobre os INVAS , gostaria de sua opiniao sobre uma oficina que faz manutençao de magneto e motores sem ser homologada pela ANAC , o que pode acontecer com esta oficina.

  2. Marcos Véio
    3 anos ago

    Não entra aí nas estatísticas, os pousos forçados que ninguém ficam sabendo. Que fica por baixo de uma camada grossa de pano preto.

  3. tio
    3 anos ago

    infelizmente e uma realidade, INVAS trabalham muitas vezes sob pressao,baixo salario, MANUTENÇAO FEITA POR MAUS MECANICOS ( FUCANICOS ) e sao pouco reconhecidos, muitas vezes, sem registro em carteira e tudo mais.

    • marcelo
      3 anos ago

      Falando em carteira registrada para os INVAS sera que o SNA ainda nao notoficou os aeroclubes como havia anunciado algum tempo atras ?

      • Raul Marinho
        3 anos ago

        Notificou 100% dos aeroclubes e escolas de aviação do Brasil, segundo me informou o responsável pelo departamento jurídico do Sindicato.

    • tio
      3 anos ago

      conheço um que ainda nao registrou seus INVAS .

      • Raul Marinho
        3 anos ago

        Situação que pode ser informada ao SNA ou ao MT.

        • tio
          3 anos ago

          O aeroclube em questao e o mesmo que iria cobrar por um processo seletivo de INVAS no começo do ano.

          • Raul Marinho
            3 anos ago

            Entendi. Vou tomar as providências.

            • tio
              3 anos ago

              Agradeço, voce eles respeitam, e como respeitam.

  4. anonymous
    3 anos ago

    Cara…

    dá ideia não, senão aí que a nossa “excelente” agência (ANAC) não vai querer que o aspirante a INVA tenha 200hs e sim, provavelmente, 300 hs ou mais XD

    Ps: ironias de lado, certamente esse evento agregará algum conhecimento à comunidade aeronáutica

Deixe uma resposta