FAA muda as regras para obtenção da ATPL (equivalente à LPLA na ANAC)

By: Author Raul MarinhoPosted on
728Views5

Não é só no Brasil que a chapa está esquentando para os pilotos… Alertado pelo amigo Fábio Otero, percebi que a FAA alterou recentemente as regras para obtenção da ATPL (equivalente à LPLA na ANAC) na parte teórica – o que inclui treinamento em simulador -, conforme reprodução da Seção 61.156 da PART-61 mostrada abaixo. Ou seja, agora, para obter a ATPL na FAA será necessário:

  • 30h de aulas teóricas: 8h de teoria de voo/aerodinâmica, 2h de meteorologia, 14h de “operações de linha aérea” (são 9 sub-itens), e 6h de temas diversos (inclui CRM e cultura de segurança); e
  • 1oh de treinamento em simulador, sendo 6h em equipamento “level C”, e 4h em FSTD equivalente ao AATD no Brasil.

Esse treinamento custa, de acordo com o Fábio, algo em torno de US$5mil – o que, para nós, pilotos brasileiros magnatas, parece pouco, mas para um pobre aviador americano é muito (tanto é que está grande a chiadeira por lá). E, dado o costume de seguir a regulamentação americana no Brasil – especialmente quando é para complicar a vida do piloto -, não deve demorar muito para que essa moda chegue por aqui. Então, preparem-se…

§61.156 Training requirements: Airplane category—multiengine class rating or airplane type rating concurrently with airline transport pilot certificate.
After July 31, 2014, a person who applies for the knowledge test for an airline transport pilot certificate with an airplane category multiengine class rating must present a graduation certificate from an authorized training provider under part 121, 135, 141, or 142 of this chapter certifying the applicant has completed the following training in a course approved by the Administrator.

(a) Academic training. The applicant for the knowledge test must receive at least 30 hours of classroom instruction that includes the following:

(1) At least 8 hours of instruction on aerodynamics including high altitude operations;

(2) At least 2 hours of instruction on meteorology, including adverse weather phenomena and weather detection systems; and

(3) At least 14 hours of instruction on air carrier operations, including the following areas:

(i) Physiology;

(ii) Communications;

(iii) Checklist philosophy;

(iv) Operational control;

(v) Minimum equipment list/configuration deviation list;

(vi) Ground operations;

(vii) Turbine engines;

(viii) Transport category aircraft performance;

(ix) Automation, navigation, and flight path warning systems.

(4) At least 6 hours of instruction on leadership, professional development, crew resource management, and safety culture.

(b) FSTD training. The applicant for the knowledge test must receive at least 10 hours of training in a flight simulation training device qualified under part 60 of this chapter that represents a multiengine turbine airplane. The training must include the following:

(1) At least 6 hours of training in a Level C or higher full flight simulator qualified under part 60 of this chapter that represents a multiengine turbine airplane with a maximum takeoff weight of 40,000 pounds or greater. The training must include the following areas:

(i) Low energy states/stalls;

(ii) Upset recovery techniques; and

(iii) Adverse weather conditions, including icing, thunderstorms, and crosswinds with gusts.

(2) The remaining FSTD training may be completed in a Level 4 or higher flight simulation training device. The training must include the following areas:

(i) Navigation including flight management systems; and

(ii) Automation including autoflight.

(c) Deviation authority. The Administrator may issue deviation authority from the weight requirement in paragraph (b)(1) of this section upon a determination that the objectives of the training can be met in an alternative device.

[Doc. No. FAA-2010-0100, 78 FR 42375, July 15, 2013]

5 comments

  1. apieper
    3 anos ago

    Gostaria de comentar que a licenca americana se chama ATP (Airline Transport Pilot) e equivale à brasileira PLA.
    A sigla ATPL é usada pela licenca equivalente na Europa.

    O ATP-CTP, que é a nova exigencia, é o “preparatório” para se fazer o exame teórico de ATP.

    Quanto aos custos, não se pode “fixá-los”.
    Os EUA são uma economia de mercado e por enquanto, só existem 3 cursos “ATP-CTP” homologados pela FAA, entre 3000 e 5000 dólares. Mas a tendencia é surgirem dezenas e talvez centenas deles pelo país.

    A parte prática do mesmo não tem custo fixo e depende muito da experiencia individual de cada piloto, além de poder ser tirado em monomotores complexos e bimotores, também pode ser feito em conjunto com um “Type-rating” em simulador.

  2. Enderson Rafael
    3 anos ago

    Como eu disse que era previsível num comentário muitos posts atrás, 30h de aula. Um pouco diferente dos 3 meses que queriam fazer aqui, né…

  3. David
    3 anos ago

    Bom dia Raul. Apenas um complemento. O novo formato do ATP Certificate está dividido em ATP Certificate Training Program (USD 5,000) e ATP Practical Test (USD 5,000). Então antes o custo era em torno de (USD 5,000 e agora passou a ser de USD 10,000).
    Nota: The FAA issues certificates, ratings, authorizations, designations and letters. That’s right; the FAA does not issue licenses.

  4. Ricardo DAngelo
    3 anos ago

    Raul gostaria que vc comentasse sobre a notícia veiculada no link abaixo:

    http://www.jb.com.br/pais/noticias/2014/10/15/mp-propoe-flexibilizacao-de-regras-em-aeroportos-na-amazonia-legal/

    Dê uma atenção aos parágrafosd 5 e 6: a redução das exigencias de segurança…não afetará a segurança!

    Resumindo é isso: como não temos capacidade de adequar nossos aeroportos para um nível mínimo de segurança, esqueçamos a segurança!!!

    • Raul Marinho
      3 anos ago

      Eu já sabia do fato, Ricardo, mas me abstive de comentar porque meus conhecimentos sobre segurança aeroportuária não me permitem fazer uma análise mais aprofundada tecnicamente.

Deixe uma resposta