ATENÇÃO – Portal APPA: “Reunião Emergencial com ANAC”

By: Author Raul MarinhoPosted on
345Views13

A APPA publicou em seu site uma nota -“Reunião Emergencial com ANAC” – com muito mais detalhes sobre o assunto relatado no post “Ruy Flemming: ‘Vai sair uma emenda emergência da ANAC em 10 dias acabando a necessidade de CTAC para revalidação’”, dentre eles:

  • A reclassificação de aeronaves como o King-90/100/200, Cheyenne-I/II, Carajá, Pilatus PC12 e TBM como CLASSE (como foram originalmente concebidas, por sinal – e também como estão classificados até hoje na FAA);
  • A não obrigatoriedade das 200h em comando para INVA/Hs (a partir de set/2015); e, evidentemente, a tão comentada
  • Não obrigatoriedade de treinamento em CTACs para recheque de hab.TIPO, além da redução da quantidade de horas de voo de treinamento atualmente requeridas pelo RBAC-61 para recheque dessas habilitações (isso não estava no post acima citado).

Para já (horizonte de cerca de 10 dias), somente o último item deverá ser alterado; sendo que os dois primeiros devem ser discutidos num prazo mais longo (120-150 dias, segundo a nota).

Lembrando que esta informação não é nem oficial, nem AFA, encerro com um pedido:

INDEPENDENTE DAS EVENTUAIS CONCESSÕES OBTIDAS, NÃO VAMOS NOS DISPERSAR: É PRECISO QUE NOS MANTENHAMOS UNIDOS PERMANENTEMENTE, PARA ASSEGURAR E AMPLIAR NOSSAS CONQUISTAS!!!

13 comments

  1. M. Andreis
    3 anos ago

    Não podemos esquecer da questão das hrs IFR para PCH

  2. Alexandre Vidigal
    3 anos ago

    Isso ae galera, não vamos fugir do foco e continuar na luta e unidos.

  3. Lobo
    3 anos ago

    Não importa quem previu , o que importa e que estamos caminhamos para a frente e que a classe de pilotos tanto de avião quanto de helicóptero esta demonstrando uma UNIÃO jamais vista na história da aviação brasileira ,todos estão trabalhando com um único objetivo .Ao que esta sendo divulgado eu particularmente acredito que devemos aguardar o anúncio oficial por parte do Agência Reguladora.
    Cautela e caldo de galinha faz bem a todo mundo, a menos que, quem tem pressa e toma a primeira colherada fervendo, pode se queimar .

  4. Era só manterem os títulos 23, 25 e 61 do 14 CFR (antigos “FAR’s”) com suas traduções para o tupi-guarani bem atualizadinhas, que nada disso seria necessário. Esse ego que induz à reinvenção da pólvora é sempre um “pobRema”…

    • Beto Arcaro
      3 anos ago

      Exato!
      Tem que passar por cima do ego de muitos caras que se acham “Semi Deuses” com habilitação de
      “TIPO SQN” também.

  5. wassall
    3 anos ago

    Para mim é igual conta de restaurante desonesto, se passar tudo bem…

  6. Beto Arcaro
    3 anos ago

    Acredito que o quesito mais importante, que na verdade “criou” todo esse problema, seria a reclassificação das aeronaves para como elas são certificadas pelo fabricante.
    Resolveria inclusive, a insuficiência em número de checadores habilitados para as aeronaves erroneamente consideradas TIPO.
    Você poderia revalidar a habilitação, na 91, por experiência recente, como já é possível em aeronaves CLASSE.
    Sem contar, as incongruências “Legais”, com relação à performance de aeronaves TIPO ou CLASSE.

  7. Ricardo
    3 anos ago

    Uma luz no fim do tunel…
    Tenho fé que essa exigencia das 200h vai cair
    Só assim poderei inicar meu tao sonhado curso de pch
    Agora é esperar mais 5 meses… Ja estou nessa situacao ha 2 anos
    Eles so adiando, adiando e eu aqui fazendo papel de palhaço

  8. Francisco
    3 anos ago

    Parabéns Raul..pela repercussão. .e de extrema importância para o setor aeronáutico Brasileiro.

Deixe uma resposta