G1: “Aeronaves e cargas são apreendidas em operação da Anac e Ibama no PA”

By: Author Raul MarinhoPosted on
293Views7

Está acontecendo neste momento uma operação da ANAC no Pará para autuar ilegalidades como o TACA (táxi aéreo pirata), pilotos sem habilitação, aeronaves sem manutenção/inspeção, e pistas de pouso clandestinas. O G1 noticiou isso na reportagem “Aeronaves e cargas são apreendidas em operação da Anac e Ibama no PA” , e a própria ANAC deu destaque no seu portal: “ANAC e IBAMA concluem Operação Pôr-do-Sol“. Acho ótimo que tal operação aconteça, mas acho que os episódios de fiscalização no Norte são muito esparsos, e deveria haver uma presença permanente da fiscalização aeronáutica por lá. Sei das dificuldades, dos custos, da falta de pessoal, mas… Fazer uma “operação barata-voa” de vez em nunca não vai resolver o problema da ilegalidade da aviação nas localidades afastadas do país. Porém, se é para render manchetes nos jornais, o caminho está correto.

7 comments

  1. Fred Mesquita
    3 anos ago

    Em meteorologia, defino essa operação como NOSIG (nenhuma mudança significativa prevista). Eu explico… A ANAC não faz o papel dela em nada em que se propôe a fazer. Seja por falta de funcionários, seja por falta de conhecimento de regras. Esse tipo de atitude, “Fiscalização da Aviação Civil” deveria ser uma constante e como não é, esses operadores foram os escolhidos como “boi de piranha”.
    Uma vez finalizada a operação, novos aviões irregulares voltarão a operar na região, como se nada houvesse acontecido. E assim, continuamos a “empurrar com a barriga” tudo nessa terra do “geitinho”. Infelizmente é assim.

  2. Juliano Rangel
    3 anos ago

    Bom esses jornalista são um bando de carniceiros, conheço pouco a Região e não é 30% do que a reportagem está dizendo é um absurdo, alteração de interior de aeronaves (o cmd colocou um suporte de tablet), taxi aéreo clandestino (todos já vimos essa mesma história na Reportagem do fantástico aí em são Paulo), excesso de carga, peso etc… outro absurdo por exemplo pega o C152 para instrução com uns instrutor de 85 kg e um aluno de 90 kg e mais o kit de navegação com os tanques cheios, ele com toda certeza está fora do envelope, qual é o aeroclube que não faz isso? será que é só no Pará? é preciso bom senso nestes caso e ignorar o esses jornalistas escrevem.

  3. Wagner
    3 anos ago

    Concordo com o comentarista das 12:08, se a ANAC agiliza-se os processos para documentação de aeronaves, tripulantes e exames de saudê tudo fluiria bem, mas a demora pode chegar a 2 anos! Até lá meu amigo ninguém vai ficar esperando para poder trabalhar, todos temos contas a pagar, família e por ai vai.

  4. David Banner
    3 anos ago

    Se acabarem com os TACAs e autuarem pilotos sem habilitação de voar na região norte, acabou-se a aviação por lá.

  5. Marcin
    3 anos ago

    Raul, a questão de pessoal na ANAC seria tão mais simples de se resolver se a agencia não levasse 2 anos para chamar os concursados. Em 2012 foi o último e até agora os aprovados nele não foram chamadas, existe uma prorrogação estendida até março ou abril de 2015, se não me falha a memória.
    Para um continente chamado Brasil com uma frota de aviação geral tão ampla(apesar de pequena comparadas aos mano do tio Sam) a quantidade de servidores é ínfima, tanto administrativamente, quanto do quadro tecnico, INSPACS etc. A realidade é que a agência se escorou nos oficiais da Força Aérea e está numa fase de transição interminável.
    É necessário ter qualidade, não adianta chamar 2mil concursados(que realmente não é o caso) pra trabalhar lá sem ter um treinamento mínimo para reconhecer as necessidades da aviação civil brasileira. É preciso abrir o cofre, tirar dos cabides os penduricalhos políticos, mas aí já é outro departamento, infelizmente.
    Acho positivo também o combate as irregularidades, mas eles realmente precisam de continuidade e organização. A própria Anac não se decide, tem como sede Brasília, mas tudo que se faz tem que mandar pro RJ. Eles trocam os RBHA por RBACs mas não deixam claros determinados pontos cruciais, como é o caso das habilitações de cheque ou recheque ou mesmo o lance da obrigatoriedade de cursos teoricos, etc. voce sabe muito melhor que eu.
    Enfim, só da pra ficar na torcida mesmo, eu acho e tentar cobrar de algum jeito.

    • Southpilot
      3 anos ago

      Isso acontece porque as cabeças pensantes da ANAC são indicações do partidão…

  6. Hubner
    3 anos ago

    Essa operação é só mais um lixo político-midiático.

Deixe uma resposta