Ainda o caso do acidente relacionado às ‘selfies’ – “Graveyard spiral” (~espiral do cemitério~): o efeito que deve ter levado ao acidente

By: Author Raul MarinhoPosted on
737Views1

O blog BoldMethod publicou dois posts muito bons sobre o acidente relacionado às ‘selfies’, que comentei aqui. O primeiro – “Did A Pilot Selfie Really Cause This Accident?” – disseca o acidente para avaliar até que ponto as ‘selfies’ realmente tiveram alguma contribuição com ele (coisa que, na verdade, a NTSB não afirma, ao contrário do que a imprensa está publicando – e eu já disse isso no post do link acima). Mas o interessante mesmo é o segundo post – “What Is A Graveyard Spiral, And How Do You Avoid It?” -, que explica o que é esse tal de “graveyard spiral” (mal traduzindo, “espiral do cemitério” – desconheço tradução melhor): o efeito fisiológico que deve ter levado ao acidente, em última análise. Vale a pena ler, pelo menos, esse segundo post.

– x –

Como não poderia deixar de ser, o Estadão mais uma vez se atrapalha ao informar seus leitores sobre um acidente aeronáutico. Na reportagem “Selfie de piloto é apontada como causa de queda de avião“, o jornal aponta uma relação de causa e efeito inexistente no relatório da NTSB. Mas se não fosse assim, o Estadão não seria o Estadão, né?

One comment

  1. José Luís
    4 anos ago

    Raul,

    A versão em português que se tem em aulas de fisiologia do voo e INVH é “Espiral da Morte”.
    Aiás, fisiologia de voo ou no voo, como preferir o cliente, é muito negligenciada pelas escolas e mais negligenciada pelos alunos. É um assunto de “conhece-te a ti mesmo” e que pode salvar a vida de muita gente.

    Abraço

Deixe uma resposta