“O triste papel do CENIPA e da ANAC na investigação do acidente com o PR – AFA”

By: Author Raul MarinhoPosted on
428Views3

Recomendo que vocês leiam esta nota publicada no Portal da ASA-Associação de servidores da ANAC sobre o acidente com o PR-AFA. As informações são estarrecedoras.

3 comments

  1. anonymmous
    3 anos ago

    Momento teoria conspiratória.

    Acho que a criação de uma agência de investigação civil (controlada pelo governo), será uma forma de acobertar mortes de pessoas indesejáveis para o governo. Um avião contendo uma “persona non grata” meio que caiu, acidentalmente, e será “rigorosamente” investigado por essa nova agência.

    Tá pessoal é meio viajem, mas vai que…

  2. Rodrigo Edson
    3 anos ago

    Raul

    Antes de brigarem pela criação de uma nova agencia, acredito que deveriam gastar tempo e boa vontade para melhorar o serviço da ANAC, que infelizmente está pior a cada dia.

    Abs

  3. Southpilot
    3 anos ago

    Assunto complicado, lá pelo meio do texto já imaginei qual seria o desfecho e claro requerem a criação de uma Agência Civil de Investigação Aérea para tirar os militares do CENIPA. Não acho ruim a ideia mas a implantação de um novo órgão deverá ser planejada e gerenciada com critério para que não tenhamos uma nova ANAC da investigação e prevenção de acidentes. Apesar dos últimos acontecimentos e se o que foi citado no texto é verdadeiro, devemos lembrar que até que se prove o contrário, o CENIPA sempre fez um trabalho satisfatório com um nível de percepção muito melhor pela comunidade aeronáutica do que a colega civil de regulação aeronáutica. E já que o texto cita o BEA e o NTSB e diz que o sistema é ultrapassado e que deveríamos ter uma agência civil para investigações já que “eles sabem fazer isso funcionar profissionalmente” gostaria de questionar, será que não teríamos direito de termos uma ANAC nos moldes do FAA no Brasil? Já que “eles sabem fazer isso
    funcionar profissionalmente”.

Deixe uma resposta