“ANAC às moscas”: Agência paralisada chega à grande imprensa

By: Author Raul MarinhoPosted on
718Views3

No gueto da aviação, o assunto não é novidade – vide aqui -, mas agora também a grande imprensa começa a se interessar pelo fato de a ANAC estar paralisada desde 19/03, com somente dois diretores (sendo que são necessários pelo menos três para que se tomem decisões importantes no órgão). Vejam o trecho abaixo, reproduzido do artigo do Elio Gaspari publicado na Folha de ontem:

(…)

ANAC às moscas

A doutora Dilma entregou a coordenação política do governo a Michel Temer. Pelo andar da carruagem precisará arrumar um coordenador de governo. É difícil, mas alguém pode achar que oito meses é um prazo aceitável para a escolha de um ministro do Supremo.

Na Agência  Nacional de Aviação Civil a situação é pior. A Anac tem cinco diretorias. Três estão vagas. A primeira delas desde 2013, quando o titular foi defenestrado no rastro de um escândalo. A terceira vagou há três semanas. Estão brincando com fogo. Em 12 anos o setor passou a 34 milhões de passageiros/ano para 101 milhões em 2014. É o terceiro do mundo, perdendo só para os EUA e a China, e as tarifas caíram 40%.

A alta do dólar e a retração da economia podem roubar uma das joias da coroa do PT, devolvendo o andar de baixo para as rodoviárias.

(…)

3 comments

  1. Marcius
    4 anos ago

    No dia em que a população, usuários e leigos souberem, através da grande imprensa, a zona que está a aviação brasileira, o quanto esta aviação está desgovernada e o quanto tudo isso contribui para a falta de segurança operacional (aumentando as chances para que acidentes aéreos possam ocorrer), alguma luz poderá começar a aparecer ao fim do túnel.
    Tenho certeza disso!

    • Drausio
      4 anos ago

      Provavelmente a “zona que está a aviação brasileira” só será revelada à “população, usuários e leigos” quando toda a situação for iluminada por um grande e intenso flash de luz alaranjada, acompanhado de muito calor e um estrondo igualmente intenso.
      Os dois últimos eventos dessa natureza ocorridos no Brasil tiveram levaram a algumas melhorias como consequência. Antes deles a terminal São Paulo, por exemplo, tinha uma infraestrutura de suporte aos ATS muito inferior à que existe hoje.

  2. Beto Arcaro
    4 anos ago

    Vamos iniciar o movimento: “Você já fez o seu Relprev hoje?”
    Eu acho que a “não existência” da Agência reguladora incorre em malefícios para a Segurança de Voo, não?
    Já pensou se cada Tripulante habilitado pela ANAC fizesse 5 RELPREV’s, cada um com um motivo (Diversidade é que não falta) e enviasse para o Cenipa?
    Os Caras iriam pirar!

Deixe uma resposta