A clínica portuguesa especializada no tratamento psiquiátrico de pilotos

By: Author Raul MarinhoPosted on
698Views4

Recentemente, o jornal luso Expresso publicou uma matéria sobre uma clínica psiquiátrica portuguesa que seria especializada no tratamento de pilotos: “A casa dos pilotos perturbados ” (título de extremo mau gosto, diga-se). Uma rápida pesquisa no Google leva ao site da tal clínica Nova Vida, onde se vê que, de fato, há um programa voltado aos pilotos, o Flight Deck – muito embora, a impressão é de que o foco do atendimento seja para dependentes de álcool e drogas. Bem, de qualquer maneira, #ficaadica.

4 comments

  1. André Dias
    3 anos ago

    Boa noite Raul! Meu nome é André e eu ainda estou terminando o PP teórico, decidi aproveitar a deixa desta matéria sobre saúde mental de pilotos para expor algo que penso que talvez possa se tornar uma boa sugestão de post.

    A questão é que, durante as aulas, principalmente de segurança de voo, ao analisarmos os relatórios de acidentes e incidentes, eu (e mais alguns colegas) percebemos que durante este tipo de evento, praticamente todos os pilotos parecem se sentir pressionados a não solicitar emergência para o ATC, mesmo que a situação seja claramente uma emergência. Um bom exemplo é este piloto que entrou numa CB: https://www.youtube.com/watch?v=ZfFE5kD2gKM.
    Eu lhe questiono o seguinte caro Raul, você acha que essa pressão que existe sobre o piloto quanto à simples decisão de declarar uma emergencia em um voo inseguro, não deixaria o voo mais inseguro ainda nessas situações? Essa pressão com certeza é resultado de toda a burocracia pós evento que envolveria suspenção de CMA, afastamento, etc. Não acho que isto (a burocracia) está completamente errado, mas na minha cabeça isso soa como alguem que precisa de ajuda, se sentir pressionado a não pedir ajuda por não querer ser prejudicado por isso por isso depois.

    É como se sua casa começasse a pegar fogo em um só cômodo, e você não arriscasse pedir ajuda aos bombeiros por medo de ser preso até que as investigações sobre o incêndio terminassem. Isso pode fazer com que uma situação que antes seria controlável, saia do controle, fazendo incendiar a casa inteira… Isso não faz sentido.

    Bom, é isso, obrigado pela atenção! Abraços.

  2. Beto Arcaro
    3 anos ago

    Fico muito “Perturbado” com isso!

Deixe uma resposta