Depois de TAM e Gol, as más notícias agora vêm da Azul. E também do COMAER.

By: Author Raul MarinhoPosted on
664Views3

O Valor Econômico de hoje traz uma matéria informando que a Azul vai cortar expansão de capacidade pela metade. Segundo palavras de seu presidente, “Nosso plano original era crescer de 10% a 12% este ano. Agora, a oferta vai subir entre 4% e 8%”. Com isso, as três maiores companhias aéreas, que representam 90% do mercado brasileiro, anunciam plenos mais modestos para a oferta de voos em 2015 – sendo que a TAM e a Gol falam e diminuição, a a Azul em crescimento menor. E como desgraça pouca é bobagem, o COMAER divulgou um aumento de 72% nas tarifas de comunicação e manutenção cobradas dos operadores civis que atuam no país.

 

 

3 comments

  1. Junior
    3 anos ago

    Na última semana, como a economia, ainda, não vai nada bem e o Plano de Desenvolvimento da Aviação Regional (PDAR) confirmado totalmente fora de cogitação por parte do governo, causando um desespero no CEO da Azul Mr. David, o “Manager” frente aos investidores na tentativa de achar uma saída para este cenário nada agradável:
    Estuda IPO e acordo com investidor privado por milhas com objetivo de capitalizar a empresa e manter um negócio viável, entre outras medidas estratégicas.
    Fez cortes de mimos a bordo, encerrou várias rotas (Cuiabá para Ribeirão Preto, Maringá e Porto Alegre) e buscou resultados dos executivos da Azul (Diretores e Gerentes), os que não apresentaram um resultado ao nível da sua expectativa foram demitidos imediatamente, não foram poucos entre Diretores e Gerentes, o “facão” da cúpula chegou a atingir até nomes relevantes, como o Diretor de Operações Adalberto Bogsan, foi uma surpresa a todos e foi um assunto muito comentado na Azul, Gol, TAM, Avianca, RIO, SNA, TAM Cargo e etc, pois ele foi convidado em 2014 com a missão de implementar os dois tipos de aeronaves (wide-body & narrow-body) que completaria a frota da Azul, assim a mesma se adequaria perfeitamente e operacionalmente a malha aérea da empresa, mas a missão não chegou a ser concluída. Diante deste fato, quem substituir o ex-Diretor de Operações da Azul terá a missão de continuar sua empreitada? Terá a mesma capacidade? Qual rumo a Azul está tomando para os novos planos?
    Uma vez que optou por cortar funcionários com os mais elevados salários do que um número maior de funcionários, linha de frente (comissários, pilotos ou mecânicos), com salários bem menores.
    Tudo era azul maravilhoso quando a Azul estava tudo no azul !

  2. EC
    3 anos ago

    O aumento das tarifas de navegação seria uma boa notícia se os valores fossem revertidos em sua totalidade para a melhoria do sistema, como frequências, radares e mão de obra. Mas como é uma taxa recolhida pelo COMAER, nada impede que seja usada em bases aéreas, diárias e até mesmo em combustível pro GTE transportar nossos políticos. Boa jogada dos Brigadeiros para esta época de crise.

  3. A.M.Filho
    3 anos ago

    No caso da Azul, acredito que essa decisão tenha sido tomada no começo do ano ao perceberem que o cenário pare este ano era ruim. Já está em curso e o jornal está constatando somente agora.

Deixe uma resposta