Mudanças na formação aeronáutica de pilotos – Novos RBACs 140 e 141

Mudanças na formação aeronáutica de pilotos – Novos RBACs 140 e 141

By: Author Raul MarinhoPosted on
2024Views19

O texto deste artigo encontra-se publicado em https://paraserpiloto.org/blog/2018/02/15/recordar-e-viver-posts-sobre-a-nova-regulamentacao-da-formacao-de-pilotos/

 

19 comments

  1. Allan
    2 anos ago

    Tenho 30 anos, sou professor universitário mas sempre gostei da aviação e estou pensando seriamente em realizar todos os cursos para me tornar piloto comercial. Vc acha que devo arriscar? Com as economias que consegui guardar consigo realizar de imediato os cursos e as aulas pra PP e PC e as respectivas horas de vôo para cada um. O que vc me falaria a respeito disso. Quais as chances com essa idade eu teria de me tornar um piloto comercial? Desde já muito obrigado.

  2. Cmte Gurgel
    2 anos ago

    Quando estiver com um tempo, vã ao Aeroporto de Jacarepaguá, conhecer a nossa escola. AERO RECREIO ESCOLA DE AVIAÇÃO..

  3. NDias
    2 anos ago

    Tenho 22 anos e ainda sonho ser piloto, apesar de me sentir velha pra isto.
    Penso em fazer Ciências Aeronáuticas no RJ (onde moro) e depois curso de piloto.
    Este é o ideal?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      22 anos… Velha!? Come on!!!
      O ideal é focar na obtenção das licenças e habilitações obrigatórias. Curso de CA é s´um “plus a mais adicional”.

  4. jose garcia a. costa neto
    2 anos ago

    Eai Raul Marinho já saiu algo sobre os cursos de PP e PC sobre o fato de estudo auto de data ou obrigatoriedade fazer em escolas credenciadas?

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Obrigatório, só o PC e o INVA.

  5. Sérgio Coutinho
    2 anos ago

    Boa noite.
    Tenho licença de piloto comercial desde 2015. Fiquei um tempo parado por conta do meu trabalho e agora quero voltar à atividade aérea. Minha intenção é obtenção da habilitação de INVA. Sou do RJ e estou querendo me matricular no AeCB. Acham uma boa idéia? Gosto muito de voar e a intenção é exercer essa atividade como um hobby.

    • Raul Marinho
      2 anos ago

      Sugestão: vá e faça o curso de INVA, pois é na convivência da formação que vc vai descobrir se esta é uma “boa ideia” ou não.

  6. MARCIO FARIA GURGEL
    2 anos ago

    Sempre torcemos por melhoras!!!!!

  7. JOCA
    2 anos ago

    A favor de dois pontos:
    1-Cursos homologados desde PP até PLA obtigatótios, ajuda as e
    ntidades.
    2-Bancas nas entidades como faziam antigamente, alivia os gastos e desgastes.

    Cmte JOCA.

  8. ALLAN DEWOLATKA
    2 anos ago

    “não haverá mais o caráter prescritivo e genérico da instrução, detalhando o que se deve fazer em cada lição”

    Isso é excelente. Recentemente a Anac tem cobrado exatamente o cumprimento do manual de treinamento do PPA na escola que trabalho, o que é ridículo e inviável e que também, por vezes conflita com os requisitos do 61.

  9. Eu só não entendo como é que a ANAC ainda despreza o aerolevantamento geofísico para fins de qualificação. É um voo executado a 300 pés que exige conhecimentos específicos e técnicas específicas para acompanhamento de relevo. As entradas nas linhas de produção precisam ser precisas e dentro de técnicas, sobretudo em terrenos montanhosos. Você tem voos de calibração em altitude (12 mil pés), voo de aferição Low Level e etc. Mas a ANAC parece desprezar a necessidade do cumprimento de um treinamento específico pra isso.

  10. Cesar Coelho
    2 anos ago

    Mudança a muito anunciada. Trabalhei e criei o primeiro MIP para uma escola Brasileira homologada pela ANAC e pela ICAO com seu escritorio em Lima no Peru. Em conjunto tambem criei o primeiro manual de manutenção da Qualidade. Ambos os primeiros Aprovados pela ANAC e ICAO em 2015 para uma Escola Civil de Formação de Pilotos na America Latina. O primeiro CIAC existente no Brasil é o do Aeroclube do Rio Grande do Sul em Porto Alegre.

    Acho positiva essa mudança, eleva a qualidade do ensino, bem como seus niveis de segurança.

    • vai vendo...
      2 anos ago

      Criei. criei…td sozinho?
      Santos Dumont voltou, antes de Jesus, Elvis e Raul Seixas.

      • topviper74
        2 anos ago

        Ninguem faz tudo sozinho, tive ajuda sim, como todo mundo colega anonimo, foram quase dois anos de trababalho e muitas noites mau dormidas pois os prazos estabelecidos para a confecção eram curtos a cada etapa da certificação, cada etapa as exigencias eram maiores. Criei o Manual e o Manual de Qualidade, agora nao adianta ter tudo isso sem uma Escola com estrutura, tradição e bem administrada dando todo o suporte. Depois de dois anos e duas mil paginas de manual, me sinto orgulhoso pelo trabalho. Tanto que posto com meu nome real neste forum.

        Uma coisa é certa, as “mudanças” e iniciativas acontecem muito tempo e ate anos antes de virar noticias em blogs e sites de noticias.

        • Raul Marinho
          2 anos ago

          Existe uma maneira garantida de não ser criticado: não fazer nada.
          Fora isto, sempre haverá críticas… Então, relaxe, amigo. Faz parte.

Deixe uma resposta