Sobre o incidente com a esteira de turbulência de um A380

Sobre o incidente com a esteira de turbulência de um A380

By: Author Raul MarinhoPosted on
625Views8

No início deste ano, ocorreu um gravíssimo incidente causado pela esteira de turbulência de um Airbus 380 da Emirates sobre um Challenger 604 privado, que desabou 10.000 pés até que a tripulação conseguisse retomar o controle da aeronave. Sete dos nove ocupantes do avião precisaram ser internados (um em estado grave), e os danos materiais foram tão extensos que o avião deu perda total. A matéria completa sobre a ocorrência, com ilustrações e outros detalhes, pode ser acessada aqui: Revealed: How private jet caught in the wake of a superjumbo was flipped on its back, ROLLED and plunged 10,000ft before pilot pulled off miracle recovery. Trata-se de um dos casos mais impressionantes de esteira de turbulência jamais relatados.

8 comments

  1. scarsorenan@gmail.com
    1 ano ago

    Operação offset é uma solução.

  2. RenanZ
    1 ano ago

    Lembrando que a Emirates começa sua operação regular com o “super” dia 26, então esperasse que o DECEA veja tal questão com muita atenção

  3. Nilton Cícero Alves
    1 ano ago

    Prezado,
    Para efeito de esteira de turbulência, o A380 não é classificado com “Heavy”, mas como “Super” (letra “J” no Campo 9 do Plano de Voo).
    E a separação RVSM para o A380 deve ser acrescida de 1000 ft conforme ICA 100-37.

    ICA 100-37 – SERVIÇOS DE TRÁFEGO AÉREO (2016)
    Anexo C – Esteira de Turbulência do A380-800
    4 MÍNIMOS DE SEPARAÇÃO VERTICAL
    Na aplicação da separação vertical entre um AIRBUS A380 e demais aeronaves, deve-se adicionar 300m (1000 pés) às regras previstas para separação vertical mínima.

    Neste incidente, a separação era de 1000 ft. ou seja, alguém não fez a lição de casa…
    E não foram os pilotos (de nenhuma das aeronaves) nem os controladores. Lá os mínimos de separação em aproximação e decolagem foram alterados para o A380, mas nada foi estabelecido para os mínimos em rota, prevalecendo os mínimos de RVSM aplicados às demais aeronaves.

    • vai vendo...
      1 ano ago

      Então concordas que tem que ser repensada ou complementada a regulamentação, pois se nada foi previsto quanto a separação em rota….nesse caso, nem os pilotos, nem os controladores erraram…mas como disseste, alguém não fez a lição de casa….mas se nada diferente é previsto sobre “separação em rota”…quem teria que ter feito a lição?

  4. vai vendo...
    1 ano ago

    Talvez tenha que ser repensado o espaço RVSM quando tratar-se de aeronaves “heavy”.

    • EC
      1 ano ago

      Já É prevista uma separação vertical de 2000 pés entre os A380 e os demais.

      • vai vendo...
        1 ano ago

        Nesse caso, estavam a 1000ft…..alguém autorizou…
        Os aviadores não sabem com qual aeronaves irão cruzar ao longo de suas rotas….

Deixe uma resposta