Pesquisa de salários de pilotos – Junho/2012

By: Author Raul MarinhoPosted on
4632Views15

Acabou de ser divulgada pela Bombardier – que é quem patrocina o estudo – a pesquisa de salários de pilotos da revista Professional Pilot, com base em dados do 1º semestre de 2012 (os qustionários foram recebidos até 14/05). Você pode baixar a sua cópia da pesquisa aqui: Pesquisa de salários de pilotos – Jun2012 – paraserpiloto

O resultado mostra que o mercado ainda está deprimido em função da crise econômica mundial, com ganhos inferiores a 2,5% no ano, em média. Há tabelas para o mercado dos EUA, e internacional (0nde o Brasil se inclui), mas neste caso a base é tão ampla (inclui Europa, Ásia, Oriente Médio, América Latina, etc.), que fica até complicado inferir alguma conclusão mais apurada. De qualquer maneira, há alguns números curiosos (utilizei o dólar a 2:1 e contei 13 salários anuais, para facilitar os cálculos):

  • Um copiloto de ATR-72 de cia regional americana ganha, na média inferior, US$30mil/ano, o que equivale a R$4,6mil/mês – menos, portanto, que os equivalentes nacionais (ou mais ou menos a mesma coisa, na melhor hipótese).
  • O piloto mais bem remunerado da tabela toda é o comandante senior de MD-11/A-300/A-310 da FEDEX. Esse cidadão ganha a bagatela de US$243mil/ano, ou mais de R$37mil/mês. Nada mal, né?
  • Na JetBlue (aparentada da nossa Azul), um copila de EMB-190 tira US$45mil/ano (R$6,9mil/mês); um copila de A320, US$88mil/ano (R$13,5mil/mês); o comandante do EMB-190, US$134mil/ano (R$21mil/mês); e o comandante do A320, US$152mil/ano (R$23mil/mês). Uma perpectiva de longo prazo para quem pilota na congênere brasileira?
  • Um piloto de helicóptero atuando no mercado offshore, e pilotando um Sikorsky S92 ganha, em média, US$107mil/ano nos EUA (R$16,5mil/mês). Salvo engano, é a mesma coisa que se ganha no Brasil, ou estou enganado?

Muito mais, na tabela do link acima. Divirtam-se!

15 comments

  1. Marcos
    7 anos ago

    Um comandante de A320 na Jetblue ganha US$ 96.000,00 por/ano (um dos piores salários do mundo para A230) enquanto que a Copa paga o pior salário do mundo para o B737NG US$ 84.000,00 por ano. Hoje (2014) um comandante de A320 na Tam ganha R$ 24.000,00 por mês e nos Widebody R$ 30.000,00 com pequenas variações pra mais ou menos. Na Gol um Comandante ganha em torno de R$ 24.000,00 tendo na Gol maiores variações nos valores devido a estrutura salarial chegando a variar de mês pra mês de R$ 16.000,00 à 32.000,00 para o mesmo comandante dependendo da qualidade da escala.

  2. serge barbier
    8 anos ago

    Raul. Boa noite. E na europa? Air France ou Swiss air como é que está a faixa de salário de um copila?
    Obrigado.

    • Raul Marinho
      8 anos ago

      No relatório tem alguma coisa sobre o restante do mundo, salvo engano.

  3. Antonio Gonçalves
    8 anos ago

    é realmente um sonho!

  4. Enderson Rafael
    10 anos ago

    O post é interessantíssimo, e o tema, por mais paixão que se tenha pela profissão, é BEM relevante. Saco vazio não para em pé, e tripulante mal pago, com tempo fica até perigoso. Mas salário de tripulante, pelos menos em companhia aérea, depende muito da quantidade e qualidade das horas voadas. Um cara que voa 60h mês mas tudo domingo e noturna vai ganhar mais do que quem tá estourando as 85h de diurna e tem folga ou inativo todo domingo e feriado. Simples assim. E o salário base pode chegar a 1/3 da média salarial da pessoa: ou seja, se ela ficar doente, fica pobre. E ainda tem as diárias, que não deveriam ser contadas como salário, mas com o custo altíssimo de se morar no Brasil, em especial e SP, acaba virando. A grande mágica é descobrir com quanto e onde vc será feliz fazendo o quê. Só não faço ideia de como descobrir isso…

  5. carolsaojose
    10 anos ago

    Olá Raul!
    Você teria alguma informação a respeito do salário de comissários de bordo? Ou alguma fonte confiável para pesquisar quanto ganha um comissário no Brasil?

    Obrigado e parabéns pelo blog, está sempre atualizado¹
    Abs

    • Raul Marinho
      10 anos ago

      Não, sinto muito.

      • Enderson Rafael
        10 anos ago

        O base tá em torno de R$1500. Mas varia MTO em função da qualidade e quantidade de horas voadas.

        • Enderson Rafael
          10 anos ago

          Não fui claro: o base é o que se ganha se vc não voar nada ou voar 54h diurnas. Na prática, isso é quase impossível. Então, quase sempre vc ganhará mais que isso. Mas varia de empresa pra empresa. Não mto, mas varia. (neste caso, comissários de jatos das cias brasileiras)

  6. wagner
    10 anos ago

    Se os salários nas Cias do Brasil forem equivalentes ao da Jet Blue (informado no post) o cara certamente não vai ficar rico, mas não deixa de ser um salário razoável para o Brasil.

  7. Estevan
    10 anos ago

    Eu gosto de voar, eu quero é voar, sem desvalorizar minha profissão e nem meus colegas de trabalho… mas em primeiro lugar… voar!!!

  8. Juliano Genari
    10 anos ago

    Alguém devia fazer uma pesquisa dessas no Brasil, eu já tô começando a achar que a questão salarial aqui é TABU, nunca vi um piloto dizer quanto ganha, só se tem uma noção que quanto os copilas das grandes (Laranja, Azul e Vermelha) ganham mas mesmo assim é só aproximado.

  9. Fred Mesquita
    10 anos ago

    Marinho, para este cálculo de ganhos anuais, está incluído o 13º salário ou só os 12 meses ?

    Pois é, para quem está entrando nesta carreira pensando que vai ganhar rios de dinheiro, que mude de idéia. Essa é uma “real” tendência mundial, e ponto final.

    • Raul Marinho
      10 anos ago

      Esta incluído o 13o., sim. Mas seria necessário corrigir o poder de compra em R$s tbem, mas aí os cálculos ficariam muito complicados… É só para ter uma idéia aproximada.

    • Gustavo Franco
      10 anos ago

      Como já discutido em outro artigo, ganhar dinheiro não é pecado e nem crime, mas em uma turma de PP nota-se facilmente os que estão ali pela esperança de se trabalhar com o que gosta, e os que estão ali somente pelo rio de dinheiro que sonham ganhar um dia.

      Falo de PP porque ainda é a minha realidade. Mas acredito que esse comportamento possa ser notado nos diferentes níveis da formação aeronáutica.

Deixe uma resposta